Thursday, October 04, 2007

A Paciência de quem está do Outro Lado

Calma, a gente não está falando de contatos do além, mesas-brancas e coisas semelhantes. O assunto de hoje trata-se de algo mais terrível que uma broca de dentista, pior que injeção em dia de coleta de sangue. Sim, hoje falarei de "como existem pessoas capazes de agüentar a mensagem eletrônica de uma central de atendimento-de-qualquer-coisa".

Eu sei como é o drama de passarmos por essa situação quase que diariamente, apesar de trabalhar numa firma que possui vários ramais para qualquer coisa (menos "outras coisas" e departamento funerário), isso porque também quando preciso ligar para alguma prestadora de serviço, tenho que ficar pensando o que é pior - ficar ouvindo a musiquinha insuportável ou ter que ficar ouvindo as instruções de "digite um para tal coisa, digite dois para outra coisa"...

Pra dizer a verdade, até que tenho um pouco de paciência, mas já ouvi gente dizendo, depois de muitos palavrões depois, que era o único ramal livre que estava e ainda o assunto não era nada a ver com o departamento que ligou. E pra transferir a ligação pro departamento responsável, como ficamos?

No mínimo, sugiro trocarem a musiquinha...

No comments:

Post a Comment