Friday, February 05, 2010

Antes terminar assim...

... do que pior. Quando vi o noticiário ontem a noite que o yokozuna Asashoryu estaria se retirando do sumô, a primeira coisa que veio a minha cabeça é que: melhor ter pedido pra sair do que pedirem para ele sair. Bom, mas vai saber se não pediram pra ele sair e ele falar na coletiva que estaria saindo.

Eu sei que no começo ele era um estrangeiro (veio da Mongólia) que começou do zero (assim como todo lutador) e conseguiu chegar ao topo. Mas também existem, claro, as desvantagens de ser o supra sumo do esporte em que peso é pré requisito básico. Bastou fazer um deslize que já começaria a denegrir a imagem. Mas também, hão de concordar comigo: ao invés de ter dito que iria viajar no meio do campeonato porque o pessoal de seu país natal queria fazer algo e tinha que ser naquele dia mesmo, o yokozuna em questão dá a desculpa que está doente e aparece na TV muito saudável e jogando bola.

Tá, depois o pessoal esqueceu, passou batido e eis que na semana retrasada, ao sair pra comer fora, depois de alguns tragos a mais, resolveu bater no gerente ou transeunte ou frequentador do izakaya que estava e o caso foi parar na polícia, ainda mais na famosa Nishi-Azabu (pra quem não sabe, fica em Roppongi).

Hoje, enquanto escrevo esse texto meio nas pressas (mas necessário, não ia deixar passar batido), o pronunciamento oficial perante a imprensa: "Estou me retirando do sumô".

Bem, antes pedir pra sair do que ser pedido pra sair...

(No meu post de ontem, lembra que falei da nomeação de Takanohana pra direção da associação? Talvez uma das primeiras coisas que iria fazer seria rebaixar Asashoryu de categoria, o que não pegaria bem e pra conseguir de novo mais trabalho. Acho que foi por isso que pediu demissão do esporte, para que ainda consiga ser chamado de yokozuna...)

5 comments:

  1. Asashoryu quis ser esperto demais e acabou assinando atestado de otário. Não duvido que acabe indo parar no MMA (Mixed Martial Arts, antes chamado de "vale-tudo") assim como outro sumotori estrangeiro que atingiu o posto de Yokozuna: Taro Akebono, sendo que Akebono, em 13 lutas, perdeu 12, sendo duas derrotas consecutivas para Choi Hong-man (um coreano de quase 2m20 que consegue esmagar maçãs com uma das mãos), e foi nocauteado duas vezes contra lutadores brasileiros.

    ReplyDelete
  2. Ih não entendo nadinha de sumo, menos ainda quem era esse tio rs...

    Bom Fim de Semana!
    Miquilis
    Bru

    ReplyDelete
  3. Não sei nao, MP Kouhaku...
    Certo quem fizeram foram Musashimaru que chegou a fazer comercial da SoftBank com o Brad Pitt e o Konishiki que volta e meia aparece em programas de variedades.

    Takanohana tambem apareceu em programas de variedades e no comercial de postos de combustiveis Eneos.

    Pra ver como a vida pós sumo pode ser ou nao facil...

    Bru e Qui: eu tambem não entendo nadica de nada rs

    ReplyDelete
  4. Serei sincera como sou sempre: não me apetece o sumô por causa das bundas gordas que lá estão rs... Mas acho bem louco o lance de jogarem as almofadas quando o cara devia ser campeão e não foi rs...

    Kisu!

    ReplyDelete
  5. Bah, imagina assistir ao vivo rs
    Minha amiga japonesa foi uma vez, mas no lugar mais barato. Bem em frente a arena, é bem mais caro por motivos obvios.
    Eu nao tinha entendido o lance das almofadas, mas namorido kinguio explicou justamente o que voce disse...
    Sei que é um esporte milenar, mas quem é que gostaria de ver dois gordinhos se pegando e cair no meio da platéia???

    Beijos!!!

    ReplyDelete