Thursday, February 23, 2012

J-Dorama: Entregando de Corpo e Alma no Personagem

Kazunari Ninomiya em "Letters from Iwo Jima" (2007) - o ápice em sua interpretação.
Quando um ator ou uma atriz quer dar maior autenticidade ao personagem que interpreta, não mede esforços, nem que tenha que se submeter a sacrifícios, mas o resultado acaba sendo bem compensador.

Exemplos, bem, não faltam, especialmente em cinema e TV.

Lembro-me bem do filme "A Balada de Narayama" ("Narayama Bushido"), em que a atriz Sumiko Sakamoto, para dar mais realismo ao papel que ela interpretou, extraiu os dentes da frente, ao invés de somente pintá-los de preto (era a senhora que estava prestes a completar 70 anos e o filho a carregava nas costas até Narayama, onde ela poderia ter seu descanso eterno).

Outro caso também, foi o ator Robert de Niro, no filme "O Touro Indomável" ("Raging Bull"), biografia do lutador Jake LaMotta. Treinou boxe por um ano com o verdadeiro LaMotta e ainda engordou 25 quilos para interpretar o personagem já aposentado.

Tom Hanks emagreceu vinte quilos para interpretar o advogado que contrai HIV no filme "Philadelphia", especialmente na fase terminal.

Em j-doramas a situação não muda. Por mais que possam usar efeitos especiais, uso de artífices e o que puder ter ao alcance da produção para que os atores e atrizes não precisem se sacrificar tanto assim e manter a beleza sempre, existem artistas que não medem esforços para dar maior realismo ao personagem que interpretam, mesmo que tenham que perder peso, mudar o corte e côr de cabelo... Eis alguns exemplos - que eu lembrei no momento, mas caso houverem mais, por favor, na caixa de comentários, no twitter (@kiyomiiwasaki)...

Não basta somente interpretar, tem que saber na prática mesmo!


- Takuya Kimura chegou a fazer curso de cabelereiro e tirou até licença para exercer a profissão devido ao seu personagem no dorama "Beautiful Life" (por sinal, um dos doramas de maior audiência na história da TV).

- Goro Inagaki chegou a fazer curso de sommelier (especialista em vinhos) na França, para interpretar um no dorama "Sommelier". Resultado: acabou sendo um aficcionado pela bebida, chegando a indicar qual tipo de vinho seria ideal para certa refeição.

- Toshiaki Karasawa dispensou dublê na cena final da cirurgia na refilmagem do dorama dos anos 70 "Shiroi Kyoto". Ele mesmo fez as cenas.

- Junichi Okada foi outro que dispensou o dublê no dorama e no filme "SP - Security Police" nas cenas de ação. Fez questão de ele mesmo pular de lugares altos, correr pela parede, subir nos carros, mesmo sabendo que poderia se ferir seriamente.
Junichi Okada em cena do filme "SP (Security Police)" - sem dublê nem efeitos especiais!


Dieta forçada...: Para fazer um personagem acima do peso, é relativamente fácil - uso de roupas especiais e enchimentos, tal como a atriz Saki Aibu fez no dorama "Rebound". O mais difícil seria emagrecer...

Akiko Yaida e Tsuyoshi Kusanagi no cartaz de "Boku no Ikiru Michi" (2003)

- Tsuyoshi Kusanagi emagreceu 10 quilos para viver um professor universitário em estágio final da doença no dorama "Boku no Ikiru Michi" - isso porque ele já era magro e muita gente ficou preocupado quando emagreceu mais ainda.

Masahiro Nakai e Yukie Nakama em uma das cenas do filme "Watashi wa Kai ni Naritai" (2008)

- Masahiro Nakai também foi outro que emagreceu mais ainda para interpretar um suposto assassino e desertor de guerra no filme "Watashi wa Kai ni Naritai".

Sho Sakurai como professor da pós-guerra na primeira parte da trilogia "Blackboard"  - além de ter mudado o corte de cabelo, emagreceu para dar mais realismo ao personagem que enfrentou a Segunda Guerra Mundial.

- Para interpretar um professor que sofreu os efeitos da Segunda Guerra no especial de três capítulos "Blackboard" (a sair na primeira semana de abril), Sho Sakurai também teve que emagrecer (não sei dizer quantos quilos chegou a perder).

Shingo Katori na refilmagem do clássico de Yusuke Matsuda - "Yomigaeru Kinrou" (1999). Musculação e dieta.

- No dorama "Yomigaeru Kinrou", Shingo Katori teve que se submeter a musculação para interpretar um assassino de aluguel que se vinga do irmão. Chegou a fazer um ensaio quase in natura para a revista "an-an" em 1999.

