Saturday, May 31, 2014

Você gosta... mas eu detesto!!!

Grrrr



1. Natoo (ou soja fermentada): Existe aquela velha conversa: "Ah, eu como qualquer comida japonesa". "Inclusive natoo?". Já ouvi muita gente dizer que come, outras, nem pode sentir o cheiro daquele troço gosmento e fedendo podre. E eu faço parte do segundo time. Já tentei, mas não dá. Ainda se fosse pelo fiozinho de meleca que se forma quando come, vai lá, porque quiabo (que eu gosto), quando não deixa de molho na água com limão, o resultado é meio catastrófico. Mas o cheiro... O dia que falarem que natoo emagrece, prefiro morrer gorda.

2. Verão. Pra mim, a pior época do ano. Aquele calor de fritar ovo no asfalto, suando feito um porco, e mesmo se andar pelado, ainda vai continuar sentindo aquele incômodo desgraçado, eu não desejo pra ninguém. Pra ajudar, eu sofro de pressão baixa, e calor em demasia, é pedir pra eu parar no hospital tomando soro, mesmo eu me hidratando com água e isotônico. Ir pra praia, então... só se for pra ficar debaixo do guarda-sol e com protetor 150 (isso se eu criar coragem e ir mesmo). O resto das estações do ano, eu tolero, apesar que na primavera eu sofra com alergia ao pólen, mas é melhor do que ter sua pressão sanguínea despencar ladeira abaixo.

3. Praia: Se for somente pra passear no final da tarde, até vale a pena, mas ficar o dia todo, se esturricando, e parecendo um bife a milanesa, me excluam. Tive uma época que até pegava um feriado prolongado e ia na praia, mas depois que quase virei uma lagosta cozida, não consegui mais ir para a praia, a não ser somente pra fazer o que eu mencionei logo no início deste item. Maior ironia da minha vida: por oito anos e tanto morei a meia hora de uma...

4. Carnaval. Quando a Bah postou sobre isso, virou quase unanimidade nos comentários. Achava que era só eu que era a diferente. Eu ODEIO Carnaval. Pra mim, um feriado longo pra aproveitar e ficar assistindo filme, porque pegar estrada pra fugir do Carnaval, centenas de milhares pensaram a mesma coisa. Pensando melhor, esse item seria melhor num post chamado "Coisa que eu odeio e outros também" (TM da Bah).

5. Fazer compras acompanhada (de muita gente): Passou de três pessoas comigo, nem adianta chorar. A não ser que todas tenham o mesmo gosto, o que eu acho difícil. Um bom tempo atrás, costumava sair com algumas amigas, que faziam meu dia de folga feliz. Depois que elas foram embora, mudaram de cidade e até de país, ficou dificil. No máximo uma pessoa consegue me acompanhar. Raramente duas. Passou disso... E' que eu costumo entrar num lugar que gosto e empaco. Se for livraria ou loja de CDs, me esqueçam, porque eu fico HORAS vendo o que tem de novo (ou não). Como eu não gosto de esperar os outros e também não gosto de fazer os outros me esperarem, prefiro fazer essas atividades sozinha. Até fazer compra em supermercado, no máximo eu e namorido e olhe lá.

6. Baladas: Eu já tenho problema de pressão baixa, se eu ficar num lugar fechado com um monte de gente concentrada por metro quadrado, eu quero sair correndo. Ainda mais com som alto que nem dá pra entender o que o outro fala (e vice versa). Sou mais ir num restaurante/bar com os amigos e ficar jogando conversa fora (e comendo e bebendo com calma também). Lembrando que, em quase todos os shows que eu fui em minha vida, foram em lugares com lotação contada (sem empurra-empurra, espremeção...).

7. Tomar banho de chuva: Podem dizer que não tenho romantismo na minha vida, mas eu odeio tomar banho de chuva. Já começa que eu detesto carregar guarda-chuva, mesmo aqueles que cabem na bolsa (e mesmo assim já tive a proeza de esquecer em algum lugar). Se ainda eu tomo banho de chuva quando estou voltando pra casa, ainda vai lá, porque é só chegar em casa e tomar banho (de chuveiro). Mas quando você está indo para algum compromisso/trabalho/whatever, é horrível ficar com aquela aparência de cachorro molhado. Sem falar do risco de pegar um resfriado depois.

