Friday, November 29, 2013

Out There Japan Tour ~ Tokyo Dome 21 de Novembro de 2013 (Uma noite pra nunca mais esquecer)

A primeira (e última) vez que fui no show do Paul McCartney foi em abril de 1990, quando foi a primeira vez que ele fazia um show no Brasil - depois nunca mais consegui ir por diversos motivos (em 1993, não consegui ingresso, depois eu vim pro Japão, em 2002 não sabia que tinha que reservar ingresso quase um ano de antecedência, foi várias vezes ao Brasil e eu aqui, enfim). E quem me acompanha(va) pelo Twitter, aguentava ler meus posts de que, enquanto o Paul lotava estádios no Brasil em lugares nunca dantes sonhados, os fãs aqui sonhavam em um dia ele fazer uma tour no Japão.

Thursday, November 21, 2013

Da Série: "Listas que faço e bem que eu tento cumprir" ~ 101 Coisas em 1001 Dias

Essa idéia eu li no blog da Lominha, e, bem, pra eu tentar cumprir essa lista, eu vou precisar de muita força de vontade, coragem, cara de pau, criar vergonha na cara, largar de procrastinação e tudo o mais, porque fazer o que pensa hoje já é um tormento, imagine 101 coisas!!!

Até o dia 19 de Agosto de 2016 (logo depois do meu aniverário, socorro), espero cumprir essa lista...

Bem que há alguns anos atrás, eu pensei em fazer uma lista assim, inspirada no blog Graveheart, mas achei que nem ia dar conta e deixei pra lá. Mas pra me motivar a sair do marasmo, só mesmo tentar cumprir itens da lista. Tal como lista de supermercado, o problema é que, na hora a gente acaba acrescentando o que não precisa e deixando o que realmente precisa...

Conforme vou cumprindo os itens, vou atualizando a lista.

Tentei separar em categorias pra ficar mais fácil. Ou não...


Profissão e Estudos:


  • 1. Iniciar uma Pós Graduação e/ou Mestrado
  • 2. Obter o Nível 1 em Proeficiência em Língua Japonesa
  • 3. Obter pelo menos 800 pontos no TOEIC
  • 4. Aprender a usar o Photoshop
  • 5. Curso de tradutor e intérprete
  • 6. Fazer uma atualização intensiva na área de informática
  • 7. Frequentar (mais) palestras (especialmente trabalho)
Sonhando Alto:

  • 8. Ir (novamente) no concerto de Paul McCartney
  • 9. Ir (pela 4a. vez) no concerto de Masaharu Fukuyama
  • 10. Conseguir ir ao menos em algum show do Arashi
  • 11. Voltar a morar em Yokohama
  • 12. Ser figurante de algum filme ou dorama ou comercial, tanto faz
  • 13. Ir no show da Perfume
  • 14. Ir no show do Kanjani Eito
Aqui e Ali:

  • 14. Visitar Hokkaido (preferencialmente no inverno)
  • 15. Visitar Kumamoto (e aproveitar dar um pulo em Nagasaki)
  • 16. Conhecer a Europa
  • 17. Passar um período no Brasil para rever família e amigos
  • 18. Ir para Londres (city tour nos lugares mais obvios, Abbey Road Studios incluso)
  • 19. Conhecer Liverpool, sim, a cidade natal dos Beatles
  • 20. Passar um final de semana em Hakone (Kanagawa)
  • 21. Passar um final de semana em Kyoto
  • 22. Ir na Tokyo Tower
  • 23. Ir no Tokyo Sky Tree
  • 24. Ir na Universal Studios de Osaka
  • 25. Conhecer a província de Kochi
Blog e Redes Sociais:

  • 26. Customizar o Empório
  • 27. Encontro de Blogueiros e Twitteiros (tal como foi em maio de 2011)
  • 28. Voltar a resenhar doramas
  • 29. Resenhar mangas (acervo próprio da autora)
  • 30. Fazer postagem sobre eventos como o ComiKet e Comic City
  • 31. Fazer postagem sobre curiosidades em promotion videos
  • 32. Dar início ao projeto "Beatles em Tudo" focado no Japão colaborando com o site The Beatles College
Gastronomia:

  • 33. Almoçar (de novo) no Keikarou
  • 34. Frequentar os restaurantes indicados no blog do casal Tabeteimasu
  • 35. Fazer curso de pães
  • 36. Superar minha aversão a matcha (aquele chá verde espesso)
  • 37. Fazer cupcakes (sim, aqueles bolinhos lindamente decorados)
  • 38. Conhecer outros restaurantes e izakayas (bar japonês)
  • 39. Fazer ao menos receitas das revistas que costumo comprar
  • 40. Comer okonomiyaki em Hiroshima
  • 41. Comer takoyaki em Osaka
  • 42. Experimentar curry indiano
  • 43. Experimentar outros pratos culinários diferente do habitual
Consumo e Outras Bobagens:

  • 44. Inscrever-me no fã clube do Masaharu Fukuyama
  • 45. Voltar ao meu peso de 55 quilos (por motivo de saúde)
  • 46. Trocar meu PC
  • 47. Trocar minha impressora
  • 48. Voltar a bordar em ponto cruz
  • 49. Voltar a tricotar
  • 50. Aprender a costurar
  • 51. Comprar uma câmera semiprofissional
  • 52. Ir mais ao cinema
  • 53. Conseguir os DVD-Box de alguns doramas favoritos e a lista é grande
  • 54. Inscrever-me num curso de ioga
  • 55. Saber mais sobre promoções que várias lojas que frequento oferecem
  • 56. Completar minha CDgrafia dos Beatles (tenho em vinil completinha)
  • 57. Conseguir as edições limitadas dos CDs "Time" e "Dream 'A' Live"
  • 58. Trocar meu iPod
  • 59. Comprar um tablet (ou notebook)
Família e Amizades:

  • 60. Conhecer a Romina na Inglaterra
  • 61. Reencontrar a Yuka, Elisa, casal Tabeteimasu...
  • 62. Reencontrar a Ge aqui no Japão
  • 63. Conhecer pessoalmente a Lominha, Cinchan, Jacque, TeSho... (acrescentando também, o pessoal que organiza a sala JStorm no Anime Friends, porque tem gente muito bacana e não dá pra listar porque é gente demais e vai que eu esqueço)
  • 64. Encontrar a Dani e reencontrar a Nina
  • 65. Pagar uma viagem pros meus pais ao Japão
  • 66. Passar um dia conversando sobre tudo com Ebara-san (mangaka)
  • 67. Reencontrar meus amigos que moraram no Japão (a lista é grande, gente)
  • 68. Ir com a Mika e demais conhecidos que gostam de doujinshi no ComiKet
  • 69. Conhecer pessoalmente a Marichan e Abplenut porque elas são "do estrangeiro"
Randomices:

  • 70. Ir no Design Festa em Tóquio
  • 71. Ir numa cerimônia de chá
  • 72. Fazer um piquenique
  • 73. Saber controlar as finanças
  • 74. Ir num festival de free jazz
  • 75. Voltar a plantar flores
  • 76. Aprender a plantar ervas, como hortelã, salsinha...
  • 77. Fazer um curso de barista (se tratando de café...)
  • 78. Experimentar cremes antiidade (...)
  • 79. Tomar vinho (às vezes)
  • 80. Diminuir consumo de bebidas gaseificadas
  • 81. Doar sangue (de novo)
  • 82. Participar do evento "Pink Ribbon"
  • 83. Participar do evento "Murasaki Road"
  • 84. Ir no evento "Act Against Aids"
  • 85. Aprender a fazer wagashi
  • 86. Comprar uma estante que vai do teto ao chão
  • 87. Ser voluntária em algum órgão público para estrangeiros
  • 88. Fazer um boneco de neve. Com direito a carvão e cenoura.
  • 89. Conhecer outros bairros de Tóquio e Yokohama fora do circuito normal
  • 90. Visitar um aquário
  • 91. Ir no Zooasia de Yokohama
  • 92. Visitar a Fuji Television fora dos finais de semana
  • 93. Visitar a Nihon Television 
  • 94. Fazer hatsumode (agradecer pelo ano Novo) no Meiji Jingu ou Asakusa
  • 95. Usar mais o Live Journal para comunicar com pessoas do Exterior. Em inglês.
  • 96. Ir para Takao
  • 97. Participar de alguma palestra
  • 98. Traduzir um artigo inteiro do japonês para o português e tê-lo publicado em algum site ou revista
  • 99. Deixar de ser procrastinadora
  • 100. Não desistir dos projetos, fazendo pela metade
  • 101. Conseguir cumprir os itens desta imensa lista.
Agora, botar os pés no chão e cumprir a lista. Conforme eu vou cumprindo os itens, vou atualizando, como eu havia mencionado no início. Alguns itens eu tinha feito, mas aquela vontade imensa de fazer de novo, sabem? Mas leonina chata que eu sou, eu tenho que ser determinada e forte. E teimosa também.