Tomohisa Yamashita (esq.) e Yusuke Iseya (dir.) em matéria do jornal na época em que anunciou o filme "Ashita no Joe", com as informações de que, para darem mais realismo aos personagens, fizeram treinamento intensivo a ponto de terem 5% e 3% de gordura em todo o corpo!

- No filme baseado no famoso anime e mangá "Ashita no Joe", Tomohisa Yamashita e Yusuke Iseya fizeram treinamento intensivo de boxe, e chegaram a ter cerca de 3 a 5% de gordura no corpo todo devido aos exercícios diários.

Não se preocupem, que cabelo cresce... Em filmes de época de samurais e xogunatos, fazem-se muito uso de perucas, apliques e maquiagem. Mas dependendo do tipo de filme e personagem, há a necessidade de mudar a cor, cortar, raspar... eu disse raspar?!

Satoshi Ohno como Ryo Naruse
("Maou"/2008)

Sobre mudar a cor das madeixas, nada que uma boa tintura e hidratação possam resolver. Para quem estava acostumado ver Satoshi Ohno com o cabelo quase loiro, muita gente levou um susto quando ele deixou na cor natural (castanho escuro) para interpretar o advogado Ryo Naruse em "Maou" (e voltou a deixar escuro de novo devido ao próximo dorama que fará nesta primavera - "Kagi no kakatta heya"); o ator Satoshi Tsumabuki, sempre teve cabelo escuro, tingiu de loiro para o filme "Akunin" e Osamu Mukai deixou loiro platinado para ser o baixista Taira no filme "BECK"... (Shingo Katori nem incluo, porque ele sempre está mudando a cor das madeixas toda hora!)

Deixar crescer, só mesmo com persistência e nem saber o que seria uma tesoura por meses, tal como fez Masaharu Fukuyama, em meados de 2009 quando participou do filme "Amalfi", quando apareceu de cabelos compridos (e com suporte) e assim deixou, para interpretar o reformista Ryoma Sakamoto, no taiga dorama "Ryomaden". Quando o dorama terminou, no Kouhaku Utagassen de 2010, teve um bom pedaço cortado ao vivo pelo ator Teruyoshi Kagawa.

A cena que emocionou o público no 61 Kouhaku Utagassen - ao vivo no Pacifico Yokohama, Teruyoshi Kagawa corta as longas madeixas de Masaharu Fukuyama - que interpretou Ryoma Sakamoto no taiga dorama "Ryomaden" - indicando que o ciclo havia encerrado.

Agora, cortar radicalmente, temos alguns bons exemplos e nem tiveram medo das reações posteriores... Mas nada de pânico, porque felizmente cabelo cresce e dá pra dar uma disfarçada usando peruca...

Eri Fukatsu, como Sanzou Hoshi, a sacerdotisa.
- Para interpretar a sacerdotisa Sanzou Hoshi, na refilmagem do dorama "Saiyuuki", a atriz Eri Fukatsu raspou os cabelos. Embora passasse boa parte da história usando véu branco.

- Em "Sukoshi wa Ongaeshi ga Dekitakana", história verídica de um estudante universitário que sofre de um tipo raro de câncer, Kazunari Ninomiya raspou os cabelos na parte em que o personagem se submete a quimioterapia. Passou algum tempo usando peruca até o cabelo crescer um pouco - e aproveitou para fazer os filmes "Kiiroi Namida" (ele era o mangaka, ambientado nos anos 60) e "Iwo Jima Kara no Tegami" (no qual fez o soldado Saigo).

- Não bastou apenas emagrecer, como mencionei no item anterior. Masahiro Nakai também raspou os cabelos devido ao personagem no filme "Watashi wa Kai ni Naritai". Passou o ano de 2008 inteiro usando chapéus, bonés, gorros e bandanas até o cabelo crescer. No Bistro SMAP, usava peruca para disfarçar.

- Tatsuya Ueda, do quinteto KAT-TUN, fez corte quase zero nas madeixas ao interpretar um fugitivo no dorama de outono "Runaway".

Karina, no cartaz promocional do dorama
"Daisuki!!" - de cabelo curto!
- Karina, que sempre teve cabelo bem comprido, cortou bem curto para interpretar Yuzu, uma jovem com retardamento mental no dorama "Daisuki!!", baseado no manga do mesmo nome. Logo no primeiro capítulo, quando Yuzu se dá conta de que seu namorado morreu em um acidente e descobre-se sozinha e grávida, num surto, corta os cabelos.