8. Revista de fofoca: Já tive minha fase de ler revista do gênero na minha adolescência (sim, faz tempo, shame on me), mas hoje eu passo longe. Pior de tudo quando vou ao salão dar um trato nas madeixas e os funcionários insistem em colocar revistas de fofoca e especializadas pra quem passou dos cinquenta. E já teve vez que eu tive que pedir pra trocar as revistas porque eu disse que não gostava. Tenho vontade de tacar fogo nessas revistas porque não dá pra aproveitar quase nada delas, exceto receitas culinárias.


Foto: via twitter (não lembro de quem eu acabei salvando, juro!)

8 comments:

  1. Tirando o tópico banho de chuva (eu até que gosto um pouco... Tou quase sempre tão desarrumada que parecer um cachorro molhado não é tão trágico husahusuha), concordo com tudo, tudinho!
    E sobre carregar guarda-chuva, não é só isso. Eu detesto qualquer coisa que tenha que carregar. Por isso não gosto nem de bolsa, prefiro mochila xD
    E também tenho pressão um pouco baixa (mas nada fora do normal), então posso não parar no hospital, mas fico inutilizada no verão ( e literalmente, pingando suor).
    Quanto à questão de compras... Só com gente do mesmo gosto mesmo. Uma vez sai com uma amiga e as parentas dela... Horas vendo relógios e sapatos caros. Quase morri de tério. No final da viagem ela ainda queria me dar um presente... E me comprou uma camiseta. Pelo.mesmo.preço.do.mangá.que.eu.fiquei.10.minutos.babando.no.mercado.
    É.
    E também tem o fato de que é difícil demais dar e receber atenção de mais de duas pessoas... Eu me sinto sozinha, detesto me sentir deixada de lado xD
    Enfim, enfim, vou acabar fazendo um comentário maior que o post! Malz xD

    ReplyDelete
    Replies
    1. Petit, acho que tem muito item que muita gente tem em comum. Só não coloquei gosto musical/cinema/ whatever, senão ia dar no que falar, e você sabe do que eu estou falando XDD
      Prova maior de que eu sair com mais de três pessoas, foi uma certa vez que saí com namorido e mais dois amigos dele. Resultado: larguei os três falando sozinho enquanto eu já estava dando a volta no quarteirao e mais um pouco.
      Não tem jeito: junho é época de chuvas aqui no Japão, e sair sem guarda-chuva é pedir pra se molhar, porque cai aquelas pancadonas repentinas...

      Ate que seu comentário foi curto, diante de muitos que andei lendo em alguns blogs... XDDD

      Delete
  2. Natoo, chuva, revista de fofoca e carnaval eu concordo. Aliás, nunca fui fã de nenhum deles, mas não tenho aquele ódio mortal. Simplesmente, tão lá, não fedem nem cheiram. Só a chuva que dependendo, me tira do sério u.u
    Agora, vou discordar de vc qto ao Verão, praia e baladas... pra mim, uma puxa a outra: verão traz praia, que traz a balada... é algo que eu simplesmente amo. E eu tb tenho pressão baixa, mas não a ponto de parar no hospital, fico zoada as vezes, mas me sinto bem melhor no calor que no frio,
    Qto a balada, balada mesmo eu costumava ir bastante antes, hj em dia um rock bar ou mesmo sair a noite pra qqer lugar, não acho ruim não. Não vou negar que de vez em qdo bate saudades de ir naquela balada e se acabar na pista como se não houvesse amanhã, mas não consigo ter o mesmo pique de antes, hahaha até vou, mas dá 4 da manhã tou vazando.
    Coisa que eu odeio com todas as minhas forças mesmo, é o inverno. frio pra mim é tortura, ainda mais que sou friorenta, passo mal. De verdade, no verão ficou minha TL inteira reclamando do calor, e eu não falei nada.... agora chega o frio, esse mesmo povo fica postando o qto ama o frio. E vai eu reclamar, acabo passando por chata ¬¬ (talvez por ser minoria?) mas sério, o próximo que me falar que ama frio, vou mandar curtir o frio no inferno do polo norte então XD *a revoltada, hahahaha*
    Agora fazer compras, pra mim é relativo. Eu não gosto de fazer compras sozinha, mas geralmente qdo saio pra comprar algo, é com amigos mesmo, então até que é sossegado. Na maioria das vezes, eu faço compras mesmo com a minha mãe, aí a gente acaba se entretendo juntas, nem vemos o tempo passar.
    Vixi, olha eu e os comentarios gigantes... >_< gomen, hahaha mas enfim, é isso. Acho que é bem como dizem: gosto é que nem bunda, cada um tem a sua :P

