Sunday, December 31, 2006

Balanço do ano

Se for para fazer um balanço do ano que está terminando, no geral eu diria que foi um dos anos mais estressantes de minha vida. Não querendo ser pessimista, mas quem me conhece, sabe o quanto foi difícil levar este ano.
Certo que janeiro passei um mês longe do trabalho, mas que adiantou ficar um mês descansando se os outros onze meses foram de correria, trabalho, trabalho, pepinos e estresse, que nem o chocolate "Gaba" ( que dizem ter uma substância que, se não acaba, ameniza o estresse) resolveu nem em doses cavalares? Ganhei cinco quilos a mais, perdi seis e recuperei dois.
Mas claro que no meio de tanto pepino e estresse, perdi grandes amizades, que foram para outros caminhos (porém não perdi o contato), mas ganhei outros amigos. Sempre acreditei em Deus, foi Ele quem me fortaleceu para eu continuar meu caminho.
O mais importante é que ainda estou com meu kinguio encantado, mesmo passando o ano em casa, ao invés de muitos que vão viajar e enfrentar trânsito, filas e lotações.
Não importa, na verdade, onde passará o feriado, e sim, COM QUEM vai passar. Se for uma pessoa legal, muito bom. Se for com sua pessoa amada, melhor ainda!
Esperamos que 2007 ( o ano do javali, não do porco, mas como são da mesma família, os suínos, que seja) seja melhor que este que passou.
Aliás, todo final de ano é o que a gente quer!
Feliz 2007!

Friday, December 29, 2006

Voltando a ativa (mas logo vem o recesso)

Depois de um certo tempinho com este sítio parado, estou dando uma passadinha para ao menos informar que, do dia 29 de dezembro a 3 de janeiro, a atualização será em doses homeopáticas. Não, não irei viajar de férias, pois a situação anda meio precária e estou preferindo ficar por aqui mesmo...
Estou de férias, afinal!!! Depois de doze meses no tronco ( tá bom, onze, pois janeiro tirei férias de um mês), novamente cinco dias de merecido descanso. Mas do serviço, pois em casa, como é tradição, hora de limpar as coisas e tirar o pó de tudo, pois vamos entrar o ano novo de casa limpa. De porquinho, já basta o ano que vem.
Ah, não é porquinho?
Javali?
Tudo bem, fazem parte da mesma classe, os suínos mesmo...

Thursday, December 14, 2006

O Mundo gira ao Nosso Redor

Muita gente que lê, freqüenta mas poucos comentam este sítio, devem ter reparado a ausência e a minha demora em postar alguma coisa que preste ou não. E quando posta foram textos curtos desde o dia que eu tinha informado que iria ficar ausente por uns três dias. Mas devido a alguns problemas particulares, que não convém comentar, realmente meus três dias viraram quinze dias, isto é, quintuplicou.
Claro que a gente tem que ser forte e enfrentar as dificuldades, pois a vida é cheia de desafios. E também aquela frase célebre: se a vida lhe der um limão, faça uma limonada. Já passamos de tudo um pouco mais nesta vida, cada vez que enfrentamos um desafio, é certeza de que temos que provar a coragem e força que temos, mesmo achando que seria praticamente impossível, sempre há uma luz no fim do túnel e uma mão que lhe estende para tirar da escuridão. Daí a importância da amizade. Sem os verdadeiros amigos, que lhe estendem a mão, desmarcam tudo para lhe ajudar de boa vontade, nada seríamos.
E também acreditar Nele, pois Ele é quem sabe o que fazemos ou não. E rezo todos os dias e noites agradecendo por ter trazido boas pessoas que sempre estão nos ajudando, seja direta ou indiretamente.
Amanhã será um novo dia, ou vai ser um novo dia, como diria Scarlett O'Hara no filme "...E o Vento Levou".

Saturday, December 09, 2006

Oito de Dezembro



Podem ter acabado com um sonho, mas sonhos não morrem.

The One I Love

Eu queria estar ao seu lado, te protegendo de todos os males.
Queria estar te vigiando de forma invisível para saber se você está se alimentando, se cuidando, se está feliz.
Queria que você soubesse que mesmo estando longe, estou cada vez mais perto.
Queria que você soubesse que todas as noites rezo por você estar bem e todos os dias rezo para que um novo dia chegue.
Queria que você soubesse, apesar de tanta coisa que aconteceu em nossas vidas, nunca te abandonaria, muito pelo contrário, te traria cada vez mais perto de mim, para dentro da minha redoma e guardar-te em meu coração.
Porque cada dia que passa, meu amor por você cresce cada vez mais.
Queria mesmo que você estivesse ao meu lado, rindo, chorando, tirando um barato da minha cara. E eu estaria sempre sorrindo.
Ainda acendo uma vela e rezo para Deus que Ele nos traga a luz para iluminar nossos caminhos para que possamos nos esforçar em encontrar a alegria e a liberdade.
E agradecer a Ele por ter trazido a mim uma pessoa capaz de compreender e amar.