Sunday, September 04, 2011

Descobrindo Lugares Novos


Embora eu tenha treze anos de Japão (sendo quase nove em Yokohama), não conheço nem um terço do Japão, algo que tenho que criar mais vergonha na cara e ao menos ir nas províncias onde minha família nasceu.

Mas o que me consola é que tem muitas pessoas que nem conhecem o bairro onde mora.

O Japão, por possuir TANTOS lugares interessantes para conhecer, muitas vezes passam batido por muitas pessoas, ou por falta de curiosidade ou divulgação. Experiência própria: fui descobrir depois de quatro anos morando em Yokohama que perto de minha casa tinham dois parques...

Felizmente, existem guias e mais guias, mas um que achei o mais fácil, bem mais ilustrado e explicado, são as revistas quinzenais da série "Walker", da Kadokawa Magazine. O primeiro nome seria o nome da cidade ou província onde a revista é veiculada, como por exemplo Tokyo Walker, Yokohama Walker, Chiba Walker, Kansai Walker. Claro que muito conteúdo muda também. Essas revistas informam o que tem de bom, gostoso e barato para se divertir, passear e comer.


A revista traz o calendário de eventos (shows), gastronomia, lançamento de novas guloseimas, passeios... que ocorrerão nos quinze dias, com um breve resumo para os de extrema importância.


A edição da semana de 24 de agosto a 6 de setembro, um dos destaques é a inauguração do museu Fujiko F. Fujio, criador do personagem Doramon, Kaibutsu-ku, Paa-man, entre outros, na cidade de Kawasaki. Através de fotos, explica-se cada detalhe sobre o museu e arredores.

Outro assunto de destaque - geralmente o carro-chefe da revista - seriam locais que se consegue bons descontos. Nessa edição, seriam os onsens (fontes térmicas) e spas. Dependendo do local e época, pode conseguir entrada gratuita e aproveitar para relaxar.


Momento #gordasafada - onde comer bem e barato. A revista traz informações de novos locais para degustação, pratos principais e dicas dos staffs dos locais. Inclusive traz mapa para chegar ao local, horário de funcionamento, etc. Bem como apresenta-se o ranking do melhor em lojas de conveniência e seus lançamentos.


Apesar da revista apresentada nesta postagem seja a Yokohama Walker, nada impede que ela informe sobre outros pontos da região da província de Kanagawa. Aqui, falando sobre locais onde pode comprar e comer frutas direto da árvore. Durante o mês de setembro, em Kanagawa, está sendo época de pera d'agua e uvas. Embora o preço (por quilo) ser meio salgadinho, vale a pena. Recomendo também ir numa fazenda onde o sorvete é feito na hora sem conservantes.


Geralmente a capa da revista traz alguma personalidade japonesa famosa, devido a algum evento que ela for fazer naquela quinzena. Neste caso, a capa da quinzena agosto e setembro é Sho Sakurai, devido a divulgação do mais recente (e esperado) filme adaptado do best seller "Kamisama no Karute". Nas páginas internas, uma breve entrevista e comentário sobre o filme (e um ensaio fotográfico).

Guia de entretenimento - cinema e televisão. No guia de cinema, traz os filmes e salas onde estão sendo exibidas, com horário, valor do ingresso e os dias em que o ingresso custa mais barato.

Eu sei que nessas alturas do campeonato, vão jogar um monte de pedras falando "p%##@, mas está tudo em japonês". Bem, queriam que estivesse como? E outra: uma boa chance de aprender o idioma e conhecer os lugares. Conheci pessoas bem próximas a mim que moraram mais de uma década aqui e disse que só conhecia o caminho trabalho-casa. Eu sei também que muita gente vai me criticar, dizendo "aqui, a gente só veio pra juntar uma grana e cair fora", mas respeitem quem está aqui e quer conhecer, mesmo errando na comida, no trem pro destino e pensar que um lamen de pimenta vermelha fosse de tomate (sim, quem acompanha aqui, sabe da triste história).

