Sunday, July 08, 2012

Uma Pausa para o Café...



Se existe uma coisa que não consegui diminuir o hábito, é tomar café todo santo dia. E não importa se é café feito em casa, enlatado que se compra nas conveniências ou aquele servido nas cafeterias bacanas da cidade, mas eu tenho que tomar pelo menos meio litro diário!



E depois no exame médico anual acusa que eu estou com carência de muitas coisas e eu tenho que ouvir um belo sermão depois (sim, fiquei sabendo que café em excesso, do jeito que eu bebo, causa em mim falta de ferro no sangue).

Voltando... Atualmente, estou indo muito pouco em cafeterias como eu costumava ir anteriormente. Motivo mais por causa do horário ingrato de trabalho que estou tendo e na hora de ir embora, eu já perco um pouco a vontade de parar em alguma cafeteria ou na conveniência. E quando chega final do mês a coisa se agrava porque a falta de fundos chega a ser gritante.

Mas quando eu resolvo parar em alguma cafeteria para esquecer dos problemas, eu costumo ir no Tully's Coffee ou no Mister Donuts. Vão me perguntar - "E o Starbucks, você não vai?". Quando dá na telha, eu vou, mas hoje não seria a cafeteria que eu levaria meus amigos. Explico.

Quando o casal Tabeteimasu veio ao Japão em abril, eu fiz questão de levá-los para o Tully's Coffee que tem no Landmark Tower em Yokohama. E eles gostaram. Mas porquê? Como Starbucks já tem no Brasil (em poucos lugares, mas tem), e eu sei que tem gente que já frequenta, eu que não ia levar para tomar café num lugar que eles já conhecem, né? Seria a mesma coisa que eu levasse eles para lanchar no McDonald's por exemplo. Eu queria que eles conhecessem outras cafeterias que eu sei que no Brasil não tem, como o citado Tully's, Excelsior Cafe, Doutor Coffee, Dean and Deluca e outros menos conhecidos.

Cada estabelecimento tem sua peculiaridade. O Tully's, por exemplo, costumam usar açaí nas bebidas geladas; tem a promoção do combo café ou chá com bolo e sorvete. Fora os lanches quentes e frios e a pizza vegetariana. Em algumas lojas, dá pra usar as tomadas para recarregar as baterias do notebook e do celular (confesso: faço muito isso em Yokohama...).

Outra cafeteria que eu costumava ir quando trabalhava em Ikebukuro, era o Dean and Deluca, rede norte americana. Além dos produtos que dá vontade de levar tudo, mas tenho que me conter financeiramente, minha bebida favorita é no inverno, o Chai Latte. Mas se tiver alguma bebida sazonal que me agrade, eu experimento, como aconteceu quando lançaram o shake de frutas vermelhas. O ruim desta rede é que não tem uma em Yokohama (a maioria fica em Tóquio).

O Excelsior Cafe raramente eu vou. Mas quando tem as bebidas sazonais, como o Sakura Latte, aí podem contar pelo menos três ou quatro idas no estabelecimento, porque é feito de sakura mesmo.

Se eu fizer a lista das cafeterias que conheço aqui, vou levar a vida toda. Mas certamente, quando algum amigo que vier "do estrangeiro" quiser ir tomar café, me perdoem, mas Starbucks seria o último lugar que levaria, porque em quase todo o lugar do mundo existe e seria interessante conhecer outros lugares.

Honey Milk Latte com Cinnamon Roll (pão de canela) no Tully's Coffee de Yokohama.

8 comments:

  1. Nossa Kiyo fiquei com vontade de conhecer essa cafeterias! Aqui em Ctba ainda não tem o famoso Starbucks. Sim eu nunca fui num Starbucks o jeito é esperar sair um aqui e ver se realmente é o que todos dizem...

