Thursday, June 20, 2013

Trinta Anos? Só podem estar brincando com a gente!

Eu falo que o tempo passa depressa demais e ninguém acredita.



Mas para esse menino, o tempo nem passou para ele. Parece que ele continua o mesmo desde seus dezessete anos. Mas quem comparar as fotos de quando ele tinha dezessete anos e atualmente, que faz trinta (o quêêêê?), vão dizer "ei, você pegou a mesma foto?"

Sem mais delongas, dia 17 de junho, esse menino adorável, talentoso, apronta todas, troll até dizer chega, pão-duro, viciadíssimo em games, compositor, ator, cantor, enfim, completou 17 anos pela 13a. vez.

Estamos falando dele...


... deste distinto menino que se atende pelo nome de Kazunari Ninomiya (Nino, pros mais chegados, rs), que além de tudo isso que mencionei, faz parte de um dos grupos mais populares do Japão (nem por isso ele poupa os próprios colegas).

Assim como fiz no ano passado, os 29 fatos curiosos (pero no mucho, porque teve gente que já sabia), esta vez resolvi fazer diferente e se preparem porque a lista é longa, porque resolvi colocar os TRINTA personagens que ele interpretou em toda sua carreira (e não coloquei em ordem cronológica porque já foi difícil encontrar as imagens...)

 1 - Nijyuuroku ya mairi (二十六夜参り): Especial de TV que passou na emissora TBS em agosto de 1998, é ambientado na Segunda Guerra Mundial, em forma de flashbacks, já que a história acaba se passando cinquenta anos depois. Nino aparece como Okita, um dos três soldados que se tornam kamikaze.
Talvez seja um dorama muito menos conhecido de Ninomiya, porque desconheço se teve algum reprise ou se tem DVD, mas o que sei um pouco que foi baseado no livro escrito pelo ator Tetsuya Takeda (o eterno "Kinpachi-sensei" da série "3Nen B-Gumi Kinpachi-Sensei" e membro do trio Kaientai nos anos 70).

2 - Akimahende!! (あきまへんで!!): Um dos primeiros renzoku dorama que Nino participou, mas não como protagonista, mas como um dos filhos de Junichiro Aoki (interpretado por Shuichiro Moriyama) que enviuvou três vezes e que nunca esqueceu de seu primeiro amor (e acaba casando com ela, desde que seus filhos consigam gostar da nova mãe). Nino interpreta Taiki Aoki, filho do terceiro casamento de Junichiro, estudante do primeiro ano colegial, cujo hobby seria estudar. O dorama foi transmitido pela TBS na temporada de outono de 1998 (sim, um ano antes de Nino entrar para o Arashi...)

Nota: Nesse dorama, participam também os atores Norika Fujiwara, Tamao Nakamura e Katsumi Takahashi (que viria ser um dos grandes amigos de Nino).

3 - Amagi Goe (天城越え): Praticamente foi o primeiro tampatsu dorama que Nino fez depois de ter feito teatro (ele foi o problemático Chris na versão teatral japonesa de "Stand By Me", ou "Conta Comigo", no Brasil). Transmitido pela TBS no primeiro dia do ano de 1998, Nino interpreta Takichi Nishiura, um jovem de 15 anos que foge de casa para se livrar do pai alcóolatra e durante sua viagem solitária, conhece todos os tipos de pessoas, incluindo uma prostituta chamada Hana, que por ter sido acusada por um crime que não cometeu, acabam tendo caminhos separados e Takichi parte para uma nova viagem para encontrá-la.

Nota: Amagigoe também é nome de uma das músicas mais famosas da cantora Sayuri Ishikawa.

Também é nome de uma montanha que situa-se na península de Izu, na província de Shizuoka.

Quando perguntado numa enquete de 2005, na revista "Seventeen", qual era o corte de cabelo que você teve mas quer esquecer", Nino não hesitou em dizer que foi na época de "Amagigoe".

4 - Ao no Honoo (青の炎): Primeiro filme de Nino que protagoniza (muito embora o primeiro filme tenha sido "PIKA☆NCHI ~ Life is Hard dakedo Happy", ele contracena com os demais membros do Arashi). Baseado no livro do mesmo nome do escritor Yusuke Kishi, tanto o livro como o filme foram sucesso (e muita gente lembra até hoje).

Nino interpreta o estudante Shuichi Kushimori, que vivia tranquilamente com sua mãe e meia-irmã, até que seu padrasto retorna e aterroriza a família, incluindo assédio sexual com a meia-irmã. Não aceitando os fatos, Shuichi planeja matar o padrasto de uma forma que pareça que tenha sido natural. Mas não seria nada fácil.

Notas: O filme foi feito na província de Fukui.

Yusuke Kishi também foi conhecido posteriormente pelo livro "Kagi no Kakatta Heya", que foi adaptado em forma de renzoku dorama em 2012, protagonizado por Satoshi Ohno。Em um dos capítulos (em que Enomoto vai resolver um caso em Nagano), aparece uma chama azul, uma mensagem subliminar ao título do filme.

Para quem não sabia, Aya Matsuura era cantora, produzida pelo Tsunku (ex-Sharan-Q). Ela também pode ser vista no dorama "The Quiz Show 2008".

