Thursday, February 04, 2010

Dia da Marmota, Exorcismo do Inverno, e outros assuntos aleatórios


Marmota marrom: - Solzinho gostoso hein?
Marmota cinza: - Pois é, e ainda tem marmota que prefere voltar pra toca a tentar pegar uma corzinha...

Dia 2 de fevereiro, além de ter visto o que restou da neve que caiu no primeiro dia do mês, acabei-me por lembrar de um fato curioso que só acontece nos Isteites, quase no final do inverno (o que pra mim, depois da neve, virou o início dele). Se alguém assistiu aquele filme com Bill Murray - "Feitiço do Tempo" - o título original chama-se "The Groundhog Day". Ou "O Dia da Marmota", data que os ianques comemoram a prévia da primavera (ou amaldiçoar mais seis semanas de frio de gelar ossos).

Estranho os americanos terem o Dia da Marmota? Ora, se aqui já tem o "Dia do Tom Cruise", no Brasil cada Estado ter o seu feriado, e no mundo até o dia do Orgasmo...

Lembro-me desta data devido a uma história (muito antiga por sinal) de uma revista em quadrinhos (era a revista "Luluzinha", na década de 1970) em que mencionava sobre o dia da Marmota. Nos Estados Unidos, mais exatamente em 2 de fevereiro, se a marmota sai da toca em um dia nublado, significa que a primavera logo vai chegar. Agora, se for um dia de sol mas se a marmota vê sua própria sombra, ela volta pra toca e o frio dura por mais seis semanas.

Quem assistiu ao filme que mencionei, o fato realmente existe. E a "cidade oficial do dia da Marmota" fica num lugar de dificil acesso no Estado de Pittsburgh, com um nome mais difícil ainda - Punxsutawney - onde vive a marmota Punxsutawney Phil, que prediz se o inverno acaba logo ou não. E o fenômeno existe há 100 anos. E dizem que Phil tem essa idade, e o "segredo" da longevidade seria a vida com a marmota Phyllis e muita comida. Sei...

E outro detalhe: não é qualquer marmota que tem essa "proeza". Tem que ser da espécime Marmota monax, muito comum nos Estados Unidos. Digo entre aspas porque muita gente não confia 100% na previsão de marmota. Oras, se a gente também não confia 100% na previsão do tempo que passa na rádio, TV, internet... Mas as previsões da marmota têm uma margem de erro muito grande, então, os mais descrentes preferem confiar mais numa aposta de cara ou coroa do que no roedor.

Mas que os americanos ficam na expectativa, ah, isso ficam... Senão, eles não fariam até um site oficial do evento!

Falando em inverno, festividades e fatos curiosos, aqui no Japão, ontem dia 3 de fevereiro, foi o Setsubun no Hi, o que seria "o fim do inverno" no calendário chinês. Se bem que, depois da neve que despencou na região de Kanto, o inverno começou de vez em fevereiro mesmo. Bom, contradições à parte, a data, comemorada desde Hokkaido até Okinawa, pode não ser feriado nacional, mas muita gente vai aos templos para espantar demônios e trazer boa sorte.

Por que o uso dos grãos de soja para jogar em cima do oni (demônio)? Para que espantem a má sorte e traga saúde. Para afugentar os maus espíritos e trazer boa sorte pro ano todo. Atualmente, dependendo da região (mais ao norte) usam ... amendoim! Sim, amendoim. Eu não sabia, até que vi o noticiário na TV sobre o evento e mostrou o mapa onde o amendoim é usado no lugar da soja torrada (Yamanashi, Tochigi e toda a região Tohoku e Hokkaido). E olha que meu ojichan materno era de Hokkaido e nunca falou deste detalhe pra gente.

Sem falar também de outro detalhe, que não sabia que era para o evento e comer inteiro: o sushi enrolado chamado "ehomaki"(恵方巻き), que deve-se comer inteiro, e ficar do lado que dá sorte. Minha mãe fazia toda vez que vinha as Visitas ou quando tinha houji (missa budista feita em casa), mas cortava em rodelas. Dava um trabalho enrolar, mas o resultado valia a pena. A minha Catarina agradecia.

Mas, se quiserem mais sobre o Setsubun, nosso amigo Alexandre (do "Lost in Japan"), fez uma matéria muito mais completa sobre o evento, chamado "Exorcismo no Ultimo dia do Inverno". Visitem o site dele que vale a pena, e não estou fazendo merchã, estou aconselhando e ele antecipadamente vai agradecer eheh.

Não ia falar, mas como todo noticiário não falam de outra coisa a não ser política e sumô, só uma nota pra não passar batido e fazer jus ao "assunto aleatório": o ex-yokozuna Takanohana (irmão mais velho do também ex-yokozuna Wakanohana, que, quando ganharam o campeonato, era a primeira vez que dois irmãos viraram yokozuna, o supra-sumo do sumô) foi eleito diretor da associação do sumô, mesmo sob represália dos mais velhos devido ao fato de Takanohana ser muito novo para assumir um cargo muito alto na associação, mas do jeito que a situação anda, o que vier pra mudar seria lucro.

Pesquisa sobre "O Dia da Marmota" no site MetSul Meteorologia e no site oficial da cidade Punxsutawney, em Pittsburgh.

Mais informações sobre o Setsbun, visitem o site do Alexandre Mauj, no "Lost in Japan".

4 comments:

  1. Kiyomi.
    Como vc adivinhou que eu ia agradecer? rs
    Agradeço com gosto, pq fiquei contente com o link. Me senti prestigiado, ainda mais vindo do seu blog que sempre os posts são muito bem escritos, basados, completos.
    Obrigado mesmo.

    Não conhecia essa história da marmota. Eu não vi o filme...ou se vi não lembro (tenho uma memória péssima para filmes... coisa triste. Pra mim "O Vento Levou" sempre tem sabor de filme inédito hahahah).
    Queria ir nessa cidade da marmota, só pra ver os bichinhos... devem ser mto bonitinhos.


    Outra peça da memória: morei em Tochigi, lá o setsubun é com amendoim! Amendoim seria uma versão grã-fina do povo do norte, mais rico que o povo do sul (aonde surgiu o setsubun).
    E até com milho. Dizem que é por causa dos animais, para eles comerem os grãos mais facilmente. E eu nem escrevi sobre isso no blog.

    vou complementar rs. ainda bem q vc me lembrou.
    bjos

    ReplyDelete
  2. Alexandre, você é quem traz mais assuntos completos. Com fotos. O meu, eu tenho que ficar pesquisando pra não virar uma marmota, ops, toupeira. rs
    Não se preocupe, o filme também nao assisti. Se você conseguir ir na cidade das marmotas, depois me conta, pois como disse é de dificil acesso (o filme NAO foi feito lá, o que foi pena).
    Eu não sabia porque o amendoim, agora sei!

    Beijo se cuida!

    ReplyDelete
  3. E no Brasil, mais precisamente no Rio de Janeiro (para onde me mudarei em breve) deu 43 graus.

    A marmota não só seria forçada a sair de sua toca como teria que comprar um ar-condicionado para não ser assada viva na sua toca.

    ReplyDelete
  4. MP Kouhaku,
    Não esquece de incluir protetor solar, e beba muita água pra não desidratar.
    A história da marmota e previsão de fim de inverno (furada), acaba virando evento com direito a festa. Mas se fosse no Brasil, como você mesmo disse, ela teria que ter era um ar condicionado na toca pra não virar uma sauna rs

    ReplyDelete