Thursday, May 21, 2009

Mais motivos pra arrebentar o seu piggy-bank...

Na verdade, eu já arrebentei em partes. Tudo bem, todos vão me dizer "com essa crise que está, você ainda tem coragem de gastar blablablabla"... Mas quem me conhece, sabe (ô, bordão repetitivo, sô!): por que vocês acham que minha carteira tem point card de lojas de CDs, livrarias e outras coisas mais? Na compra de algo, junta-se pontos e depois troca tudo. Sei que seria trocar seis por meia-duzia, mas na hora do aperto né...

Vamos lá: eis que em questão de um mês (entre meio de abril até hoje), tive a coragem de comprar...


... o álbum "Heroes", da entidade War Child: pra que eu fui incluir o site do grupo Franz Ferdinand nos meus favoritos junto aos Beatles e Masaharu, pra quêêê??? Pra descobrir uma coletânea muito mais que ótima de uma entidade britânica que se preocupa com as vítimas de guerra: as crianças. Eis que pra arrecadar fundos, a entidade War Child se encarregou de solicitar aos veteranos do rock-pop para escolher uma música do próprio repertório e um artista novo pra interpretá-lo. O resultado? Uma bela coletânea de covers que não vira presente de grego como alguns por aí. Além de conhecer o trabalho de veteranos ( Bob Dylan, The Clash, Roxy Music, David Bowie) e dos "novatos" (Beck, Scissor Sisters, Lily Allen, Duffy). Maiores detalhes, leia aqui.
Só um detalhe: nada contra o trabalho da galesa Duffy, mas "Live and Let Die" do Sir Macca... ops, Sir Paul McCartney, talvez ficaria melhor na voz da bebadaça-barraqueira-mas-que-canta Amy Winehouse... (mas como foi ele quem escolheu, shoganai.)


... o livro "Sound Bites", por Alex Kapranos: uma interessante história sobre as aventuras do autor e seus amigos durante as viagens e degustações em lugares conhecidos, estranhos e inusitados. Antes de ser o que é hoje, Kapranos foi de tudo um pouco: garçon, cozinheiro, maitrê de vinhos, recepcionista... A pedido do jornal The Guardian, relatou sobre as aventuras gastronômicas pelo mundo, como um rodízio de churrasco no Rio, de que comer fugu não seria tão arriscado quanto pedir uma pizza em Amsterdam, descobrir que era alérgico a certo alimento de forma mais dolorosa possível, sobre os hábitos de cada um dos membros da banda. No apêndice, a lista dos endereços dos restaurantes onde frequentaram, com o aviso que "podem ter mudado de nome ou fechado enquanto o livro estava sendo impresso"...


... novo single de Masaharu Fukuyama: claro que eu não ia deixar de falar sobre o homem mais sexy depois do marido kinguio. Tudo bem que ele esta parecendo aquela velha propaganda de xampu ("minha voz continua a mesma, mas os meus cabelos... quanta diferença!!!", ou o meu cabelo quando o tempo fica árido), mas Masaharu continua firme, forte e pronto pra encarar meio ano de shows em todo o Japão a partir de 20 de junho, portanto, novamente estarei - se Deus quiser e meu shift de trabalho também - no dia 12 de julho no Yokohama Arena. Voltando ao novo single, recém saído do forno, é tema de encerramento do noticiario da NTV "News Zero", portanto, quem acompanha este noticiário noturno (como eu), ouviu a música antes.

Maaaaaaaaaaas, como a vida continua e nada fica parado, nos próximos meses lá estarei eu pondo meu porquinho à falência e nem vai ser com produtos da Mary Quant pra levantar o que ainda não está caindo, nem liquidação no Sunshine Ikebukuro em junho, e nem os três dias do Fuji Rock em julho (bem que eu queria ir, mas meu bolso não vai dar). Vai ser com...

... o (já citado) show do Masaharu Fukuyama no Yokohama Arena: Dia 12 de julho vai ser o último dia de quatro de shows do Masaharu em Yokohama. Se faz parte das comemorações dos 150 anos do porto, desconheço, mas por que ir no último dia? Vai estar hipermegaultra lotado. No show passado, foi assim e fui mesmo. O show demora mais pra acabar e sempre tem alguma surpresa, tal um kinder ovo. Dia 7 de junho, terei que correr na loja de conveniência e garantir o meu logo cedo, mesmo se eu tiver que ficar em pé como aconteceu no show de 2007, mas como AGORA eu sei como é a Arena por dentro, fico mais despreocupada. Mas que eu queria ficar bem na frente do palco, ah, eu queria...

... todos, mas todos, os CDs dos Beatles remasterizados: e com bonus. Nove de setembro logo estará aí e a gravadora que detem todos os direitos da discografia do eterno quarteto de Liverpool vai lançar (ou relançar, pois na década de 90 foram lançados em formato digital) todos os CDs dos Beatles, devidamente remasterizados digitalmente, com direito a bonus e booklet com detalhes do disco, e muito mais.

The Beatles: mesmo quase quarenta anos após o encerramento de suas atividades, eles continuam eternos.

Nessas horas que eu queria ganhar no Takarakuji, Loto 6 ou algo semelhante...

No comments:

Post a Comment