Revista Yokohama Walker - edição quinzenal da Kadokawa Magazine, encontrada em lojas de conveniência, livrarias, quiosques de banca de revistas e guloseimas nas estações de trem. Mas dependendo da província onde mora, pode ser Chubu Walker (Aichi e região), Hokkaido Walker, Tohoku Walker, Chiba Walker, Kyushu Walker...


Preço: 350 ienes. Tem 108 páginas.


Home page: www.walkerplus.com


Fotos: da autora porque ela comprou a revista...


(Postagem feita a pedidos das amigas no twitter @D_Hatsu e @IsaGabriella durante um surto ou outro e postei a foto da capa da revista no twitter pra elas)

8 comments:

  1. A-D-O-R-E-I a matéria! Tem bastante informação sobre o lugar! É mais um aprendizado sobre a cultura japonesa. Geralmente se sabe mais sobre Tóquio e outros lugares.
    E vc não é a única, eu que nasci aqui em Curitiba não conheço nem um terço da cidade!

    Abraços

    ReplyDelete
  2. Meu marido é um exemplo de não conhecer o local onde mora. Perguntei pra ele: o que tem pra fazer aí em komagane? Ele me responde: Nada.
    Fui no Google e achei uns parques lindos, museu, lugares para visitar, castelos, por ser interior rodeado por montanhas, tem muita área verde e rios...já que ele não conhece então já estou planejando as visitas rsrsrs
    A vida é tão corrida: trabalho-casa-cama-trabalho. Que as pessoas acabam não aproveitando os lugares.
    Não sabia que exite revistas assim, gostei de saber!
    Bjs

    ReplyDelete
  3. Ahhhh eu vi o parquinho com o Doraemon rssss foi o que me chamou a atenção, de fato rs...

    Kisu!

    ReplyDelete
  4. Oi Priscila!
    O bom dessas revistas da serie "Walker" é que eles exploram bem a região. Pra ter uma idéia, perto de casa tem um lugar que posso comprar uvas e peras direto do local um pouco mais barato e nao sabia! *apanha*
    Sem falar que, apesar do nome da revista que postei (o "Yokohama Walker"), eles exploram a região da provincia de Kanagawa inteira.

    Beijao!

    ReplyDelete
  5. Diana, teria que dar um aviso ao seu marido que ficar nessa vida trabalho-casa-trabalho-casa e nem pegando um dia de folga para conhecer o local, ou ate mesmo as cidades vizinhas, acaba mesmo ficando estressado. Por isso que eu vivo ouvindo de muita gente que "odeia o Japao". Por que? Nao sabe aproveitar o que a cidade onde mora tem a oferecer.
    Quando morei em Minamiashigara, conheci os templos e os parques da cidade e os das cidades vizinhas. Yokohama nem se fala, pois todo dia acabo encontrando algo diferente.
    Eh apenas uma dica.

    Beijao!

    ReplyDelete
  6. Querida amiga Bah (Romina): ah, se voce estivesse aqui, iria amar o Museu do Fujiko Fujio e querer subir no dinossauro pra tirar uma foto com o Doraemon!!
    Eu irei em breve, pois como acabou de inaugurar, deve estar sempre lotado, pois tem horario de entrada (a cada duas horas). E quando for, claro que vai ter resenha! O lado bom: nao fica tao longe de onde moro, mas o Museu Glibli tambem nao fica longe e ate hoje nao fui, que coisa!!!
    Beijao!!!

    ReplyDelete
  7. Olá Kiyomi,
    Lembro que nas estações de trem tinham algumas revistinhas com propaganda de pacotes turísticos e eu sempre pegava e levava para o apato mas como meu nihongo era (e ainda é) muito fraco, não entendia muita coisa e sempre ficava na vontade...

    Quando a Denise ficou sabendo que foi inaugurado o museu do Doraemon ficou aqui desejando estar aí...rs..

    Abs,
    Carlos

    ReplyDelete
  8. Andei sumido justamente porque fui conhecer alguns lugares novos. Fui a SP no começo do mês, levei minha mãe (que não conhecia SP) e meu irmão. Rodamos aquela cidade inteira, até as pernas ficarem cansadas.

    ReplyDelete