5 - DOOR TO DOOR:  Baseado na história real de Bill Porter, que sofria de paralisia cerebral e trabalhava como vendedor de porta em porta, tornando-se o número um da empresa, não fazendo de sua doença um empecilho para que não conseguisse chegar onde conseguiu.

Foi transmitido pela TBS em março de 2009, em um capítulo único.

Devido a interpretação de Ninomiya neste tampatsu dorama, no mesmo ano, ganhou o prêmio Galaxy Awards de melhor ator tanto para "DOOR TO DOOR", como para "Ryuusei no Kizuna", fazendo com que Nino fosse o primeiro ator na casa dos 20 anos a conseguir esse feito (quando ganhou o prêmio, tinha 25 anos).

Uma resenha muito boa deste dorama pode ser encontrado no "Um Litro de Dorama" da minha amiga Jacque (ó, não estou ganhando $$$ pra divulgar, não!!!).

6 - Freeter, Ie o Kau (フリーター、家を買う): Seiji Take acaba de sair da universidade mas não consegue se fixar em emprego algum, tornando-se um hikkikomori (pessoa que acaba se isolando no mundo e fica mais em casa). Pra complicar mais ainda, seu pai não o apoia e sua mãe acaba entrando em depressão, o que faz Seiji encontrar algum emprego para comprar uma casa. E vai trabalhar em construção civil (emprego tido como uma das mais baixas categorias), o que faz com que Seiji comece a enxergar a vida de outra forma.

O renzoku dorama foi transmitido no outono de 2010, sendo um dos maiores concorrentes da temporada, batendo em audiência com o getsukyu daquele ano - "Nagareboshi", que foi transmitido pela mesma emissora, a Fuji Television.

Ganhou um tampatsu dorama no outono de 2011.

Notas: A música de encerramento - "Hatenai Sora" - do quinteto Arashi, foi uma das músicas que o público mais solicitou como sendo "que dava forças para superar a tragédia" na época em que houve o terremoto de Ogi-Tohoku em março de 2011.

Tinha uma curiosidade quando um dos membros do quinteto Arashi protagonizava algum dorama - se um deles aparecia no último capítulo, era muito provável que ele protagonizaria um dorama na temporada seguinte. Nino havia aparecido no último capítulo de "Natsu no Koi ha Nijiiro ni Kagayaku"(verão de 2010). No último capítulo em "Freeter...", Masaki Aiba aparece como Hirata, um dos funcionários da empresa que Seiji trabalhava. Na temporada de inverno de 2011, Aiba protagonizou o dorama  "Bartender" (depois deste dorama, nenhum membro apareceu como convidado especial).

Mais detalhes, aqui (porque a autora é Ninete assumida).
7 - GANTZ e GANTZ PERFECT ANSWER: Baseado na série de mangas de Hiroya Oku, acho que muita gente já conhece a história (porque assistiram o filme e foram conferir o manga). Kei Kurono, um estudante universitário comum, encontra seu colega de escola Masaru Kato em uma plataforma de trem tentando salvar um homem que caiu nos trilhos e resolveu ajudar. No que conseguem resgatar o homem, o trem que estaria vindo acaba os atropelando. Mas, ao invés de terem ido desta pra melhor, Kurono e Kato aparecem em um apartamento, onde estariam outras pessoas que "morreram" e uma esfera negra enorme que dá ordens para eliminar tal elemento e oferece trajes e armas, envolvendo os presentes num jogo cuja pontuação poderá levar a pessoa a vida.

O filme foi distribuido nos cinemas em janeiro de 2011 (o primeiro) e em abril do mesmo ano (o "Perfect Answer"). Antes da estréia nos cinemas japoneses, Ninomiya e o ator Kenichi Matsuyama (que interpretou Kato) foram aos Estados Unidos para divulgar o filme ~ que foi dublado e não teve a recepção esperada (culpa foi da dublagem, porque quando "Perfect Answer" foi distribuida em som original, teve recepção mais morna).

Quando foi transmitido na TV, foi a versão de "Director's Cut", ou seja, menos sangue e violência!!!

Notas: A emissora TBS, durante o programa "King's Brunch", mostrou a "saga" de Nino e Matsuyama nos Estados Unidos para divulgar o filme. Detalhe: muita gente não sabia quem eram os dois (embora Nino tivesse participado do filme "Cartas de Iwo Jima" e Matsuyama em "Norwegian Wood")

Dizem que os trajes utilizados custaram uma nota. Nem me perguntem como eles conseguiam entrar...

8 - Seus dotes como compositor e instrumentista: Nino é autodidata em violão e piano, ou seja, aprendeu sozinho desde criança porque queria formar uma banda, mas como vivia sozinho no tempo de ginasial, era inviável. Ao juntar o dinheiro que ganhava como Junior, comprou sua primeira guitarra (dizem que foi uma Fender Stratocaster vermelha, considerada seu maior tesouro).

Além de saber tocar violão e guitarra, aprendeu a tocar piano também. Basta ver nos shows do início do Arashi, em que Nino toca guitarra. E na turnê "Time", Nino toca piano durante a música de sua autoria, inclusive, "Niji".

Um de seus violões é o famoso Gibson J-200, igualzinho, sem tirar nem pôr de músicos como a cantora country Emmylou Harris, os Beatles John Lennon e George Harrison, e Masaharu Fukuyama (ok, Elvis também assim como Neil Young, mas se eu postar a lista de quem possui esse modelo, não vou terminar hoje).

