Monday, June 14, 2010

Em breve, nova novela no blog


Entra estação do ano, sai a outra e aqui no Japão as novelas que passam na TV mudam depois de 12 capítulos (ou 24 dependendo do enredo, exceto os Taiga Dorama que além de ambientado na era Kamakura em diante, como foi a novela "Teichijin" com o Satoshi Tsumabuki e está sendo agora com "Ryomaden" com vocês sabem com quem, leva um ano).

Quem começou a acompanhar este sítio desde fevereiro ou março deste ano, percebeu que destes meses pra cá, eu e namorido kinguio estamos levando uma vida que seria perfeito pro enredo de novela daqui. Sim, devido ao trabalho do namorido, ele está no shitamachi (bairro velho mas mais residencial que baladeiro) de Tóquio e eu aqui em Yokohama, cidade que "adotamos" desde 2002. E desde então, procurar um lar para nós dois de novo vai se arrastando...

Pior ainda é que, na verdade, estou desde 2007 naquelas de pensar "a gente muda de casa ou não", mais naquela época mudar pr'uma casa mais perto da estação de trem, pois depender sempre de ônibus, tem hora que não dá. Só o tempo que levo da estação-casa de ônibus, dava pra fazer muita coisa, ou ainda, nem depender de horário quando pego um dos últimos trens pra voltar pra casa depois da saideira.

Eu sei que vão me perguntar: "e até agora não mudaram por qual motivo?", mas aqui nesta região, não é fácil alugar um apartamento, uma casa, que seja. Existem vários fatores que eu contei no "Em Busca do Cafofo Desejado". Eu sei também que vão me dizer que "morar em região x ou y está mais fácil", mas lembrem-se que eu trabalho em Tóquio e acho que até quando me aposentar (no Brasil) ainda estarei por algum tempo por lá.

Ultimamente, nossa questão financeira anda no sentido "não sobra taaaaanto assim mas também não falta". Afinal, temos contas a pagar como qualquer cidadão normal aqui (aluguel, telefone, imposto residencial, seguro-saúde...). E pra alugar um apartamento aqui, eu volto a dizer: não é fácil, não, gente. Sem falar que, pra sair de onde estamos, vai outra nota alta...

Como muitos de meus fiéis leitores já disseram "essa sua saga da procura do cafofo novo vai render uma novela". Pior que vai mesmo. Se virasse novela na TV japonesa, ela se encaixaria no horário das nove da noite, toda terça ou quarta (são os dias que geralmente eles colocam tragicomédias românticas, porque de segunda seria exclusivo da FujiTV e tem que ter enredo bombástico, com atores apaixonantes e que dê audiência...)

Tentarei contar em partes como é tentar alugar um apertamento novo (no meu ponto de vista, pois a gente só descobre quando a gente mesmo acaba enfrentando com cara (de pau), coragem (onde?) e gastando o (pouco que sei de) japonês com os (as) atendentes das imobiliárias deste Japão. Apesar que contei uma amostra no artigo aqui, que por sinal estará fazendo parte dos artigos mais comentados do ano, se preparem.

Ilustração: retirada do antigo site oficial do Snoopy e era um wallpaper para seu PC. Eu tinha este wallpaper quando ainda possuíamos um velho porém quebra galho Hitachi com Windows 2000ME, vê se pode! (Atualmente estou com o Sony Vaio Type L e com Windows Vista. Eu sei que preciso me atualizar mais, mas as condições ainda não são favoráveis, tenham fé.)

4 comments:

  1. Ih, e ainda nada de encontrar a nova morada?

    ReplyDelete
  2. Eu já morei em Tokyo e sei como é complicado! Praticamente só sobra os gaijin house da vida que eh horrível.
    Ou um apatinho pequeno, mas que custa sempre algo em torno de 80 mil ienes...
    Não é fácil. Ainda mais que muitas vezes só alugam aqueles apato mto afastados (já em Saitama, por exemplo)...

    boa sorte!
    qdo morava ai consegui apato (regular) naquelas revistas em inglês que distribuem. até que foi bom, não tava caro e o apato não era ruim.
    bjs

    ReplyDelete
  3. Se alguém com Sony Vaio e Windows Vista precisa se atualizar, imagine quem tem um Itautec! Hahahahah

    Mas vai ser legal acompanhar essa saga, torcendo por um merecido final feliz!

    ReplyDelete
  4. Desabafando, ainda não. Pior que agora a gente vai ter que dar um tempinho pois até setembro estamos com outras prioridades (renovação de visto de permanência e da carteira de motorista de ambos). Mas isso não quer dizer que eu não esteja pesquisando... Um dia sai rs
    Beijao e gostei do seu artigo sobre felicidade :)

    Alexandre, você que sofreu na pele e no bolso sabe como é morar nesta região onde me escondo. Gaijin house todo mundo que morou em um sempre carrega alguma trauma de lá, queremos nos isentar disto.
    Dependendo do apertamento (no sentido literal), por menos de 80 mil nao encontra, e se encontra, sabe né?
    Ah, a revista em ingles... eu sei: Metropolis! Eu preciso voltar a pegar essas revistas...
    Beijao!

    Felipe, eu tive um Itautec nos tempos que a internet era discada e controlada em casa hahaha E ainda eu usava WINDOWS 95!!!! Levando em conta que isso foi mais de quinze anos atras rs Hoje, claro, as coisas melhoraram (ou nao).
    A saga continuará até encontrar o dito apertamento. Ou nao. haha

    Abração!

    ReplyDelete