Friday, April 04, 2014

Se resolvesse...

"Ficar com raiva não resolve nada. Bem, se resolvesse, ficaria p... da vida o tempo todo."


Sabe aqueles dias em que tudo dá errado pra você, desde a hora que você acorda até a hora de (tentar) ir dormir? Pois é, todo mundo tem e ninguém pode negar (se alguém disser que nunca teve um dia assim, ou é mentiroso ou é masoquista).



Pior que, quando logo ao acordar meu humor fica uma droga, pode ter certeza de que o dia todo fico irritada a nível hard, do tipo, nem namorido chega perto. E quando eu fico assim, acabo ficando com raiva até com coisas insignificantes. Depois, quando o dia acaba, eu tenho vontade de me encolher no cantinho e chorar até dormir. Sério.

Depois, no dia seguinte você leva um belo sermão no trabalho, "colegas" nem conversam mais com você, o clima fica mais pesado que 1000 toneladas de chumbo nas costas e você acaba se sentindo o pior de todos, pessoas do seu ambiente de trabalho te olhando como se dissesse "você é pior que o demo", "ser desprezível", e por aí vai.

Eu passo por essas situações quase sempre. Já tenho um gênio dos infernos, e, ao invés de eu procurar me controlar, eu acabo explodindo. E os resultados foram desastrosos. Acho que, se tem gente que ainda consegue me aturar, ou porque gosta de brincar com o perigo ou porque realmente tem uma grande consideração comigo (e essas pessoas que ainda me aturam, eu procuro ter um grande carinho e laços de amizade com elas, e se um dia eu magoá-las, eu perderei grande parte do meu amor próprio que ainda me resta).

Já teve gente fora do meu convívio que deu cada sugestão pra que eu controlasse minha raiva - desde beber chá de camomila, largar o emprego atual, tirar um ano de férias. Teve gente que de tanto que me adora (ironia mode on), sugeriu que eu pegasse uma viagem só de ida no meio da linha do trem, mais ou menos aquela cena inicial do manga/anime/filme GANTZ (ironia mode off).

Mas teve gente de bom coração que muitas vezes me chamava pra um cantinho e tirar meio dia pra tomar café e conversar. E isso muitas vezes me acalmava, me acordava pra vida. Ou me chamava no chat de alguma rede social e varando madrugadas conversando (culpa de fuso horário, fazer o quê).

Na verdade, eu preciso ocupar minha mente com outras atividades, como ler muito mais, fazer algum trabalho manual (é, meus bordados andam encostados há muito, muito tempo mesmo), desligar-me do trabalho e de outros problemas e aproveitar mais meu tempo livre. Mesmo não saindo de casa, é sentar diante da TV e assistir a algum filme ou dorama que faz tempo que não assiste, ou ler algum livro, ou tricotar, que seja.

Eu sei que muitas vezes ficar com raiva de alguma coisa não resolve nada, só te dá mais dor de cabeça. Tá, existem situações que te deixam muito p... da vida mesmo. Mas depois cheguei a conclusão que pra tudo tem solução, só te deixou com os nervos abalados, risco de ter uma úlcera e sua expectativa de vida diminuir vários pontos.

Preferível pra muitas coisas na vida fazer "vista grossa", especialmente no trabalho. Se a pessoa do teu lado fizer errado e tentar corrigir, já vi que é pior. Ultimamente estou deixando o barco correr e se acontecer, falta de aviso anterior não faltou. Estaria eu agindo errado? Dependendo do ponto de vista e da situação, talvez. Mas faço o que pedirem e acabou, porque se a gente explica, leva esporro, fica com raiva e não chega a um denominador comum. Muito pelo contrário, já fica sendo tachado de "chato", "enjoado" e outros adjetivos.

Muitas vezes, não vale a pena ser boazinha e tentar ajudar ao próximo. Ou você acaba ficando com tanta raiva, porque você explica enésimas vezes a mesma coisa pra pessoa e esta continua fazendo errado.

E depois o errado nesta história sou eu.


(Foto do post: via @transitions101, do panfleto do FC do Arashi, em 2011, época do Beautiful World Tour. Foto tirada e selecionada por Satoshi Ohno como "a melhor foto do Sho Sakurai") 


1 comment:

  1. Pensamento positivo faz milagres, Ki... é o que eu digo: sempre que vc alimenta o seu lobo ruim, o outro morre de fome e as coisas desandam.

    Kisu!

    ReplyDelete