Monday, October 21, 2013

Recordar é Viver...

E eis que um dia desses eu estava no FB respondendo alguns comentários e deparo-me com uma caption que tiraram na TV Guide (ou Weekly The Television, tanto faz)...

Créditos na foto, via weibo

Sunday, October 20, 2013

Simply Is The Best (and Beautiful) ~ Quando Existem Albuns que Não Constam o Nome do Artista...

ATENCAO: E' apenas opinião pessoal da autora. Os leitores têm o direito de concordar ou não. Caso negativo, favor ser extremamente educado(a), porque de ironia já basta a vida da gente.

Sim, é mais fácil eu comentar sobre música porque talvez seja um dos poucos assuntos que consigo assimilar. (Ou como vai dizer um anônimo, que não entendo p**ra nenhuma, dane-se, então faça melhor e me passa o site que colaborou que a gente divulga com o maior prazer)

Tudo começou quando no Twitter divulgaram a foto a seguir, e eu fiquei cética porque não tinham citado a fonte, e só acreditei quando entrei no site oficial (um pouco mais confiável).


Aí cheguei a ler alguns (pouquíssimos) comentários: "Cadê o nome do artista?", "Só isso?" e o famoso "Capa mais mal feita, que eu faria melhor". Mas teve gente que gostou, dizendo "simples, mas lindo e não precisa mais nada".

Foi a partir disso que veio a idéia de fazer um posto a respeito, confabulando com duas amigas minhas (a @Dezzajp e @kbamichelle, que tive a alegria de conhecê-las pessoalmente em Nagoya). Porque existem muitos artistas pelo mundo afora que lançaram álbuns de capas simples, sem chamar a atenção, porque não tinha a foto do artista, não tinha o título, não tinha nem o nome do mesmo. Muitos até, sem nada mesmo. Ok, eu sei muito bem que o importante é o recheio, mas tem gente que prefere criar aquela "aura de mistério" pra ver se vende mais...

Atire a primeira capa de CD quem nunca comprou o álbum por causa da capa (e a probabilidade de gostar ou não fica nos 50-50), porque dizem que "a capa transmite o que o conteúdo quer dizer". Há controvérsias...

Exemplos temos aos montes, acreditem. Basta dar um pulinho em uma livraria e procurar alguns livros (importados) sobre capas de álbuns, desde os tradicionais de jazz até os recentes da música pop (os que conheço, informarei no final da postagem). Claro que os onipresentes Beatles, Rolling Stones, Pink Floyd entre outros não poderiam ser deixados de lado...

Motivos para que o artista lance um álbum sem título nem nome do autor existem aos montes, como "chegou a um estágio que só de ver o rosto já reconhece"; "quero uma foto 'limpa'", "quero uma foto artística" (cof cof cof)... e por aí vai.

Vou tentar citar alguns, porque a lista é enorme e a maioria é de artista tão desconhecida, que somente livros especializados em música underground conseguem compilar (trabalho pra lá de ingrato, porque pra encontrar outros sem serem os mais conhecidos, só o Oráculo salva... ou não)!!


1 - The Beatles - "Rubber Soul" (1965)
2 - Bob Dylan - "Blonde On Blonde" (1966)
3 - The Rolling Stones - Their Satanic Majesties Request (1968)
4 - Jimi Hendrix - "Electric Ladyland" (1968)
5 - Aerosmith - "Draw the Line" (1977)
6 -Talking Heads - "More Songs about Buildings and Food" (1978)
7 - Wings - "Back to the Egg" (1979)
8 - Miles Davis - "Tutu" (1986)
9 - Legião Urbana - "Que País é Este" (1987)
10 - Prince - "Lovesexy" (1988)
11 - Southern All Stars - "SAS" (1990)
12 - Peter Gabriel - "Us" (1992)
13 - Bjork - "Post" (1995)
14 - Pizzicato Five - "Big Hits and Jet Lags 1994~1997" (1997)
15 - Ayumi Hamasaki - "LOVEppears"(1999)
16 - Hikaru Utada - "Distance"(2001)
17 - Hitomi Yaida - "Candlize" (2001)
18 - Beck - "Sea Change" (2002)
19 - The White Stripes - "Elephant" (2003)
20 - Funky Monkey Babys - "Funky Monkey Babys" (2006)
21 - Arashi - "Arashic" (2006)
22 - Masaharu Fukuyama - "Zankyou" (2009)
23 - Perfume - "JPN" (2011)
24 - Kanjani ∞ - "Ai Deshita" (single) (2012)
25 - flumpool - "Because... I Am" (single) (2012)

