Saturday, June 16, 2012

Emoção e Lágrimas

Pelo menos duas cartas lidas ao vivo na televisão, em rede nacional (no caso falo daqui do Japão), emocionaram não somente os membros participantes, mas a platéia e telespectadores.

Uma delas, a mais famosa, foi durante o programa anual "24 Hour Television" (nota: farei uma semana especial sobre esse programa, aguardem) em agosto de 2004, quando o quinteto Arashi foi o main personality daquele ano, apresentando o programa, interagindo com o público e cantando. Quase no final do evento, Masaki Aiba foi chamado para ler a carta que ele mesmo escreveu em agradecimento - e para surpresa dos demais, ninguém sabia!!




"Para os membros do Arashi, escrevi o que sinto.


Fazem cinco anos desde nosso debut, e muitas coisas aconteceram.
Não importa o quanto foi difícil, o quanto foi doloroso, o quanto foi alegre os momentos que tivemos, estamos sempre juntos.


Recentemente, tivemos a chance de trabalharmos em separado.
Estou muito feliz em ver cada um se esforçando, isto me deu ânimo.


Para mim, Arashi é um bom amigo e ainda um bom rival.
Mas quando olho para trás, imagino o quanto dei muito trabalho para os demais membros do grupo e sinto-me pesaroso a respeito disso.


Quando fui internado devido ao pneumotórax, não pude ajudar em nada, mas manter meus pensamentos voltados aos demais membros (do Arashi). Eles tiveram que fazer o trabalho que deveria ser eu a ter feito.


Agora, sempre que olho para a cicatriz no meu lado esquerdo do peito, me dá ânimo e coragem para me esforçar cada vez mais nos meus trabalhos.


Sou realmente grato a eles.


Agora, gostaria de aproveitar essa oportunidade que foi me dada para dizer a eles, estas palavras que eu normalmente me sentiria envergonhado e estranho para dizer.


Matsujun (Jun Matsumoto), obrigado por você sempre pôr Arashi em primeiro lugar, sempre lembrando do Arashi mais do que qualquer um.


Nino (Kazunari Ninomiya), obrigado por entender a situação e sempre fazer-nos felizes.


Sho-kun (Sho Sakurai), obrigado por sempre conseguir unir cinco pessoas de personalidades diferentes e manter esse grupo unido em qualquer momento.


Líder Ohno-kun (Satoshi Ohno), embora você não consiga cobrir todas as responsabilidades como líder, mas nós sempre somos confortados pela sua existência e personalidade. Obrigado, ainda vou continuar a te respeitar como nosso líder.


Eu espero que nós possamos trabalhar juntos no futuro também, e por fim, nos esforçaremos sempre para chegar ao topo, fazendo com que um dia nosso sonho se torne realidade.


Sou muito feliz por ser membro do Arashi.


Masaki Aiba."


Um dos motivos que levou Masaki a escrever esta carta, foi quando, em 2002, durante as filmagens do documentário "All or Nothing", em que ele tocava saxofone, teve que ser internado às pressas com o diagnóstico de pneumotórax, sofreu uma cirurgia que o deixou ausente por mais de um mês, e para complicar mais sua situação, mal havia se recuperado, devido a algumas fotos comprometedoras com uma ex-namorada que vazaram nos tablóides (por conta dela), por pouco não custou seu trabalho na JE (dizem que, se não fosse Kazunari Ninomiya ameaçar sair da JE caso Masaki fosse demitido, o grupo acabaria).

Uma das cenas que fez muitos chorarem - antes de começarem a cantar "HERO", Sho Sakurai (à esquerda, de costas) puxa e abraça Masaki Aiba com muita emoção e vigor (e não largavam mais).
O tema do 24 Hour Television naquele ano era "Seu Sonho é Nosso Sonho". Como no último paragrafo Masaki havia dito "nos esforçaremos para atingir o topo, fazendo com que nosso sonho se torne realidade", três anos depois, em 2007, Arashi foi o terceiro artista a conseguir ter a proeza de fazer shows nos cinco maiores estádios do Japão numa temporada - os cinco Dome: Sapporo Dome,Tokyo Dome, Nagoya Dome, Kyocera Osaka Dome e Yahoo! Fukuoka Dome (os outros dois artistas a conseguirem a proeza foram SMAP e Dreams Come True) e em 2008 conseguirem fazer um concerto no Estádio Olímpico.

Esta carta foi a que fez o grupo ir às lágrimas (especialmente Matsumoto e Ohno, que foram bem visíveis a emoção que sentiram).

