Thursday, October 21, 2010

Atrasada, eu sei

Perdão a demora em ficar postando as novidades pero no mucho mas desde a última postagem estou numa correria só e olha que ainda estou tendo tempo para:

- Ficar respondendo e-mails;
- Ficar respondendo os comentários (e quando dá nos dos amigos também);
- Navegando nas comunidades;
- Navegando na internet procurando sobre conversação formal;
- Atualizar nos noticiários;
- Estudar língua japonesa;
- Ficar ouvindo música;
- Trabalhar...

Sem falar alguns deveres de toda dona de casa.

Talvez nova postagem entre sexta ou sábado, vai depender de muita coisa mesmo. Mas enquanto postagem nova não chega, assistam a alguns vídeos (se ninguém resolver retirar depois...)



Smap - "Oretachi ni Ashita ga Aru" (1995): Era da novela "Jinsei wa Jouda", com Takuya Kimura e Masatoshi Hamada (a metade da dupla humorística DownTown). O título da música era a paródia da tradução em japonês para o filme "Bonnie and Clyde" (que aqui ficou "Oretachi ni Ashita ga Nai", ou "Para nós não existirá o amanhã"). Aqui, o quinteto aparece com os veteraníssimos The Ventures. Mas a versão original consta aqui, quando eles eram seis e visual "nosso passado nos condena".



Masaharu Fukuyama - "Heart" (1996). Da época que ele era novinho, cabelo curto e batendo cartão nos programas de TV. Apesar de estar com quarenta e um anos, cabelo comprido mas continua batendo ponto nos programas de TV, pra essa autora lesada, Masaharu sempre vai ser Masaharu (apesar que quase toda enquete que se preze o coitado sempre fica em segundo), mesmo no bem no início de carreira ter aparecido no Music Station com a calça enfiada na zona do aconchego (desculpa furada: ele sempre alega que no início de carreira, ele mal tinha dinheiro pra comer, tinha que fazer alguns servicinhos e o primeiro show nem mosca apareceu) e ter um single com uma capa pra lá de pervertido, como "Peach!" (que nos shows é um festival de fogos de artificio e serpentina disparada no meio da arena).



Para lembrar de antigamente, eis um dos desenhos que eu adoro: "Donald's Dilemma" (1947, eu acho). Passava ad nauseaum nas manhãs de domingo, de semana, na TV. Só encontrei em inglês, mas quem assistiu nos tempos do programa "Disneylandia", deve lembrar. Quando um vaso cai na cabeça do Pato Donald, uma voz interna sugere que ele vire um grande cantor (na época, quem fazia sucesso era o Frank Sinatra) e acaba esquecendo da Margarida. Ela recorre ao psicanalista para encontrar a solução para ter o namorado de volta. Outro que também lembro, era o desenho em que Pluto acaba virando cantor, mas de uma forma bem inusitada, mas original.

Bem, depois a gente volta com mais novidades... (espero!)

4 comments:

  1. Também ando na correria...fazendo mtas coisas..rsrsrs..tentando dar conta de tudo!

    ReplyDelete
  2. Meu trabalho é ótimo, mas eu chego no sábado exausto.

    ReplyDelete
  3. Bom, eu estou na fase de não querer mais me comprometer a nada rs... tô querendo me livrar das obrigações pra poder fazer as coisas voluntariamente rs... tudo bem q tá difícil... mas de qq forma, mesmo eliminando as coisas, sempre fica corrido... rs mas ainda sim, tenho mais qualidade de vida aqui do que qdo morava ai.

    Kisu!

    ReplyDelete
  4. Respondendo tudo atrasado, mas vamos lá...

    Desabafando, apesar de eu estar nessa correria, ainda reservo um tempo pra mim mesma, senão como fico? Nem que seja cozinhar algo diferente, bater perna e percorrer o bairro de bicicleta haha Mas logo logo acho que tudo se ajeita!
    Beijao!

    MP Kouhaku, pelo seu serviço, eu entendo - a cabeça fica a mil, necessitando descarregar. Eu tento assistindo aos j-doramas atrasados ou programas de variedades ou caminhar ou andar de bicicleta pelo bairro tambem. Ah, cozinhar tambem...

    Bah, ainda mais que voce está na reta final, resfriada mas sei que voce dá conta, mas tambem a gente tem que ter um tempo pra nos mesmas, como disse. Eu sei como é o modo de vida aí, porque antes eu fazia mil coisas e ainda sobrava! Hoje, nem te falo...
    (PS.: lembrei de voce por causa da novela "Kisarazu Cat's Eye", motivos obvios)
    Beijao!

    ReplyDelete