Tuesday, December 03, 2013

As Aquisições em Outubro...


Outubro foi um mês que pouco comprei, mais porque não tinha tanta coisa interessante. Depende da época (e possibilidade financeira também), aproveito muita promoção. Agora que começou a esfriar aqui, algumas lojas estão fazendo liquidação de outono. 

Isso porque o outono termina só dia 21 de dezembro...

Mas o que comprei, boa parte está sendo de grande utilidade. 

1 - Filme "Hidamari no Kanojo": Todo mundo falando desse filme, que foi baseado no livro do mesmo nome de Osamu Koshigaya (publicado em 2011). O filme estreiou dia 12 de outubro de 2013, com Jun Matsumoto e Juri Ueno nos papéis principais. E' uma história de amor entre dois colegas de infância que se reencontram. Tinha tudo para dar certo, mas a garota tem um segredo que será desvendado do meio pro final. 

Sobre o filme, eu gostei, chorei e as músicas encaixaram bem (especialmente "Wouldn't It Be Nice" da banda The Beach Boys, que serviu como música tema do filme e nos trailers). Sem falar da linda paisagem da região de Enoshima (onde passa boa parte do filme).

Claro que, quase todo filme que vou, acabo comprando o bendito do panfleto que traz fotos, informações e dados... E aproveitei a quarta-feira para ir na rede de cinemas Toho, que tem em todo o Japão, e neste dia, as mulheres pagam bem mais barato (o chamado "Lady's Day"). Com a economia, deu pra comprar o combo pipoca + refrigerante (no meu caso, chá, porque eu não costumo beber refrigerantes ou bebidas carbonatadas durante a semana).

2 - Comic City Spark 8 (27 de Outubro, Tokyo Big Sight): A mesma empresa que organiza o famoso Comic Market, organiza o Comic City. Seria quase a mesma coisa, mas dura apenas um dia. O evento Comic City é feito em duas épocas do ano - na primavera (o Comic City Haru) e no outono (Comic City Spark), sem contar o Super Comic City, que se realiza no feriado do Golden Week japonês. E eu fui porque a mangaka que eu tenho contato estaria lançando uma nova série, que se passa no bairro de Asakusa, Tóquio. Eu aproveito para conhecer outros trabalhos de outras pessoas, mas nem sempre o traço e/ou enredo me agrada.

E acabo também sabendo dos próximos eventos, como o Maximum!! que será dia 15 de dezembro no Tokyo Ryuutsu Center (TRC) e Comic Market (ComiKet), nos dias 29, 30 e 31 de dezembro, no Big Sight Tokyo. A entrada seria comprar o catalogo que é vendido no dia (o preço varia de 900 a 1300 ienes, mas no Comic Market não é obrigatório).

3 - Revistas + Brindes Extras: Ok, confesso que comprei a MORE por causa da capa, recheio e brinde - clear file e calendário de mesa da designer inglesa Cath Kidston, muito conhecida - pelo menos aqui - com seus desenhos de flores vintage, que decoram desde simples lencinhos até mobiliário completo. Já fui em algumas lojas da franquia, especialmente quando se trata de cozinha (é, penso em dar um upgrade no que tenho em casa, isso seria outra história), mas comprar que é bom...

Como eu comentei em postagens anteriores, as revistas femininas (e masculinas também) daqui, ultimamente, para aumentar as vendas e consequentemente, fazer com que os leitores também conheçam os produtos ofereciods, as editoras fazem uma parceria com muitas empresas e franquias para incluirem alguns brindes nas revistas, que variam desde necessaries até acessórios e bolsas. Sim, muitas vezes eu compro por causa do brinde e raramente coincide da revista ter assunto que interesse e o brinde legal também... Nem vou falar muita coisa nesse caso da MORE edição 12/2013...

Mesma coisa foi com a revista "non-no" do mesmo período. O brinde extra é uma meia calça fio 30, cinza escuro, que pode ser usada com diversas combinações. Olha que eu raramente compro essa revista (porque seria MUITO para quem está na casa dos 20~30 anos e o que salvam para mim seriam alguns artigos e maquiagem).

4 - Tsutaya Records Kiyomidai Shop:  Quem assistiu ao "Kisarazu Cat's Eye", tem uma cena em que Bambi (Sho Sakurai) e Moko (Wakana Sakai) vão em uma locadora. Pois é, essa locadora de filmes, hoje é uma das da rede Tsutaya, muito conhecida aqui (talvez sua maior concorrente seria o GEO, que também fica perto de onde eu moro), e felizmente, moro atravessando a passarela da rota 16. Além da locadora de filmes, games, CDs e até mangas, ela também vende produtos novos (e seminovos). E' nela que recorro quando vou fazer reserva de DVDs e CDs limitados, porque via site eu não consigo (porque, quando avisam do lançamento, estou trabalhando e vou saber horas depois). Em setembro, fiz a reserva do álbum "LOVE", e alguns dias do lançamento, fui buscar. 

O que pra mim vale a pena essa rede:

- Quem faz reserva, ganha desconto de 10% no valor real.
- Quem possui o "T-Point", cartão de fidelidade que vale para muitas outras lojas (como rede de postos de combustível ENEOS; lojas de conveniência Family Mart e Three F, só pra constar) e também via internet através do site da franquia, chega a ter seus pontos dobrados a quintuplicados dependendo da época.
- Possui campanhas semanais pra quem aluga DVDs, como 5 DVDs a preço de 4, por exemplo.
- Seu T-Point pode ser usado em qualquer rede Tsutaya em todo o Japão (quando eu cheguei aqui, em 1998, era restrito somente onde você fez o cartão, quando mudava de cidade, tinha que fazer um novo).

Agora, a respeito do álbum, em breve, sei lá quando, darei minha opinião, embora MUITA gente já tenha dado o seu pitaco em blogs e comunidades afora.

5 - Snoopy Town Yokohama: Uma das lojas que faço questão de ir toda vez que vou pra Yokohama. A loja fica dentro do Queen's Square "At!", ao lado do prédio do Landmark Tower. Além dos itens exclusivos da loja (no caso de Yokohama, tudo relacionado a cidade), os itens que possui em todas as lojas da rede. E raramente eu saio sem comprar alguma coisa, mas a verdade é que dá vontade de levar tudo, mas dinheiro não nasce em árvore...

As últimas coisas que comprei seriam um travel kit com escova e pasta de dente dentro de um estojo impermeável. Legal que cabe na bolsa, não ocupa espaço e bem prático. Só que pra eu encontrar pasta dental de tamanho pra viagem...

O estojo de lápis tem desenho exclusivo da loja. No caso Snoopy e Woodstock vestidos de marinheiros. Feito de linho e bordado, foi o que coube tudo, inclui aí corretivo. Mas por que fui comprar um estojo? Bem, como tenho intenções de voltar a estudar...

Shitajiki é utilizado muito aqui. Seria uma folha de plástico mais resistente que usamos para pôr debaixo da folha de caderno para não marcar o que escrevemos na outra. Lembro de ter usado muito isso nos tempos de escola, no nosso caso, era capa de caderno velho, já que a capa era mais grossa.

Logo teremos o estrago que fiz em novembro... mas ganhei também!






No comments:

Post a Comment