Alguns livros que trazem capas de álbuns desde os anos 50 até o presente momento em que o livro foi impresso. A maioria eu tinha visto na Tower Records Shibuya. Outros podem ser encontrados em sites especializados, mas aviso-lhes que eles são importados.

- 100 Best Album Covers - Storm Thorgerson e Aubrey Powell
- The Greatest Album Covers of all Time - Grant Scott, Barry Miles e Johnny Morgan
- 1000 Record Covers - Michael Ochs
- Discoteca Básica Bizz (via rateyourmusic)

Imagens - via amazon.com




Tuesday, October 15, 2013

Em Busca de um Milagre

Clique para ampliar
Só quem foi em um concerto ou evento de seu artista favorito, sabe o quanto é árduo conseguir comprar um ingresso.

Nessa hora muita gente vai me perguntar: "Mas como? Não basta ir no local onde vai ter o show e comprar na hora?" Ledo engano, minha gente...

Quando o artista resolve fazer um concerto ou uma tour para divulgar seu novo trabalho, ele o faz meses de antecedência. Aí, o pessoal tem que ficar de olho para saber qual o dia que vai começar a vender os ingressos. Mas, dependendo do artista, existe um processo seletivo, que, se a pessoa não tiver paciência, só de ler, desiste na hora...

Não sei como é nos outros lugares do planeta, mas aqui no Japão, ao menos, ou você faz parte do fã clube oficial do artista ou você se cadastra em sites oficiais destinados a shows. As chances de garantir seu ingresso, variam de 1 a 100%. Como???

Dependendo do artista, você consegue o ingresso sem problema algum ~ cadastra-se (gratuitamente) no site onde estaria vendendo o ingresso, escolhe o dia e local (mas o assento seria aleatório, não dá pra ficar escolhendo, no máximo escolhe-se arquibancada ou arena), recebe um e-mail com seu código e vai para pagar e recolher seu ingresso em lojas de conveniência (ou, em alguns casos, recebe o ingresso na sua casa, via entrega expressa e registrada).

Agora, se tiver o caso de que vai ter que encarar um sorteio para conseguir o ingresso mesmo pelo site oficial que vende o mesmo, arrisque todas as datas possíveis, pois pode conseguir onde menos espera (experiência própria). Ou também tentar pela segunda ou terceira vez, só que tem que entrar no site e cadastrar tudo de novo.

Quando existem artistas cujo ingresso fica restrito ao fã-clube (mas não impede de conseguir ingressos extras prazamigas, basta ter grana...!!!), a coisa pega fogo: sabe quando todo mundo resolve entrar no site na mesma hora? O site emperra, dá aquela mensagem de erro, tenta de novo, emperra, e assim prossegue em círculos. Aí quando você se cadastra, consegue completar tudo, vem a mensagem de que tem que esperar até tal data para saber se conseguiu ou não (claro, mesmo não conseguindo, um e-mail de aviso eles acabam enviando).

Até esse dia chegar, existem pessoas que apelam ~ vão para templos, fazem pedidos inusitados, e outras loucuras mais, tudo por um ingresso para ver seu artista favorito, porque nunca sabe quando vai ter show do distinto novamente.

Fotos: prints do vídeo do programa "Arashi ni Shiyagare" (NTV, todo sábado, 22hs), do dia 21 de Abril de 2012, onde tinham que representar um manzai, tipo de humor cotidiano e leve conduzido por duas pessoas - o "tsukkomi", que seria a pessoa séria e o "boke", o que seria o mais "bobo". Claro que os diálogos nada têm a ver com o programa real, mas as cenas serviram para representar o apelo que muita gente faz para conseguir alguma coisa...

No programa, o tema era "Estrela cadente", mas pode-se encontrar essa cena no iuchubi como "Amido" (porta de tela para não entrar insetos e outros)/