Sunday, March 22, 2009

E a fila anda...

Sobre o auxílio de 12 mil ienes que o Primeiro-Ministro Taro Aso liberou para (quase) toda a população, virou realidade. Mas só vou acreditar mesmo quando eu receber a carta notificando que vou ter direito a este benefício, desde que eu preencha o formulário, anexe dados da minha documentação e cópia da minha caderneta bancária. E em Yokohama, só depois do feriado de maio (ou Golden Week).

*********************************************************************

Não gosto de comentar, mas não teria como deixar passar batido. Algo relacionado com incesto-aborto-excomunhão. E no Brasil. Tá, sou católica não-praticante, mas o que aconteceu com uma menina - leiam bem: menina - de nove anos de idade, estuprada pelo padrasto e ficou grávida de gêmeos. Gravidez de risco vinda de um estupro, isso a lei (antiquada) prevê e legaliza o aborto. Como diria minha companheira blogueira Naka que fala sobre o assunto, a Igreja ajudaria a alimentar e educar TRES crianças?! Cada vez acredito menos nesse mundo, vou te falar...

*********************************************************************

Quando eu não tiro meus dias de folga as que tenho direito e as que preciso usar senão todo início do ano levo esporro do chefe porque eu esqueço e também eu e ele lembramos em cima da hora, me chamam de estressada, nervosa e chata porque trabalho além demais da conta e descanso menos. Agora, quando consigo tirar as minhas folgas habituais mais as que eu preciso usar depois de ter levado esporro do chefe, o mesmo pessoal que me chama de estressada, nervosa e chata, acrescenta que eu sou folgada. Vai entender...

*********************************************************************

O inverno se vai, e pra mim, ainda bem que o kafunshoo e a coceira no corpo devido a alergia que tenho vão-se embora. Agora, aproveitar os dias que tirei de folga pra lavar e guardar os casacos pesados e tirar as roupas leves do armário...

*********************************************************************

A temporada de inverno, eu perdi um monte de novelas nos canais japoneses. Desde que trabalho em Tóquio, meu horário é muito desregado. Nem com o celular com TV que comprei no ano retrasado [devido a um acidente que tive com o antigo] me salva, pois meu final de expediente coincide com o horário de novela. O jeito é esperar dois a três meses para sair em DVD e tentar alugar. Digo tentar, pois 1) ou eu tenho que ficar na espera 2) ou vou ter a velha preguiça de ir pra locadora, já que a que ficava no caminho de casa fechou.

*********************************************************************

Ah, sim. A Apple liberou geral e iPhone pra todo mundo de graça.
Desde que fique com ele por dois anos. Cancelou ou trocou antes do prazo estipulado, tem que pagar as parcelas. Já estava prevendo isso mesmo, pois de graça, nem injeção na testa...

*********************************************************************

E como a gente fala, a fila anda: quinta-feira passada, nos noticiários e tablóides (e inclusive fofoqueiros de plantão) só falavam de uma coisa: divórcio. Que artista, vizinho, e qualquer um casa-e-separa, não seria novidade. Mas quando se tratava de Tomonori Jinnai (comediante) e Norika Fujiwara (atriz), quando eles casaram eu e quase todo mundo achavam que não ia dar certo...

No comments:

Post a Comment