A segunda carta que emocionou muita gente, foi recentemente, no programa "Gambarimasu!!", do quinteto SMAP. Desde 2009, os cinco fazem alguma tarefa em separado e divulgam os resultados ao vivo. Desde correr 48 ladeiras de Tóquio, tentar marcar 100 pontos em um karaokê, passar quatro dias comendo somente tomates, fazendo vários trabalhos temporários em 24 horas, foram alguns dos desafios que Masahiro Nakai, Takuya Kimura, Goro Inagaki, Tsuyoshi Kusanagi e Shingo Katori fizeram durante as quatro edições do programa.

Em abril de 2012, cada um escrevia uma carta para outro membro do grupo. A última pessoa a escrever alguma coisa para alguém, foi o líder Nakai, que escreveu uma carta direcionada aos fãs do grupo:


"Para nossos fãs.


Em abril de 1988, foi formado o SMAP. Este ano, será nosso 24o. aniversário. Hoje, através desta troca de cartas, estou mais uma vez lembrando de muitas coisas que aconteceram nestes 24 anos.


Quando um membro de repente saiu do grupo; quando de repente nos tornamos um quarteto: quando um membro de repente casou-se; quando um membro acabou na imprensa marrom... e também, quando um dos membros teve que se ausentar brevemente.


Quando algo deste tipo acontece, eu acredito que cada um sente o coração apertado, frustração, decepção, e outros tipos de reações. Contudo, não somente com vocês - nós, SMAP, cinco de nós, temos sentido a mesma coisa e refletido nisso profundamente.


Mas não importa quando, o que nos salvou e nos apoiou foram todos seus pensamentos e sentimentos para o SMAP.


Somos um grupo deveras estranho. Alguém que continua não sabendo cantar; alguém que continua não sabendo dançar; alguém que odeia perder; alguém que se veste de mulher nas esquetes; alguém que continua dando gafes ao falar. Por aceitarem a gente como somos, muito obrigado. Mas como dissemos, existirão mais momentos de acontecimentos inesperados.


Mas tudo bem se às vezes vocês se sentiram traídos. Jovens são legais, certo? Mas por favor, voltem. Por favor, continuem a pensar na gente. Por favor, fiquem perto da gente. Este ano, SMAP completa 24 anos. Estamos agora na idade em que temos que mostrar mais confiança - o mesmo que vocês fazem para seus pais. Por favor, aproveitem os momentos divertidos. Obrigado por tudo. E daqui por diante, sempre, muito obrigado.


SMAP"


Na verdade, o grupo SMAP foi formado em 1988, mas para uma série de TV que fazia com os veteranos do Hikari Genji. Oficialmente, como grupo musical, foi em 9 de setembro de 1991.

O que Nakai quis dizer no segundo parágrafo, foram os acontecimentos que ocorreram durante todo esse tempo - a saída repentina de Katsuyuki Mori; o casamento de Takuya Kimura com a cantora Shizuka Kudo; o incidente com Goro Inagaki que culminou em quase 150 dias de suspensão (e foi durante a turnê "Ura Smap", em que eles tiveram que seguir como quarteto); teve um período que os cinco apareceram nos tablóides por algum motivo (um deles, o fato de Shingo Katori, em 1999 dizer que a namorada - menor de idade - morava com ele) e o incidente com Tsuyoshi Kusanagi, que passou 40 dias ausente da mídia. Ou seja - eram assuntos considerados "proibidos" pela JE, que foram aos poucos quebrados quando, na primeira edição do programa "Gambarimasu!!", ao mostrarem a capa do primeiro single, apareceu a foto de Mori (que até então omitiam em todos os programas). E no programa especial da NHK - "Professionals" - Inagaki e Kusanagi falaram abertamente sobre os incidentes que tiveram.

E sobre o fato de dizer que o "SMAP é um grupo estranho", Nakai admite que ele mesmo canta mal; que Inagaki até hoje é muito "duro" pra dançar; Kimura odeia perder em qualquer competição que fazem no programa semanal; Katori é o que mais se veste de mulher nas esquetes do programa (incluindo no Bistro) e Kusanagi muitas vezes comete gafes na hora de falar. Mas quis dizer que eles são iguais a qualquer pessoa comum, não porque eles são os top idols que eles vão ser 100% perfeitos, como a mídia (principalmente) e o público acham que eles têm que ser.

Muitos podem achar que "porque são famosos podem falar o que quiser, tudo falso, etc".

Cada cabeça, uma sentença. Interpretem como quiser.

Fotos: via google.











No comments:

Post a Comment