Saturday, June 30, 2012

Aos Poucos



Quando entramos no verão (japonês), que é dia 20 de junho, eu tenho a certeza de que realmente o ano está acabando e muito depressa desta vez.



Sem falar que, com esse clima maluco que anda tendo, prevejo que o ápice do verão mesmo chegará quase entrando no outono, porque, acreditem - estou saindo de casa pro trabalho de camiseta de manga... comprida!!! Eu sei que eu saio de casa as seis da matina e saio do trabalho às sete da noite, mas mesmo assim, a noite ainda está fresquinho. Dependendo do dia, fez frio daqueles que precisei sair de parka ou eu tremeria muito. Sem exageros.

Aos poucos estou tentando resolver minha situação, que desde que tirei as férias forçadas, desequilibrou tudo. Se bem que continuo meio desequilibrada, mas fazendo o possível para resolver uma boa parte, porque tudo de uma vez só, acabo por me desesperar e não vai sair nada que preste.

Essa minha atual situação está me afetando em todos os sentidos. Inclusive na parte que toca este Empório e demais sites que colaboro, participo e tudo o mais - estou com postagens atrasadas, colaborações idem. E julho entrando e meu rendimento zero. Mas para que eu possa regularizar tudo isso, eu tenho que estar com minha parte emocional e mental em ordem. O que ultimamente não vem acontecendo.

Bem me disseram que eu tenho que ter paciência e fazer aos poucos, porque somente desta forma consegue resolver os problemas. Está surtindo alguns resultados, apesar que existem dias que você tem vontade de ir no cantinho e chorar para desafogar. E vontade de desabafar em algum ombro bem amigo, o que para mim somente à distância mesmo. Mas as palavras de conforto me ajudam, obrigada, de coração.

Mas muita coisa conseguirei resolver no momento em que eu conseguir me libertar de coisas ruins entaladas em mim. E como disse, estou fazendo aos poucos.

Okay, vamos dissipar aquela nuvem negra que paira na gente, levantar a cabeça e seguir adiante com os objetivos que mentalmente tracei e por escrito anotei na agenda, para lembrar sempre de que TENHO que fazer isso, que PRECISO URGENTE resolver aquilo, só desta forma eu consigo fazer. Por enquanto estou sendo paciente para muita coisa, mas sei que, se não tomar alguma providência, a paciência se esgota rapidinho (tal como a bateria do meu celular quando estou voltando pra casa que não sei porque raios ela descarrega de uma forma que nessas horas preciso ter aquele carregador portátil...).

O que me deixa em pé e continuar seguindo, felizmente seria o grande apoio de meus pais (mesmo à distância) e conforto dos poucos mas verdadeiros amigos, que do nada, sem mais nem menos, mandam um recado de apoio e força.

E nessas horas temos que manter fé e esperança.

3 comments:

  1. Kiyomi querida estou esperando seu e-mail viu?
    Realmente temos que ter paciência para algumas porém, além da paciência você tem que acreditar mais em si mesma, de você é capaz e pode realizar tudo aquilo que deseja! Pois a felicidade acredito eu, é para todos porém, para essa felicidade chegar até nós primeiro temos que acreditar que ela existe e sim pra gente!

    Como você mesmo disse chorar faz bem.

    Só não se deixe levar por pensamentos negativos, sempre pensa positivo pois isso influência e muito no seu dia a dia!

    Pra qualquer coisa estarei aqui mesmo que do outro lado mundo pra te dar palavras de conforto!

    Um grande abraço ___________(^^)___________

    キス

    ReplyDelete
  2. Gambatte, Kiyo!!!
    Sempre estaremos aqui, mesmo que do outro lado do mundo!!!!!!
    Espero aproveitar cada segundo com você <3

    ReplyDelete
  3. Mesmo longe, os amigos estão ai pra isso. Vc sabe onde me encontrar se quiser conversar, desabafar, qq coisa assim, viu?

    Fases ruins são boas pra gente pensar como aproveitar as boas.

    Kisu!

    ReplyDelete