Saturday, October 10, 2009

Os Programas Infantis que Educavam

Semana Especial do Dia das Crianças

Quando tinha meus quatro, cinco anos, eram poucos os programas infantis. Sabe como hoje, ter um(a) apresentador(a) num auditório lotado de crianças pra entreter com jogos... Era raro ter apresentadores como hoje, mas desenho animado tinha à beça. Mas como já faz muito (e bota muito nisso) tempo que eu nem pego uma vinheta desses programas, fica difícil comparar quando eu assistia e os de agora.

Globo Cor Especial (1973, por aí...) Estava na fase que era divertido ver do que entender, quando a Rede Globo passava os desenhos animados, à tarde, antes da novelinha das seis (o que geralmente eram obras adaptadas da literatura brasileira, ô, tempo bom esse!). E na vinheta de abertura, uma verdadeira paródia com os desenhos em si. A musiquinha de Marcos Valle e Nelson Motta :"Não existe nada mais antigo / de que caubói dar cem tiros de uma vez/ a vó da gente deve estar com saudades do zing-pow / e do cinto de inutilidades..." ficou na cabeça de muita gente quem viveu aqueles tempos. Inclusive da pessoa que vos escreve...

Vila Sésamo (1972): Não assisti mas meu irmão mais velho, sim. Ainda do tempo que TV era preto e branco, e a Rede Globo estava engatinhando. Foi boa a idéia da produção daquela época adaptar um programa infantil dos Isteites - o "Sesame Street". E aqui tornou-se o "Vila Sésamo", trazendo os atores Paulo José, Armando Bogus, Aracy Balabanian e Sônia Braga (sim, antes de ela ser "Gabriela"). Pra quem não sabia ou lembra, o Garibaldo (interpretado por Laerte Morrone) era... azul! No tempo da TV preto e branco, se fosse na cor original (amarelo), ninguém ia perceber. Embora tivesse passado na época mais pesada da infame ditadura militar, certamente passavam muitas mensagens subliminares, mas como se tratava de um programa infantil, passaram batido. Ainda bem. Além do Garibaldo (Big Bird), trouxeram Enio e Beto (Arnie e Bert) e o Come Come. Em 2007 fizeram na forma original americana, mas a versão dos anos 70 muita gente acha o melhor.


Os Programas Educativos da Rede Cultura: Bambalalão, Glub Glub, Ra-Tim-Bum e Cocoricó; X-Tudo, No Mundo da Lua, Castelo Ra-Tim-Bum, Anos Incriveis; Doug, o Mundo de Beakman... Eu confesso: assisti a todos eles. E não tenho vergonha em assumir que eu assistia aos programas junto com meu irmão mais novo e não era desculpa de estudo de magistério, pois quando a maioria dos programas apareceram na Rede Cultura (uma das melhores emissoras educacionais que já vi, mas uma pena que necessita de patrocínio público, sabe como é...). Quem não se lembra da Gigi, dos dois peixinhos Glub Glub, o Castelo Ra-Tim-Bum (lembram do Nino, uma criança de mil anos de idade?), Lucas Silva e Silva e seu gravador que registrava suas histórias, o cientista Beakman e a forma mais simples e descomplicada de entender Física, Matemática e Química, Kevin e seus problemas pré adolescente nos anos 60, Doug Funny e Costelinha... Atire o controle remoto quem nunca assistiu e gostou dos programas desta emissora...


TV ColOsso (1993, por aí...) Imagine uma emissora de TV comandada por... cães! Foi isso que os redatores - incluem aí a trupe do Casseta e Planeta, os cartunistas Adão, Glauco, Laerte, Angeli - pensaram em fazer. Com a apresentadora Priscila (uma sheepdog), o faz-tudo-e-quebra-galho Gilmar; Walter Gate; o puxa-saco Capachildo Capachão; Castilho, o namorado brega da Priscila; Jaca Palladium, o chef da cozinha de sotaque francês que encerrava o programa sempre atropelado pelos funcionários mortos de fome, afinal, o programa realmente terminava antes do meio-dia. Muito embora os trocadilhos não fossem entendidos por crianças, o fato do programa utilizar bonecos em forma de cães para agradar a elas. Afinal, elas já estavam cansadas de ver uma certa apresentadora entrando e saindo de uma nave espacial de segunda a sexta-feira.

Acho que foi assistindo esse programa com meu irmão é que minha mãe, quem diria, assistiu a "Caverna do Dragão" do início ao fim.

Globinho (1980, eu acho) Era um dos programas que eu assistia antes de ir pra escola. Passava de manhã e eu estudava à tarde, então dava tempo pra assistir. Era um formato de telejornal voltado ao público infanto-juvenil, com dicas de ecologia, literatura e também desenhos animados, como a família Barbapapa e as animações em massinha, vindas da Escandinávia. A apresentadora que mais marcou a época da "Globinho" foi Paula Saldanha.

Hoje em dia, não encontro mais programas como esse. Que instrui e diverte ao mesmo tempo. Bem, aqui no Japão, a rede estatal NHK tem um canal somente dedicado a parte educacional. Como se fosse a Rede Cultura. Um dos programas que eu costumava assistir quando dava tempo era ao "Pitagoras Switch", que faziam várias engenhocas com sucata. E pra quem tem filhos beeeeeeeem pequenos, o "Okaasan to Ishoo". Se souberem o que passa de novo na TV tanto aqui, como no Brasil, ou fora de ambos, informe a autora lesada na caixa de mensagens...

7 comments:

  1. Cacasss Iwa, mais uma vez vc tirando as coisas do fundo do bau.
    Vários programas e desenhos ai, marcaram a infancia da galera, faltaram os classicos Caverna do Dragao, Capitão Caverna, Corrida Maluca entre outros
    huahuauha

    bjaooo

    ReplyDelete
  2. Ahhhhh saudades da Tv Colosooooo

    Bom Feriadoo ^^

    Miquilissss
    Bru

    ReplyDelete
  3. Dids, e o mais incrivel que eu adorava a TV ColOsso, e nao dava pra dar a desculpa de "trabalho de pesquisa de escola" porque quando passou, eu ja tinha até me formado! ahahahahah Mas os "crassicos" dos desenhos, eu mencionei, mas vou fazer uma resenha
    Beijos!

    ReplyDelete
  4. Bru e Qui, eu também tenho saudades da TV ColOsso... Era mais divertido que... ah, deixa pra la, pois o pessoal da geração do meu irmao caçula nao sabe o que foi a Globo Cor Especial rs

    Beijos e bom feriado tambem!!!

    ReplyDelete
  5. Tinha muita coisa legal para crianças e muito lixo também. Mas eu adorava todos. Vi muitos desenhos e programas japoneses tb. Vc se lembra? E a Xuxa, vc não gostava?

    bj

    ReplyDelete
  6. Que sauade desses programas antigos... eu ainda peguei o capitão aza, rs... no finalzinho da Tupi.

    Bem legal

    ReplyDelete
  7. Eu não assistia a TV Cultura, fui assistir depois de velha rs. Eu ia na cultura das massas que era SBT e Globo rs.

    Kisu!

    ReplyDelete