Agora, suas composições, muitas foram incluídas em álbuns e coupling song de singles. Mas algumas seriam inéditas, como "Konseki" (ou "Kago", depende como se lê o kanji) e "Sketch", composição que teve coautoria de Sho Sakurai, que ficou inédita até ser inclusa no album especial e limitado "UraAraMania" (2012).

Falando em interpretação, em seu programa de rádio semanal, o "BayStorm" (BayFM, todo domingo, às 22hs), chegou a interpretar algumas músicas como "Friendship", "Stand By Me" e "Orion"(acho que muita gente ainda encontra no iuchubi).

Lennon, Harrison e Fukuyama ~ no minímo Neen se inspirou neles ao comprar a Gibson...

9 - Haikei, Chichiue sama (拝啓、父上様): Ippei Tawara é um jovem aprendiz de cozinheiro em um restaurante tradicional japonês (ryotei), e dedica sua vida em empenhar-se em manter o estabelecimento, diante das mudanças que acontecem no pequeno bairro onde mora. Começa a repensar na vida e decisões a serem tomadas. A narrativa do dorama é feita através de cartas que são escritas para seu pai desconhecido, de forma carinhosa e humorada.

Transmitido no inverno de 2007, pela Fuji Television, teve uma audiência média de 13%. Teve no elenco atores como Reiko Takashima, Meisa Kuroki, Saki Fukuda, Katsumi Takahashi e Yu Yokoyama (do septeto Kanjani Eito). Teve duas músicas de encerramento durante a temporada - do primeiro ao quinto e o último capítulo, a música "Papier"; e do sexto ao décimo capítulo, a música "Te", ambas da cantora e compositora folk Ryoko Moriyama.

10 - Handoku!!! (ハンドク!!!): Ichiban Hazama (interpretado por Tomoya Nagase) era um ex-membro de uma gangue, que, ao deparar-se com o lado podre de uma emergência de um hospital, resolve ingressar num hospital e tentar reverter esse lado. Mas do seu modo que aprendeu nas ruas, Ichiban ingressa é como residente no setor de emergência mais nonsense que  já se viu, fazendo com que ele enfrente situações adversas.

Nino interpreta Nobu Sakaguchi, que foi membro da mesma gangue de Ichiban e trabalha num jornal (como entregador). O dorama foi transmitido pela TBS no outono de 2001, com audiência média de 12,6%.

No elenco, além de Nagase e Ninomiya, contracenaram Ikki Sawamura, Kuranosuke Sasaki, Rina Uchiyama, Jiro Sato, entre outros. Houve quem comparasse esse dorama com o ritmo de "Ikebukuro West Gate Park", que Nagase protagonizou no ano anterior.

Nota: Foi neste dorama que Nino aparece com o cabelo pintado de loiro. Aproveitou logo depois para fazer o papel de Takuma Onda nos dois filmes da série "PIKA☆NCHI!!".

11 - Iwo Jima Kara No Tegami : Se muita gente começou a conhecer o Arashi por causa de "Hana Yori Dango", que Jun Matsumoto protagonizava, teve muita gente que começou com "Cartas de Iwo Jima" (título do filme dirigido por Clint Eastwood que teve no Brasil). Melhor eu nem entrar em detalhes do filme, porque sei que muita gente já assistiu, repetiu e assistiu de novo (porque eu confesso: até hoje não consegui assistir porque eu não sou muito de assistir filmes de guerra). Quem protagoniza o filme seria o ator mundialmente conhecido Ken Watanabe.

Uma curiosidade que eu já havia citado: quando Clint Eastwood foi ao Japão selecionar alguns atores japoneses para o elenco, Ken Watanabe já tinha sido escolhido (tanto que ele foi o tradutor para a maioria do elenco). Ninomiya se candidatou para o papel de Shimizu, levando a fita de "Ao no Honoo", que havia protagonizado. Acabou sendo escalado para o papel de Saigo, um dos protagonistas do filme. Bem, o resto todo mundo acho que já sabe.


12 - Kiiroi Namida (黄色い涙): Baseado no mangá de Shinji Nakashima ("Wakamonotachi"), o enredo se ambienta em Tóquio de 1963. E' a história de quatro amigos que dividem um quarto de pensão e frequentam o mesmo café - o mangaka Eisuke Muraoka, o escritor Ryuzo Mukai, o músico Shoichi Inoue e o artista plástico Kei Shimokawa. E junto o amigo de Inoue, o vendedor de arroz Yuji Katsumada, eles refletem sobre o futuro de Tóquio, que estaria sendo remodelada para ser a sede das Olimpíadas em 1964.

Nino interpreta o mangaká Muraoka. Foi o terceiro filme em que os cinco membros do Arashi contracenam juntos (os dois primeiros foram da série "PIKA☆NCHI").

Duas músicas só podem ser encontradas na trilha sonora original do filme - "Modori Ame" e "Namida no Nagareboshi" (o que deveriam ter incluido no album especial "UraAraMania", mas...)

(Recomendo assistir para que muita gente saiba que o quinteto consegue interpretar outros personagens em outras épocas. Confesso que foi difícil reconhecer o Sho Sakurai como Ryozo Mukai - ele deixou o cabelo crescer para fazer o personagem. Enquanto Nino estava deixando o cabelo crescer depois de ter raspado completamente em "Sukoshi wa Ongaeshi...").

13 - Kuruma Isu de Boku wa Sora o Tobu (車イスで僕は空を飛ぶ): Dorama especial feito para o programa anual "24 Hour Television", geralmente seria baseado no drama da vida real. E quase sempre, quem protagoniza o dorama, é um dos main personality do ano (exemplos: em 2008, foi Jun Matsumoto; em 2009, Ryo Nishikido (na época em que o NEWS foi o main personality daquele ano); em 2010, Tomoya Nagase; em 2011, Shingo Murakami). Quando é anunciado o main personality do programa, muita gente pergunta duas coisas: 1) quem vai protagonizar o dorama e 2) quem vai correr a maratona.

Geralmente acontece de primeiro anunciar quem vai ser o corredor da maratona. E depois divulgar o dorama, que nessas alturas do campeonato, já planejaram tudo e já estaria na reta final de filmagem.

Quando na época anunciaram que no ano de 2012 quem iria protagonizar o dorama era Kazunari Ninomiya, muita gente gostou... até quando ele apareceu de cabelos tingidos de loiro (depois de 10 anos)!! Motivo: o personagem que iria representar era um membro de gangue, e quase todos costumavam pintar o cabelo de loiro como forma de revolta, especialmente quando se é estudante (porque aqui, os alunos não podem mudar a cor dos cabelos). Resultado: teve MUITA gente que reclamou.

Mas, como cabelo dá pintar de novo, por alguns meses acostumamos a ver o Nino versão loiro, quando, após o término das filmagens, foi gradativamente escurecendo as madeixas.

Sobre o dorama: Nino interpreta Yasuyuki Hasebe, um delinquente de vida errante que acaba sofrendo um acidente ao cair de um prédio e fica paralítico. Quando descobre que não teria cura, entra em depressão, mas após conhecer o conselheiro do hospital, um menino que estaria internado, uma vendedora e um rapaz com o mesmo problema que ele, Hasebe resolve levar a reabilitação a sério, até o dia que descobre que o menino não teria muito tempo de vida e sua amiga desaparece, tem alta e volta a morar com a mãe, mas esta acaba caindo doente de tanto trabalhar.

Hasebe, cansado de ser um fardo para todos, resolve dar fim na sua vida, mas acaba descobrindo um novo sentido para ela.

Baseado no livro "O Conselheiro da Vida", de Taizo Hasegawa.

14 - Marathon (マラソン): Especial de TV de 2007 transmitido pela rede TBS, foi baseado no livro coreano "Hashire, Byeong-jin!"e no dorama coreano "Marathon", em 2005. Shotaro Miyata é um jovem autista que, orientado por sua mãe e seu treinador, se prepara para correr em uma maratona.

Notas: quem interpreta o treinador de Shotaro, é Masahiro Matsuoka, baterista do grupo TOKIO.

Quem traduziu o livro do coreano para japonês, foi Kaoru Hasuike, um dos cinco japoneses que foi sequestrado pelo goveno norte-coreano nos anos 70, e devido a um acordo com o então Primeiro Ministro Junichiro Koizumi, libertou cinco, e posteriormente, seus filhos (sendo que muitos estariam desaparecidos).


15 - Minami-kun no Koibito (南くんの恋人): Remake do renzoku dorama de 1994, baseado no manga do mesmo nome, Minami é um estudante comum com sua namorada Chiyomi. Só que, ao lerem o bilhete no biscoito chinês da sorte, por uma fatalidade, a profecia se torna realidade - Chiyomi acaba virando uma menina de 16 centímetros de altura, e passa a morar secretamente com Minami, para que consiga voltar a sua forma normal.

Na verdade, eu apenas li o mangá, e vou dizer ~ não recomendado para menores de 18 anos devido a muitas cenas de insinuações sexuais (mas tento relevar porque eram estudantes do último ano de colegial e Minami era retratado como um nerd). E no mangá, não explica como Chiyomi tornou-se uma menina de 16cm de altura.

"Minami-kun no Koibito" teve três versões para a TV - em 1990 com Hikari Ishida; em 1994 com  Yumiko Takahashi e em 2004 com Kyoko Fukada e Kazunari Ninomiya. Transmitido pela TV Asahi no verão de 2004, não teve a audiência esperada.

Nota: a música-tema "Hitomi no Naka no Galaxy", interpretada por Arashi, foi composta por Fumiya Fujii, ex-membro do grupo The Checkers.

16 - Namida o Fuite (涙をふいて): Katsuo Onishi, um carpinteiro, que foi ex-jogador de futebol americano, levava uma vida como o jogo que participava - suor e vitória junto com o espírito em equipe - até que seu melhor amigo morreu num incêndio que acabou com sua casa. A viúva se encontra no hospital em coma e seus quatro filhos sem onde ficar. Onishi resolve abrigar as crianças em seu pequeno apartamento e quarto e cozinha.

Nino interpreta o filho mais velho dos Fuchigami, Kenta.

Notas: Yosuke Eguchi, que interpreta Onishi, interpretou personagem semelhante nos dois doramas da série "Hitotsu Yane no Shita", em que ele era o irmão mais velho que reune os irmãos que estavam separados depois da morte dos pais.

Aya Ueto foi contracenar novamente com Ninomiya depois de 12 anos, no especial "Kuruma Isu de Boku wa Sora wo Tobu".

Ryunosuke Kamiki já contracenou com três quintos dos membros do Arashi - com Ninomiya neste dorama, com Masaki Aiba em "Mukodono" (2001) e com Sho Sakurai, em "Kazoku Game" (2013). Pertence a agência Amuse.

Chosuke Ikariya foi o líder do grupo humorístico The Drifters. Ficou conhecido também na série "Odoru Daisousasen". Faleceu em 2004, depois que terminou o terceiro filme da série.

(Más línguas de fandons dizem que por causa deste dorama Ninomiya não teve como ir aos Estados Unidos com os demais membros do Arashi, e teve gente que não assistiu a esse dorama por causa disso e outras coisas mais....)

Uma das músicas-tema foi interpretada pela dupla Yuzu, preferida de Nino.

17 - Netsuretsu Teki Chuuka Hanten (熱烈的中華飯店): Transmitido no inverno de 2003, Ninomiya interpreta Kenta Nanami, um dos cozinheiros do restaurante de comida chinesa "Heiheiro", que teria que se virar junto com um dos chefs que restaram devido a um protesto feito contra a proprietária de um navio de luxo.

Notas: O ator Kippei Shiina, quando participou no programa "VS Arashi" no final de 2011 (quando foi o elenco do dorama "Nazotoki wa Dinner no Ato de"), lembrou imediatamente de Ninomiya, dizendo: "Não dá pra acreditar que, esse menino, quando estava nos intervalos das filmagens, ficava ou jogando videogame ou lendo manga...."

Por causa das filmagens que coincidiram, por pouco Ninomiya não fez uma participação especial no dorama de Sho Sakurai - "Yoiko no Mikata"- que era transmitido na mesma temporada, mas em emissora e horário diferentes. Tem muita gente de fandom que não aceita até hoje o fato do Nino ter participando de um dorama e não ter ido fazer uma participação especial no do colega (porque em "Yoiko no Mikata", Satoshi Ohno, Masaki Aiba e Jun Matsumoto fizeram uma ponta de dez a quinze minutos em capítulos diferentes).

18 - Ohoku (大奥): Filme baseado no manga de Fumi Yoshinaga do mesmo nome, anteriormente ganhou várias versões em renzoku dorama com elencos diferentes (e posteriormente, dois filmes), da história (alternativa) do Japão medieval onde uma misteriosa doença dizima a maioria da população masculina, fazendo com que o xogunato fosse dominado somente por mulheres, mantendo um harém com os poucos homens que restaram.

Dos nove volumes do mangá, o filme focou mais no primeiro volume, a saga de Mizuno e a xogum Yoshimune (no filme, interpretados respectivamente por Ninomiya e Koh Shibasaki).

Nota: neste filme, além de Nino e Shibasaki protagonizarem, estavam no elenco Kuranosuke Sasaki, Sadao Abe, Maki Horikita e Tadayoshi Ohkura (do Kanjani Eito).

19 - Sukoshi wa, Ongaeshi ga Dekitakana (少しは、恩返しができたかな): A história real de Kazunori Kitahara, um jovem colegial que é diagnosticado portador de Sarcoma de Ewing, um tipo raro de um tumor (semelhente ao câncer) que atinge jovens e crianças, afetando ossos e sangue e se espalhando pelo corpo, encurtando sua vida.

Sabendo que teria muito pouco tempo de vida, Kazunori se empenha nos estudos para conseguir ingressar em uma das prestigiadas universidades do Japão, a Universidade de Tóquio, com apoio da família e dos amigos.

A frase "Gostaria de poder retribuir um pouco", era o que Kazunori dizia ao ter conseguido entrar na universidade. Sua mãe, Mikiko, compilou todas as anotações do filho e publicou um livro e posteriormente transformado em dorama, transmitido pela TBS na primavera de 2006.

No dorama, Nino interpreta Kazunori. A atriz Shinobu Ohtake (ex-esposa do humorista Sanma Akashiya), interpreta Mikiko. Uma das cenas que fez muita gente ter diversas reações era quando Kazunori tem que raspar os cabelos devido a quimioterapia (que causava queda deles), e a cena foi real! (Há quem diga que depois Nino aproveitou que o cabelo estava em fase de crescimento para filmar "Cartas de Iwo Jima", "Kiiroi Namida" e "Haikei, Chichiue Sama").

20 - PIKA☆NCHI ~ LIFE IS HARD dakedo HAPPY: Primeiro filme em que os cinco membros do Arashi contracenam juntos, em 2002 (e posteriormente a sequência em 2004), em que são colegas da mesma escola e que moram no mesmo conjunto residencial, o Yashio Danchi, com a vida tipicamente de todo adolescente, incluindo descobertas amorosas, decepções, aventuras e companheirismo.

Nino interpreta o jovem skatista Takuma Onda (que mora no bloco mais pobre do conjunto residencial).

Nota: quem escreveu o roteiro original foi Yoshihiko Inohara, membro do sexteto V6 e no filme interpreta Kagome Kamogawa, ex-membro da gangue Samezu Ikka (agora entregador de pizza) e irmão de Tadashi "Chu" Kamogawa (interpretado por Sho Sakurai).

21 - Platina Data: Baseado no livro do mesmo nome, escrito por Keigo Higashino (autor de vários bestsellers que posteriormente viraram adaptações para TV e cinema, como a série "Meitantei Galileo", "TOKIO", "Ryuusei no Kizuna", "Shinzamono", "Byakuyakoh", entre outros). Ryuhei Kagura é um jovem cientista que trabalha para uma divisão especial na Polícia Metropolitana de Tóquio, especializado em resolver crimes através de amostras de DNA. Só que, por sabotagem, Kagura acaba sendo culpado de um crime que nunca cometeu, desencadeando uma série de fugas e escapadas para tentar provar sua inocência.

O filme foi lançado em março deste ano (2013) e em dois dias arrecadou mais de 500 milhões de ienes na bilheteria, sendo que ficou em segundo lugar de recorde de venda de ingressos e de público logo no lançamento.

Notas: só souberam que a música de encerramento do filme - "Breathless" - nos trailers de divulgação nos cinemas, entre dezembro de 2012 e janeiro de 2013.

Não é a primeira vez que Ninomiya interpreta um personagem de um dos livros de Higashino. Protagonizou primeiro em "Ryuusei no Kizuna" (2008), logo a seguir...

22 - Ryuusei no Kizuna (流星の絆): Logo no início do dorama, a frase "Quando nós crescermos... nós o mataremos!" já faria muita gente gelar os ossos.

Koichi, Taisuke e Shizuna são três irmãos que tiveram seus pais brutalmente assassinados. E, quatorze anos depois - prazo em que se expira em caso de crimes não resolvidos - resolvem se unir para encontrar o assassino. Mas acabam descobrindo novos fatos que poderão mudar suas vidas.

O dorama foi transmitido pela rede TBS no outono de 2008 (nota: tenho a impressão que a rede TBS gostava muito dos trabalhos do Ninomiya, porque olha...), sendo largamente premiado.

Para quem não sabia: o roteirista do dorama foi Kankuro Kudo, o mesmo que dirigiu a série "Kisarazu Cat's Eye".

Mika Nakashima, que interpreta a música tema "Orion", aparece em um dos episódios no restaurante onde Koichi trabalha. Ninomiya chegou a interpretar a música em seu programa de rádio "BayStorm".

O elenco era Kazunari Ninomiya, Ryo Nishikido (Kanjani Eito), Erika Toda, Jun Kaname, Osamu Shitara (da dupla Bananaman) e Tomokazu Miura (ator veterano, esposo da ex-cantora Momoe Yamaguchi).

Na época que passou o dorama, a empresa alimentícia House Foods lançou os produtos sazonais "Ryuusei no Kizuna Hayashi Beef" e "Ryuusei no Kizuna Curry Beef".

23 - Saigo no Yakusoku (最後の約束): Especial feito para a TV, transmitido em janeiro de 2010, pela Fuji Television. Durante um sequestro dentro de um prédio comercial, cinco pessoas de profissões diferentes tentam escapar ao mesmo tempo interagem com as pessoas que estão no local. Ninomiya interpreta Shoji Yamagiwa, funcionário da empresa Enebio, no departamento de segurança.

O tampatsu dorama teve 19,4% de audiência (muito se deveu a divulgação do programa nas estações de trem e no prédio da emissora). Logo na semana seguinte, a Fuji Television, devido ter coincidido quase a data do dia em que houve o terremoto de Hanshin-Awaji, transmitiu o especial "Kobe Shimbun Nanokakan", com Sho Sakurai como um dos protagonistas.

24 - Stand Up!!: Comédia juvenil (que poderia ser comparado com o americano "American Pie"), devido ao enredo. Quatro colegas da mesma classe são chamados de "os últimos virgens", desnecessário maiores explicações. Tudo muda quando uma ex-colega de escola volta para o bairro depois de onze anos...

Nino interpreta Shohei Asai, o narrador da história, e um dos quatro colegas virgens (junto com Kengo (Tomohista Yamashita), Hayato (Hiroki Narimiya) e Koji (Shun Oguri))

O dorama foi transmitido pela TBS durante a temporada de verão de 2003.

Nota: Muita gente que assistiu, diz que "Stand Up!!" foi um dorama que era para dar certo, mas deu tudo errado...

25 - Strangers on a Train: Baseado no livro do mesmo nome da escritora norte-americana Patricia Highsmith, virou filme dirigido por Alfred Hitchcock ("Pacto Sinistro") e no Japão, peça teatral que teve o nome de "Mishiranu Jyokyaku". Na peça, que foi encenada no verão de 2009, Nino interpreta o psicopata Bruno Antony.

Infelizmente, não tem disponível em vídeo (assim como a maioria das peças teatrais daqui do Japão, o que seria uma pena), mas fotos da divulgação da peça deixaram muita gente chocada, como o fato de Ninomiya aparecer fumando (demais, e na verdade Nino já foi visto fumando várias vezes ) e ter encenado um beijo com o ator que interpretava Guy Haines (dizem que ele havia ensaiado muito para obter o efeito desejado)...