    ReplyDelete
    Replies
    1. Tathy, que voce AMA praia, isso já ficou mais que provado nos seus posts de viagem XDD Não vou dizer que detesto praia, até gosto de ir pra passear, mas pra ficar esturricando... eu passo. E como eu disse: maior ironia da minha vida aqui no Japao: ter morado oito anos e tanto perto da praia, aquela mesmo onde foi filmado parte das cenas de Hidamari no Kanojo... (calma, eu fui muitas vezes pra lá...)
      Já tentei ir em balada, mas não aguentava ficar nem uma hora lá que eu já estava pedindo pra tomar ar. Sério.
      HAHAHAHA Ai, então você vai odiar aqui no final de ano: frio e neve. Lugar onde nem sinal de neve e lembra o Brasil, seria Okinawa. E detalhe: geralmente setembro em diante, é a época que pipocam shows adoidado, inclusive dos meninos (é, faz um par de anos que eles não fazem mais Summer Tour como foi a epoca do "TIME")
      Não se preocupe com os comentários! O importante é sermos felizes XD

      Delete
  3. Há... muuuitas coisas em comum mesmo kkkk esqueci do natoo, odeio o cheiro dele, talvez por isso nunca tenha comido rs

    k!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Hahahaha, uma das diferenças seria que eu adoro cebola e alho e você foge deles.
      Natto, eu tentei comer, mas o cheiro e a aparência me fizeram desistir na hora. Mas engraçado que eu adoro quiabo (e algumas vezes estava aquele fiapo de baba, sabe).

      <3 <3

      Delete
  4. Hoe, Kiyomi-chan!

    Meodeos, se o namorido der bobeira, eu CASO contigo, porque a gente vai se curtir muito sem todas essas coisas em nossa vida matrimonial, huahuahua /descedolustrekarupin XD

    Fica o benefício da dúvida a respeito do natto porque eu nunca tive a oportunidade de experimentar, mas de resto, Kiyomi-chan... *bate no peito* Tamo (muito) junto!

    Calor, praia, sol, verão, suor... Por favor, esqueçam que eu existo porque estarei mega ocupada lagarteando, estirada sobre o chão da cozinha e tentando não suar em bicas! Também tenho pressão baixa e um adicional de sudorese excessiva, então procuro não realizar movimentos desnecessários.

    Balada também não me atrai em nenhum sentido; não vou conseguir conversar, não é normal eu dançar, já prevejo transtornos com pessoas afim de algo e eu não, além de sequer curtir música eletrônica - Perfume não conta, né? XD

    Revista de fofoca é um desperdício de vida, de energia, de meio ambiente...De verdade, eu tenho pena das árvores que tiveram de se sacrificar para assumir a forma dessa tristeza grampeada.

    Chuva e compras... Não tenho mais a acrescentar, é exatamente como você descreveu. "Mi transtorno, su transtorno". *drop the mic*

    Beijos~ ♥

    ReplyDelete
    Replies
    1. Karupin, vamos dar as mãos hahahahaha

      A respeito do natto, pelo menos uns bons anos atrás, pessoal do sul do Japão não tinha o hábito de comer, mas o do norte, sim. Um pouco vem de experiência familiar, já que descendo dos dois extremos (Hokkaido e Kumamoto).

      Já tentei ir em baladas aqui, mas confesso que não curti mesmo. Meu negócio é ir numa cafeteria ou barzinho com meia dúzia de gente e passar a madrugada batendo papo e bebendo algumas, não exatamente nessa ordem.

      Sobre revista de fofoca aqui, já pedi logo de cara no salão onde fui da última vez me derem revista até de pesca, mas de fofoca como Josei Seven ou semelhantes, passo longe.

      Beijão <3

      Delete