Wednesday, July 09, 2014

A Copa e Eu


Sugestão de atacantes, meio-campistas, zagueiros, laterais para a seleção japonesa em 2018. Não, pera...

Sendo sincera: estou acompanhando as notícias da Copa do Mundo no Brasil via Twitter, apesar de que todos os jogos do evento estão sendo transmitidos em todas as emissoras japonesas (em sistema de rodízio, claro). Mas desde 1982 eu não consigo acompanhar sequer uma partida completa.



Torço pro Tricolor, aka São Paulo Futebol Clube (Rogério Ceni pra presidente do clube, técnico e cobrar pênalti pra ontem /foge dos tijolos), mas perguntem pra mim se acompanho, assisto e tudo o mais. Nem quando o Tricolor disputou a Libertadores aqui, consegui ingresso pra prestigiar, imaginem nas Copas. Mesmo a Copa do Mundo de 2002 sequer acompanhei os jogos direito, nunca fomos dispensados mais cedo pra podermos assistir, e só vi a final porque era num domingo, dia que eu folgava. Aliás, torço pro Brasil e Japão, porque, pô, vamos dar uma chance pros Samurais Azuis também, por que não? (Ok, minha ascendência entrega)

Eu sei que minha terra natal passa por diversos problemas, ninguém queria que a Copa do Mundo de 2014 fosse realizada lá, que existem coisas muito mais importantes do que construirem estádios, que a imagem do Brasil (tanto positiva como negativa) foi MUITO repercurtida em todas as mídias possíveis, que a cerimônia de abertura teve mais tomates podres do que flores...

No máximo consegui assistir mais da metade do jogo Japão X Costa do Marfim porque foi num domingo de manhã e estava sem fazer nada naquele dia. O restante dos jogos só assisti quando passaram os melhores momentos nos noticiários, porque fuso horário acaba com a gente, admiro a coragem e a garra do pessoal aqui que consegue varar a madrugada pra assistir aos jogos.

Mas fico surpresa em saber que boa parte dos turistas estão descobrindo o lado bom do Brasil, além da forma que foram recebidos, como terem ido em uma festa junina, se empanturrado de pastel de feira, salgadinhos e doces regionais. Claro que uma manifestação aqui e ali, incidentes, e afins rolaram...

Também fiquei surpresa com os resultados dos jogos. Quem iria imaginar que as seleções tidas como "favoritas" fizeram as malas mais cedo (como Inglaterra, Itália e a campeã da Copa anterior Espanha)? E quem ninguém botava fé, como Costa Rica e Argélia, foram as que deram maior canseira nas mais conhecidas. Só pra constar, segundo muita gente comentando no Twitter, os jogos da Alemanha vs. Argélia e Holanda vs. Costa Rica, foram as mais emocionantes. Sem esquecer do goleiro da seleção mexicana, Ochoa, que defendeu todas no jogo contra o Brasil.

Confesso que eu queria muito que ao menos a seleção japonesa ficasse entre as 16 melhores, como foi na Copa de 2010. Podem ter sido eliminados logo na primeira fase, mas sua demonstração de humildade em agradecer pela participação e os espectadores nipônicos limpando onde ficaram no estádio, foram notícia em todo o mundo. (O que aqui no Japão é normal para 99% da população, porque nem tudo é perfeito)

Samurai Blue, em foto oficial antes da ida para o Brasil. Créditos na foto.


(Ah, sim ~ e as meninas na minha TL do Twitter torcendo avidamente pelos Samurais Azuis nos três jogos que disputaram. Obviamente os nomes mais citados eram Eiji Kawashima (goleiro), Atsuto Uchida (defesa, e os narradores brasileiros teimavam em pronunciar o sobrenome dele errado), Yuto Nagatomo (defesa), Shinji Kagawa (meio-campo), Makoto Hasebe (o capitão) e Keisuke Honda (ataque). Talvez porque 1) o pessoal conhece porque a maioria joga em outros times da Europa; 2) ao menos Kawashima, Uchida e Kagawa já apareceram em programas de variedades, sem falar que o Honda faz vários comerciais. