Thursday, February 17, 2011

Sete Coisas Sobre Mim em Sete Dias... (Sexto Dia)

Um dia aprenderei na tentativa e erro a decorar cupcakes como esses...

Voltando ao meme que ao invés de ser dia corrido, tá que a lesada autora aqui conseguiu. Mas não importa, melhor assim pra ninguém cansar da mesma batedeira de sempre. Um fato inesperado aconteceu onde me escondo, é que segunda-feira à noite despencou uma boa neve. Como assim?! Enquanto em Hokkaido, extremo norte do Japão, daqui a pouco a neve derrete, sem antes eles fazerem o famoso festival de inverno, com aquelas esculturas lindas lindas de neve e gelo, aqui em Yokohama, neve mesmo só em fevereiro...

Sete Coisas que eu Adoro:


- Minhas raízes (Brasil e Japão).
(Sim, nasci no Brasil. Típica caipira do interior de São Paulo, com direito a sotaque bem carregado, daquelas que puxam o "erre", fala acentuado e ainda por cima insiste em dizer que a tal tiara que segura a franja do cabelo das mulheres - e alguns homens - se chama arquinho. Com o erre pronunciado. Sem falar que minha ascendência vem de Hokkaido, Kagawa e Kumamoto. Daí minha brancura total, ser tampinha e detestar o tal natoo. Explico um dia o porquê...)
- Ler, estudar e adquirir conhecimentos.
(Nunca é tarde para se aprender alguma coisa. Na verdade, sempre estamos em constante aprendizado. Seja no aprender propriamente dito, seja no aprendizado no cotidiano. Dizem que aprendemos com os erros, mas insistir no mesmo, seria idiotice, mas aí é outra história...)
- Frequentar bibliotecas, livrarias, lojas de CDs...
(Lembram que eu falei que se saírem comigo e se perderem em Shibuya, me encontrem na Tower Records de lá? Pois é: eu sou uma verdadeira rata de biblioteca, frequentadora de livrarias - seja as de livros novos como a Book-Off - a maior rede de livros, CDs e DVDs de segunda mão que pode fazer um belo escambo - e sempre indo que possível em lojas de CDs, como Tsutaya e Tower Records. Muito da língua japonesa eu aprendi me virando nessas lojas, sem falar que enriquece a cultura.)
- Conhecer lugares diferentes.
(Não parece, mas adoro passear. Conhecer lugares novos e diferentes. Nem que seja na vizinhança que, fazem oito anos que moro em Totsuka e não conheço nem a metade da cidade, que vergonha, mas aos poucos a gente acaba descobrindo. Desde descobrir um parque a alguns metros de casa até um restaurante bem pitoresco no meio do nada. Mas que ainda vou a Hokkaido e Kumamoto - os dois extremos da minha ascendência -, eu vou.)
- Minha família.
(Não precisa falar mais nada. Por mais que a gente leve uma vida independente, já andar com as próprias pernas, a gente ainda tem aquele laço indestrutível com os pais, irmãos, primos...)
- Boa companhia.
(Quem não quer uma boa companhia para bater papo, trocar idéias e confabular?)
- Doces.
(Não tenho jeito: sou uma formiga em forma de gente. Adoro doces. Só que há um grande paradoxo nisso tudo - eu NAO adoço de jeito algum leite, café e chá preto. Tomo do jeito que está mesmo. Tá, no caso do leite, costumo adoçar com mel. O que eu quis dizer é que não adoço com açucar nem adoçante. E adoro doces - apesar de um brigadeiro ou qualquer doce do Brasil hoje mal consigo passar da segunda bocada. Motivo: acostumei-me com os doces daqui do Japão, que são leves e nada enjoativos, acho que por isso que uma fatia de bolo não basta.)


Ah, eu sei que vocês vão me dizer - "mas você não gosta de j-dorama que tanto fala?", "cadê seus ídalos Masaharu, Kimura e companhia?", "e do seu digníssimo cara metade que te atura?" -, mas esta parte do meme eu revelo AS OUTRAS coisas que eu adoro e que dificilmente eu menciono. Tirando a parte de rata de livraria e doceira compulsiva, o resto quase nunca mencionava...

Foto: via seo gugol

9 comments:

  1. doce é quase unanimidade mundial... Gosto também dos doces japoeses. Acho-os finos,para pladares requintados... Mas eu ADORO aqueles doces de fazenda: doce de leite, de abóbora,cocada... Uhmmmm

    ReplyDelete
  2. eu não me peguei surpreso com nada. é o jeito que eu te imagino mesmo.
    gosta de aprender, cultura, tem amor pelas origens (vá até Kumamoto e Hokkaido, agora tá o Yuki Matsuri, é a coisa mais linda...planeja pro ano que vem! Kumamoto tb é uma beleza, Beppu é de matar)

    eu tb adoro doce, os daqui são mais suaves, o paladar não enjoa.

    o dia q eu ficar rico, vou comprar um jornal e te dar a editoria de artes e espetáculo, rs. e te boto pra fazer zangyo na parte cultural rs

    bjs

    ReplyDelete
  3. queridona,
    depois desse post descobri que somos irmas gemeas separadas no nascimento,ahahha...
    eu amo doce e nao troco por nada,
    adoro biblioteca (qualquer lugar onde tenha livro, sebo,livrarias virtuais ou nao...),amo familia,boa conversa e passear.
    :D
    um beijao.

    ReplyDelete
  4. Oi Fabi! Se você estivesse aqui, certamente iria se acabar num buffet que tem em Yokohama somente de doces! Pior que essa loja fica em frente ao cinema onde costumo ir >.< entao imagina o estrago... Mas se tem um doce que eu adoro e raramente encontro aqui é o bendito do beliscão de goiabada, que eu comia quase um quilo sozinha!!! Eu não sei como se chama em outros lugares, mas eu conheço essa iguaria como esse nome...
    Beijao!!!

    ReplyDelete
  5. Alexandre, olha que vou cobrar essa do jornal hahaha
    Quanto ao meu amor pelas origens, se você me conhecesse falando, você logo iria dizer "caramba, essa não nega mesmo o sotaque caipira!!!" haha

    Se tudo der certo, espero mesmo ano que vem ir pra Hokkaido. Kumamoto espero ir neste ano, nem que seja ir e voltar no mesmo dia com aquele novo shinkansen...

    Beijao!!^^

    ReplyDelete
  6. Andreia, também acho que fomos separadas na maternidade hahaha
    Vi seu post do granizo, e aqui parou de nevar. Quero dizer, em Yokohama parou de nevar, mas em compensação na quinta-feira despencou um toró...
    Beijao!

    ReplyDelete
  7. Ahhhh que delícia de coisas gostosas rs... adoro doces também... principalmente os do japão que acostuam mesmo a não comer somente um pedaço e sim aquele bolo inteiro do Fujiya que mais parece um pedaçõ dos bolos do Brasil rs...

    Kisu!

    ReplyDelete
  8. Bah, nem fale dos bolos da Fujiya que eu adoro!!! Aliás, qualquer bolo aqui, inclusive aqueles de 100 yen que vendia no supermercado (tinha cada um mais suculento que outro) e não encontro mais...
    Beijao!

    ReplyDelete
  9. Kiyomi,
    Também fico com os doces...kkkkk
    E gosto muito dos doces do Japão.
    Tanto, que o melhor doce que provei até hoje, é daí.
    Um soufle de queijo super fofo...ai que saudades!!!!!!!!
    Agora, café sem adoçante, não consigo tomar.
    engraçado que tomo chá verde numa boa.
    também adoro viajar e passear, principalmente, quando o roteiro inclui passeios gastronomicos..kkkkk
    beijos

    ReplyDelete