Wednesday, July 22, 2009

Histórias Meio Mal Contadas... (Parte 2)

Os leitores fiéis deste sítio espernearam, choraram, imploraram mas por pouco não jogaram pedras com bilhetinhos no meu apertamento e a autora prossegue: quem leu o artigo sobre "passada para o outro lado da vida de forma nada ortodoxa", fiquei devendo a sequência abordando o lado internacional. Não, chega de falar do Jacko, vai saber se ele foi enterrado mesmo...

Quarenta anos depois... O homem foi MESMO para a Lua? Na boa, gente, mamãe nem pensava sequer me pôr ao mundo quando o homem pisou no solo lunar, em 20 de julho de 1969, portanto não posso contestar a veracidade do fato. Sim, existem teorias da conspiração que a ida ao homem para a Lua não passa de uma montagem - muito bem feita por sinal - e filmada por... Stanley Kubrick (diretor de "2001, Uma Odisséia no Espaço", cujo filme meu irmão mais velho perdeu a conta de quantas vezes assistiu). Essa teoria da conspiração saiu até na revista Superinteressante. Juro. Querem saber mais? Acessa aqui, leiam e depois tirem suas conclusões. Ou não tirem coisa alguma.


Elvis não morreu? Jim Morrison também não. Pra quem não sabe: Jim Morrison era vocalista do grupo The Doors, que surgiu no meio dos anos 60. Depois de ter se envolvido numa encrenca feia que foi baixar as calças no meio do show e... bem, deixa pra lá, a popularidade do grupo caiu e ele se mandou de mala e cuia pra Paris, onde resolveu morrer por lá mesmo, de parada cardiaca dentro de uma banheira. Pensam que a história parou aqui? Dizem que na verdade Morrison morreu coisa nenhuma: está viajando por aí anonimamente e fontes nada seguras indicam que ele estaria morando com Elvis Presley. E o pessoal peregrinando ao túmulo dele em Paris achando que ele estaria enterrado. E quem só viu o corpo foram o médico que diz que assinou a autópsia (e cadê ele pra esclarecer tudo?) e a namorada que no ano seguinte foi desta pra melhor. E ninguém nunca pensou em fazer exumação e análise de DNA?

Se fizerem talvez o mito morra literalmente. Melhor deixar quieto mesmo.

Lee Oswald não agiu sozinho. Muito se especulou sobre o assassinato do presidente dos EUA, John Kennedy, em 22 de novembro de 1963, em Dallas, Texas. Já começa que, a troco de quê Lee Harvey Oswald mataria o presidente? Se é que agiu sozinho mesmo, pois exames da época, como é que a mesma bala que acertou Kennedy, foi transpassá-lo e atingir o governador do Texas, James Connaly? E de forma transversal? Pior que até hoje o assassinato de Kennedy fica muito ponto sem nó, pois um dos suspeitos foi morto antes de ser julgado, e virou um prato cheio para muita gente - principalmente agentes do FBI, CIA... - para levantarem as tais "teorias da conspiração". Há quem diga que até o vice-presidente da época, Lyndon Johnson mandou assassinar Kennedy para assumir logo o cargo... Eis um fato que ainda por muitos anos vai ter muito o quê falar...

Calling Occupants of Interplanetary Craft... Ou o caso Roswell, cujo lugar em Novo México, foi constatado a vinda e captura de um ser alienígena. Inclusive filmaram uma autópsia do alien para estudos. Eu cheguei a ver num programa dominical, mas nos anos 40, haja imaginação fértil, vou te falar... Mas foi amplamente comentado devido ao incidente em Varginha (Minas Gerais), com a vinda de um ser extraterrestre. Hoje a pacata cidade continua sendo conhecida como a cidade que acolheu um ser de outro planeta. Ao menos lembraram de servirem pão de queijo a ele?

Acerto de contas? Muita gente não sabe, mas durante a década de 60 inteirinha, os Rolling Stones eram cinco e antes de Mick Taylor e depois Ron Wood, o segundo guitarrista (depois do Keith "lesado" Richards) era Brian Jones, um dos criadores da banda. Se Mick Jagger era o crooner do blues, Jones era o multiinstrumentista. Tocava de tudo um pouco, mas o que fez ele ser convidado a se retirar do grupo, foram os excessos em tudo, se é que me entenderam. Em 3 de julho de 1969, Jones foi encontrado morto na piscina de sua própria casa. Uns dizem que ele cometeu suicídio, já que seus próprios amigos (Jagger e Richards) o dispensaram. Falando em amigos, a "teoria da conspiração" reza que Jones foi assassinado a mando da própria dupla, o que nunca foi verdade. Talvez a teoria mais aceita seria o fato que Jones estava com uma divida enorme com fornecedores e com o empreiteiro da obra que reformava constantemente sua casa e acabou sendo assassinado por um deles. Só sei que Brian Jones faz parte do "grupo dos 27" (artistas que, coincidência ou não, morreram aos 27 anos, algo que poderei comentar oportunamente).
(Na foto, Brian Jones é o loiro que está à direita.)

A verdade é que desde que o mundo é mundo, sempre existirão as "teorias da conspiração", os boatos que tanto aumentam, levam a crer que são reais e ainda muita gente tem a certeza de que Elvis Presley esteja passeando despercebido na Argentina junto com Jim Morrison (sim, teve gente que viu os dois juntos).

4 comments:

  1. O Jim Morrison não morreu, ele é o Val Kilmer em pessoa... Como pode ficar tão parecido no filme Doors não? rs...

    ReplyDelete
  2. Eh verdade, Bah. Eu assisti ao filme "The Doors" e é incrivel a semelhança de Val Kilmer com Jim Morrison... Não me sai da cabeça que Morrison reencarnou nele. Só pode!!!

    ReplyDelete
  3. Essas teorias são complexas, dão espaço para dúvida minimamente...melhor não pensar pelo menos por enquanto hahaha

    Miquilissss
    bru

    ReplyDelete