Thursday, June 12, 2008

Quando não se cutuca onça com vara curta...

Ou: nunca contrarie uma mulher em TPM

Quando uma mulher está naqueles dias em que tudo irrita, escrevam embaixo, pois é batata: TPM. Sim, pra algumas e quase toda a população masculina do mundo, pode significar coisa inútil, mas experimenta contrariar uma nesse estado e depois me contem, isso se escapar vivo.

Faltando algumas pouquíssimas semanas para nós, mulheres, ficarmos literalmente no vermelho, o humor de uma grande maioria oscila entre a choradeira e a vontade de esganar o primeiro que irritar. Sei disso porque eu também passo por isso todo santo mês. Já tentei de tudo: leite de soja (que eu não gosto puro), ouvir música, fazer regime, ir a academia... Mas nada desse TPM diminuir.

Eu mesma já sinto os sintomas: quando me irrito por qualquer coisa, eu fico mais irritada ainda. E as coisas que em "dias normais" passam batido, nos dias de TPM parece que incomoda. Sem falar que, se passo uma semana ou duas sem comer um chocolate, na semana crítica me esbaldo naquelas barras de meio-quilo sozinha. E não precisa ser necessariamente aqueles tradicionais, até aquele 99% de quase puro cacau eu aceito numa boa.

Uma das coisas que mais me irritam é o fato da pessoa saber que estou de TPM, irritada e mal-humorada e vai lá e me irrita mais ainda e fico mais mal-humorada. Das duas uma: ou me "adoram" ou adoram é levar bronca.

Seja como for, felizmente estes dias críticos passam logo.

No comments:

Post a Comment