Thursday, November 14, 2013

Let's Share! [2]

Atrasado demais, eu sei.

Dia 11 de novembro, aqui no Japão, comemorou-se o "Pocky Day" (pelo menos nas redes sociais e nos supermercados), data criada pela empresa Ezaki Glico para promover o produto mencionado, no dia 11 de Novembro de 1999, porque numericamente, lembra os palitinhos de biscoito cobertos com chocolate (Nota: é que se convertermos o ano de 1999 para o ano Heisei, vira o ano 11. Daí o Pocky Day começou em 11.11.11).

Não sei vocês, mas esse biscoito/doce/petisco/gordice/whatever pra mim é viciante. Claro que existem os genéricos e até imitações (como o Pepero, porque o Toppo da Lotte nada tem a ver com o Pocky). Mas em outros lugares no mundo, o Pocky é conhecido como "Mikado" (na Europa) e "Rocky" (na Malásia, para não confundir o som com "pork", que significa "porco").

Cada ano que passa, a empresa cria campanhas para promover (cada vez mais) o produto. Incluindo no Pocky Day, se no twitter a tag relacionada a Pocky passasse de um milhão e cento e dez mil tweets, entraria no Guinness Book of Records; um mosaico feito de 1.307.208 palitos de Pocky de chocolate e morango com a figura do "Devil Nino" feito no ano passado...

Para quem gosta, não espera o dia 11 de novembro pra comer Pocky, dar de presente para alguém...

Visite o site ♥

Wednesday, November 06, 2013

Tuesday, November 05, 2013

Minhas Aquisições em Setembro...

(Muitas vezes eu penso em dar um fim nesta série, porque muita gente pensa que eu estou as provocando com o que eu compro, mas na verdade a intenção é informar sobre o produto, onde consegui e como consegui...)

Era para ter postado no começo do mês, mas, pra não variar, uma série de contratempos e trabalho me ocuparam um pouco o tempo, sem falar de dois tufões pegaram quase em cheio onde eu moro, mas, pra quem está quinze anos no arquipélago, nem sei se já acostumei com esses fenômenos da natureza...

Sunday, November 03, 2013

Quando Eu Acredito na Grande Abóbora...


Quem tem mais ou menos a minha idade, deve ter assistido inúmeras vezes o desenho animado "E' A Grande Abóbora, Charlie Brown!", sobre o dia das Bruxas que é comemorado no Hemisfério Norte (isso existe desde a antiguidade, minha gente...), em que Linus escreve uma carta para a Grande Abóbora, que viria na noite do dia 31 de outubro na plantação de abóboras para a criança mais sincera (a gente sabe que o pobre Linus confundiu a história do Papai Noel, mas e daí?). E vai o Linus passar a noite na plantação, enquanto seus amiguinhos se fantasiam para a tradicional coleta de doces ("... e eu, uma pedra") e para a festa no final.

Muitas vezes quando estou cansada de ver tanto problema, tanta discussão, eu acabo lembrando desse episódio. Não por causa do Dia das Bruxas, mas por causa da inocência dos personagens, especialmente de Linus - ao mesmo tempo que ele dá conselhos para seu amigo Charlie Brown, ele vive com seu cobertorzinho e acreditando na vinda da Grande Abóbora.

Na verdade, não somente por causa do episódio citado, mas de todas as tiras e páginas dominicais de "Peanuts ~ Good Ol' Charlie Brown", criado por Charles M. Schulz em 2 de outubro de 1950 e durou até 13 de fevereiro de 2000 (a última página dominical, em que o autor se despedia dos leitores). Por que até hoje faz sucesso? Como eu poderia dizer? A visão do mundo de acordo com as crianças? Onde tudo era ingênuo e descomplicado? Por que era a realidade visto por elas? Difícil explicar.

Podem dizer que eu quero tapar o sol com a peneira, mas acreditar na Grande Abóbora, muitas vezes faz um bem danado.

Porque muitas vezes é preferível esquecer dos problemas da vida nem que for por alguns instantes.