Saturday, November 17, 2012

De vez em quando nunca fez mal...



Pelo menos duas ou três vezes no mês eu costumo ir em cafeterias, como Tully's ou Starbucks para obviamente tomar café e relaxar, porque viver somente trabalho-casa-trabalho não dá.



Muitos vão dizer: "Pra que gastar seu suado dinheiro indo em lugares assim, sendo que com o que você pagaria num café lá, você pode comprar o equivalente a um pacote de pó de café dos bons e tomar por um mês todo?" E eu vos digo: o dinheiro é meu e sei o que faço com ele e eu pago minhas contas e não vejo nada de mais ir tomar um café ou frappuccino ou similares. Bem, desde que não exagere, tal como foi uma época em que pelo menos duas ou três vezes por semana, antes de encarar o trabalho, parava numa cafeteria e comprava para ir tomando no tumbler que eu tinha.

Eu tive que dar uma controlada nesse hábito porque 1) café em excesso estava me causando problemas de falta de ferro no meu organismo (nota: três médicos diferentes nos meus exames anuais deram o mesmo diagnóstico quando meus resultados de exame davam "deficit de ferro no sangue") e 2) tive que controlar meus gastos depois que fui obrigada a tirar "férias forçadas"...

Apesar de atualmente estar com meu relógio biológico completamente desregulado, nada me impede de vez em quando dar um pulo em alguma cafeteria e passar algumas horas em um ambiente tranquilo, relaxar e esquecer os problemas da vida, trabalho e acalmar por dentro (se bem que teve época que passava boa parte do tempo quando eu folgava tomando café tamanho gigante e estudando).

Talvez porque de alguns meses para cá eu estava atravessando um período muito ruim em minha vida. Bem, quem nunca passou por altos e baixos na vida, estaria mentindo e muito. Confesso que tive momentos em que pensei jogar tudo pro alto e que tudo se danasse, mas felizmente tive muita força e fé para que eu me segurasse e continuar enfrentando ao invés de desistir. E também com grande apoio da família e dos verdadeiros amigos que pude contar e continuam me ajudando até hoje.

Hoje posso enfrentar uma série de adversidades, tendo que contornar muitas situações desagradáveis, tendo que me segurar para não desabar, mas estou aos poucos me ajustando. E para conseguir o que eu quero, vou ter que batalhar, ter paciência e não ter mais medo, o que antes eu tinha.

E creio que um copo extragrande de sua bebida favorita de vez em quando faz um bem danado.

Foto: da própria autora, tirada via celular, no Starbucks de Mizuho, quando na promoção de Toffee Frappuccino, ganhava um enfeite para árvore de Natal. No caso a raposa, para mim, seria animal símbolo de uma das províncias de minha família ~ Hokkaido.



3 comments:

  1. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ReplyDelete
  2. Podem falar que o café é ruim, ela me ganha no ambiente! Melhor lugar para estudar (e pensar na vida)!

    ReplyDelete
  3. hahahaha Praticamente acho que deixei boa parte do meu kozakai indo nas cafeterias, mas não me arrependo pois além de experimentar novos sabores, dá pra dar uma boa relaxada!

    ReplyDelete