Qualquer coisa, melhor tentarmos assistir ao filme clássico de Alfred Hitchcock, o mestre do suspense e em preto-e-branco...


26 - Tekkon Kinkreet (鉄コン筋クリート):Animação baseada no mangá do mesmo nome, por Taiyou Matsumoto, o enredo se passa numa cidade fictícia chamada Takaramachi (Cidade do Tesouro) onde moram dois órfãos - Kuro e Shiro - que se empenham em combater a máfia que quer dominar a cidade.

O anime ganhou o prêmio de melhor animação do ano, em  2008, pela Academia Japonesa de Cinema.

Ninomiya dublou o personagem Kuro. A atriz Yu Aoi dublou Shiro. Na divulgação do anime, os dois artistas posaram para a revista CUT quase caracterizados com os personagens.

Em março de 2010, o mangaka Taiyou Matsumoto fez um desenho de Ninomiya em colaboração com o jornal Asahi Shimbun (o especial "ARASHI Meets Manga").



27 - Tengoku de Kimi ni Aetara (天国で君に逢えたら): Especial de TV transmitido no outono de 2009 pela TBS, foi baseado nos livros "Tengoku de Kimi ni Aetara & Kamisama ga Kureta Namida", de Natsuki Iijima. Junichi Nonoue é um jovem psiquiatra que, depois de um surto, passa a trabalhar como psicolóogo num centro comunitário em uma praia. Parte do seu serviço seria ler em voz alta as cartas que os pacientes querem enviar para suas pessoas queridas.

As músicas incidentais que tocam no especial, eram "Saigo no Love Letter", da cantora Maki Ohguro (que recentemente retirou-se do mundo artístico) e "Tears in Heaven", do guitarrista Eric Clapton.

Nino interpreta Junichi. A atriz Mao Inoue, sua esposa. Atores conhecidos como o humorista Gori (do Garage Sale), a atriz Tae Kimura e o ator Yusuke Santamaria também estão neste especial, que - não sabemos muito bem o motivo - teve audiência de 9,3%.

28 - Yamada Taro Monogatari (山田太郎ものがたり): Renzoku dorama que foi transmitido pela TBS (olha essa emissora de novo!), no verão de 2007, foi baseado no manga do mesmo nome da autora Ai Morinaga.

Taro Yamada é um estudante colegial muito popular entre os colegas da escola, por ser bonito e inteligente, e por ser muito humilde, apesar de ser rico. Ou aparentar rico, porque o coitado mora num barraco de um quarto com sua mãe lesada e esbanjadora e mais seis irmãos, porque o pai sempre está ausente. Para sustentar a casa, Taro tem que trabalhar em diversos lugares, inclusive com a ajuda ocasional de seu melhor amigo, Takuya Mimura, que é o único que sabe a verdadeira face de Taro.

O manga teve primeiro adaptação para o dorama taiuanês, como "Poor Prince", mas quando fizeram a versão japonesa, foi mais popular e de boa audiência (15,3%).

Era a primeira vez que dois membros do grupo Arashi protagonizavam o mesmo dorama (e não um protagonizando e outros fazendo pequenas aparições de alguns minutos) - Ninomiya (como Taro) e Sho Sakurai (como Takuya).

29 - Yasashii Jikan (優しい時間): A história se passa em Hokkaido. Depois de perder a esposa num acidente de carro, um ex-empregado de uma multinacional se isola de todos e passa a morar na cidade natal da mulher, sendo proprietário de uma cafeteria, onde conversa com os fregueses, para distrair. Seu filho, que estava no momento do acidente, trabalha como aprendiz de ceramista, um pouco distante dele, mas desde a perda da esposa, não mantém contato.

O gelo entre pai e filho parece se quebrar no momento que o menino passa a se apaixonar por uma funcionária da cafeteria.

(Nota: apesar do tema ser triste, ter sido em pleno inverno, e boa audiência, conheci MUITA mas MUITA gente que passa longe desse dorama por motivos que melhor eu nem comentar.)

O ator principal, que é o dono da cafeteria, é o cantor Akira Terao, autor e interprete do seu maior sucesso (talvez one hit wonder) "Rubi no Yubiwa". Ninomiya interpreta o filho, Takuro.

30 - Sendo ele mesmo: Sim, diante de tantos doramas, filmes e peças que protagonizou, fez pontas, e coadjuvante, fica difícil Nino passar despercebido. Mesmo nos programas que faz com o quinteto Arashi (VS Arashi e Arashi ni Shiyagare) e no projeto solo ("Ninosan"), aí que fica mais impossível ainda, porque nesses programas ele literalmente apronta todas, na maior cara de pau deslavada possível. Alguns exemplos:

- Fez o público chamar o seu nome no encore durante o show em Fukuoka, durante a turnê "Iza, Now!" (ao invés de "Arashi"), disse "então, estou aqui com esses quatro caras..." na frente deles e era a famosa pegadinha que ele fazia, o "Ni no Arashi"!!! (da época do CxDxG no Arashi)

- Stalkeoou os demais membros do grupo durante o especial Mannequin Five no programa "Himitsu no Arashi-chan" quando foram fazer o figurino da primavera, na loja de departamentos Marui Annex, em Shinjuku, para fazer o seu. Levou o primeiro lugar (via votação do público) e a fama de stalker enquanto durou o quadro.