- Yui Aragaki, que também sempre teve cabelos compridos, deixou-os curtos para interpretar Akane Tendou, no live action baseado no famoso anime e manga "Ranma 1/2" (na verdade, até um certo ponto, a personagem tinha cabelos compridos, mas devido a um incidente, Akane deixa-os curtos - o que permaneceu assim até o fim da série). Detalhe: Aragaki não os cortava tão curto desde o ginasial.

Quando a vida imita a arte (e vice versa):


- Osamu Mukai, antes de entrar na carreira artística, enquanto fazia faculdade, trabalhou por bons anos como bartender perto da estação de Yutenji (Tóquio). Gosta tanto de cozinhar que acabou encarando a cozinha em, pelo menos, dois doramas - "Bambino!" e "Hungry!".

- Masahiko Kondo pegou gosto pela velocidade quando foi fazer aulas de direção em um autódromo (por falta de tempo). Resultado: em meados dos anos 90, dedicou-se exclusivamente ao automobilismo e quando tem o Gran Prix de Fórmula 1 no Japão, é comentarista pela Fuji Television.

- Masaharu Fukuyama e Aoi Miyazaki têm um hobby em comum - a fotografia. Ambos já protagonizaram com a câmera em mãos - Fukuyama, no tampatsu dorama "Tengoku no Daisuke", como um fotojornalista cobrindo um atleta do Ekiden; e Miyazaki, no filme "Kamisama no Karute", no papel de Haruka Kurihara, fotógrafa e esposa do médico Ichito Kurihara.

Lembram do anime/mangá "Ranma 1/2" de Rumiko Takahashi? Virou live-action em dezembro de 2011, com destaque para Yui Aragaki, no papel de Akane Tendou.

Estes são alguns exemplos de que, quando quer ser bom ator/ boa atriz, tem que se dedicar completamente ao papel que desempenha. Muitas vezes, os resultados são compensadores, isso podem ter certeza...

Observação: postagem feita a partir das twittadas das minhas amigas arashians e viciadas em doramas, quando saiu a notícia de que Sakurai ia fazer o especial "Blackboard", na parte da pós-guerra e que além de seu personagem ter perdido um braço, emagreceu e mudou o cabelo. E como tem muita hater que se diz "fã", desceram a lenha sobre o cabelo. Oras...


Fotos: via google. 


Fontes: The Doramas, DramaWiki, sites oficiais das emissoras.

7 comments:

  1. Maravilhoso!

    Como já havia citado no twitter o ator dá vida ao personagem, e realmente não basta um bom enredo e temática, se a atuação falha principalmente na hora de dar a alma ao personagem, não tem como dar bons resultados. Como o contrário é veridico muitas vezes a atuação impar salva um enredo fraco!

    Parabéns Excelente Post como Sempre!

    ReplyDelete
  2. Eu quase morri com o cabelo do Osamu Mukai para o filme Beck... hahahaha ~ mas é bem isto... é a profissão deles e eles fazem estas mudanças para o melhor trabalho deles e para nós fãs tb... <33333

    ReplyDelete
  3. Hmm, isso me lembra que Jackie Chan não usa dublês rsss... não que ele seja japonês tb rsss

    Kisu!

    ReplyDelete
  4. Sou eu assinando ai em cima auhauha....

    Kisu!

    ReplyDelete
  5. @Dani-chan!! E' verdade mesmo e sempre frisei quando resenho algo sobre doramas - de nada adianta o enredo ser uma maravilha se o elenco nao ajuda. Mas ja teve enredo ruim e elenco bom que salvaram-se todos no final (confesso que "Marumo ni Okite" demorei pra gostar, mas quando assisti do meio pro final, quis saber o começo e adorei!)
    Beijao, Dani! Surtemos no twitter!

    @gesiane, não foi somente o Mukai que chocou todo mundo com aquele loiro platinado, mas o Mizushima Hiro também teve o grande favor de aparecer no CM da mobage no ano retrasado com aquele cabelo! Mas, se é pro bem da profissão, pode aparecer até de moicano ou pintado de verde que a gente vai continuar gostando do mesmo jeito hahahaha

    @Bah (Romina)é verdade!!! Jackie Chan NAO usa dubles mesmo, tanto que depois que o filme acaba, mostram o making of, inclusive ele já se feriu seriamente em varias delas...

    Beijao minna-sama!!!

    ReplyDelete
  6. Nossa é tão bom os autores se entregando de corpo alma para criar o personagem!
    Assim fica bem mais realista o trama!
    Maravilhoso post! Sempre aprende mais sobre mais sobre a cultura japonesa com eles!

    キス

    ReplyDelete
  7. oooi XD
    gostaria de fazer parceria ?

    ReplyDelete