    Sakura Latte? OMG quero tomar!!! Por quê eu moro no Japão hein? kkkk

    Beijão

    ReplyDelete
    Replies
    1. Priscila, vale a pena frequentar uma de vez em quando.
      Costumo fazer isso quando estou muito esgotada, pra mim café me alivia. Faz efeito contrário em mim, acredita?
      Na verdade, eu meio que enjoei de Starbucks, porque aqui no Japao tem um em cada esquina (ta, exagerei). E quando vem algum conhecido meu me visitar, evito de levar no Starbucks e acabo levando para outras diferentes que muita gente que mora aqui nao conhece!
      Eu tentarei fazer uma postagem das cafeterias que ando frequentando desde que mudei-me para Yokohama.
      Ah! O Sakura Latte so vende em março no Excelsior Cafe. E' leite com sakura e polvilhado com macha (so assim eu consigo encarar o pozinho), mas o sabor é suave e relaxante! Aconselho tomar quente!
      Beijao!!

      Delete
  2. eu tbém sou viciado em café, mas o bom mesmo das cafeterias do Nihon é o aroma, o ambiente do lugar, pois café mesmo é bem ruinzinho, se comparado com os do Brasil (meu gosto, claro). Enjoei do "chafé" aguado do Starbucks, haha. O velho e bom espresso do Brasil, feito com grão moído na hora é 1000 vezes melhor!!

    até!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá fmass!
      Bem, nem todos gostam do café feito aqui no Japão, mas confesso que de tanto que eu tomo café, nem sinto tanta diferença assim. Claro que nada se compara com o nosso café made in Brazil, mas eu tenho que me virar com o que tem aqui hahaha. Geralmente eu compro pó de café na loja da rede Kaldi, que trabalha com vários tipos de grãos.
      No caso do Starbucks, eu evito de levar meus amigos do Brasil lá, especialmente quem mora em Sampa, porque já tem e quero que experimentem outros lugares.
      Mas sinto falta do "média" nos tempos meus de faculdade ~ café com leite e pão com manteiga assado na chapa na hora! =D

      Delete
    2. eu tbém comprava café no Kaldi ;D

      Delete
  3. Olá Kiyomi!
    Você fez uma ótima escolha ao nos levar no Tully's! Starbucks tem bastante aqui e nem é tão bom assim...rs...

    Gostamos bem mais das cafeterias que só tem por aí, entre elas o Tully's e o Dr. Coffee. Fomos na Dean and Deluca mas não gostamos muito. Talvez foi a bebida que escolhemos...

    Faltou ir no Excelsior e no Moriva entre outras...

    O que eu mais tomei foi matcha latte! A Denise até brincou que eu ia ficar verde de tanto tomar matcha! rsrs

    Saudade desses lugares!

    Abs,
    Carlos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Carlos!
      Ainda bem que levei vocês para o Tully's, porque eu já sabia que vocês já estavam cansados do Starbuck's porque pra quem é de Sampa, fatalmente já tinham ido pelo menos duas vezes.
      O ideal seria ir em lugares que é CERTEZA que não tem no Brasil, como Tully's, Excelsior, Doutor Coffee, Dean and Deluca...
      Acho que no Dean and Deluca pode ser mesmo a bebida, porque na verdade, eu costumava tomar Chai Latte e fervendo. E as sazonais, geralmente a base de frutas vermelhas ou chocolate.
      Moriva tem um em Yokohama, entre o Yokohama Stadium e Chinatown, talvez eu vá no final de semana para aproveitar a ida no Yokohama Bunka Center e no Yokohama Art Museum.
      Gomen, mas matcha não desce para mim. Tentei, mas não vai mesmo rsrsrs

      Felicidades pra você e Denise!

      Delete
  4. EU não curtia muito os cafés do Japão, apesar de serem muitos e variados, porque eu tenho um gosto peculiar: só gosto de café preto, puro, com açúcar e tem que ser forte. Então, nada como um coador e pó de café brasileiro. Isso eu não abro mão rs.

    Mas eu gostava dos docins auahauhaua

    Kisu!

    ReplyDelete