- Falando em figurino, só ele tem a envergadura de usar modelitos lindos e maravilhosos no programa VS Arashi (toda quinta-feira, 19hs, Fuji Television), que ficam bem nele. Não importa se é um camisolão ou um conjunto em que nada combina com nada.

- Senta de qualquer jeito, muito a vontade, inclusive na casa dos outros. Reparem na época do "Share House" em "Himitsu no Arashi-chan".

- Nos intervalos de programas, filmagens, o que puder, Nino não desgruda do seu Nintendo DS, tanto que já vimos muitas fotos com ele portando o game. Como se não bastasse ele passar 15 horas jogando (com direito a alguns intervalos pra lembrar de comer) em seu dia de folga.


(Fanart de "6", que desenhou TODOS os personagens que Kazunari Ninomiya interpretou desde que entrou no JE, incluindo os que eu nem citei, como ele mesmo em "V no Arashi", como Jim, em "Rebel Without a Case", no teatro...)

Para as arashics que me acompanham aqui, no twitter, no FB, e dedicado também ao namorido kinguio que faz aniversário no mesmo dia que o Forever Seventeen, e às Nino-fans Priscila Novelini e Jacqueline Alves.

Fontes: WikiDrama, Arashigoto, dos sites oficiais das emissoras onde transmitiram os doramas, gugol (porque teve dorama aí que nem pelos sites oficiais consegui as fotos), pixiv (onde consegui o fanart), The Beatles College e tumblr.

E desculpa a demora e a postagem longa...

8 comments:

  1. Vc nunca ouviu falar do japanese ratial bonus age? auahuauahua Todo japa tem esse bônus racial auhaahuaua não parecem a idade que tem e só vai parecer quando estiveram acima dos 70 anos auhauahua

    Kisu!

    ReplyDelete
    Replies
    1. hahahahaha Isso se nao for beeeeeeem depois XD
      Aquelas ~ a gente nunca aparenta a idade que tem. Mas quando chegar nos 70... socorr~!!!

      Delete
  2. Kyaaa Nino seu lindo! Amei o post kiyomi! E olha que tem muito dorama ou filme dele que nem vi ou sabia que existia! O____O
    O primeiro dorama dele que assisti foi ryuusei no kizuna, e foi dai que nasceu a paixão por ele e pelo grupo! Kkkkkkk

    Kisu (^_^)/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi, Priscila!!
      Olha, na real, eu nem assisti nem 1/3 dos doramas do Nino! Dá pra contar nos dedos, eu juro! E o primeiro dorama que vi dele foi... Door to Door!!! Kizuna eu passei batido e agora estou tentando recuperar os doramas perdidos! *aquela que só assistiu dorama com o Sho-chan*

      Beijao!

      Delete
  3. Uaaaaaaaau õ-o Que trabalhão!!! Otsukare-chan!
    Confesso que comecei a gostar de doramas por causa do Neen xD
    E, para mim, ele é o melhor ator <555 *hamster q não me ouça*

    Incrivelmente, eu gostei de yasashii jikan!! *apesar de a história em si não ter sido AQUELA coisa, gostei muito da ambientação 8D*
    Ainda tenho um monte de doramas na lista de espera *culpe a falta de tempo*

    ReplyDelete
    Replies
    1. Aleluia que a yuka resolveu dar o ar da graça aqui hahahahah 8D
      E', eu sei ~ assistiu "Cartas de Iwo Jima" cinquenta vezes! XD
      Eu também concordo que Neen é melhor ator *apanha das Shonetes*
      Mas voce sabe melhor que eu porque tem muita gente (especialmente as Ninetes) que não gostou de Yasashii Jikan, muito embora eu ADORE Hokkaido!!! Mas meu dorama favorito do Neen é o tampatsu "Door to Door", serio.
      Somos duas com falta de tempo pra ver todos os doramas que amamos. Voce, estudando e eu consertando aparelho celular hahahaha

      Beijao!

      Delete
  4. Nossa, só agora fui ver esse post! Nino é meu niban, adooooro!
    Tinha tudo pra eu ser Ninete, por causa de Cartas de Iwo Jima e Minami-kun no koibito, mas sei-lá-por-que sou Junete, roxa, hahaha xD *piadinha infame*
    Adorei relembrar os personagens que ele já fez e descobrir outros... E eu tive que rir do comentário da Bah, de todo japa ter "ratial bonus age" eu posso dizer que tou na cota do bônus, fico tão feliz qdo me dão 20 anos, ahuahauhauha xD Em compensação, qdo desmoronar, vai ser bravo *medo*
    Bjo!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Nossa, Tathy! Eu sempre achei que voce fosse Junete desde o inicio!
      hahahaha quase toda Arashic começa assim: ou conhece o grupo por causa de Cartas de Iwo Jima ou por causa de HanaDan. Digo quase, porque eu conheci o grupo por causa da campanha de volei em 1999 e virei Shonete por causa de Yoiko no Mikata. E uma amiga é Aibete por causa do programa Shimura Dobutsuen! XD
      hahahahahaha Pior que é verdade ~ nossa cota do bonus!!! E ate hoje o pessoal que nao me conhece vive dizendo que eu tenho 30 anos!
      (Mas quando desmoronar... socorr~)

      Beijao!!!

      Delete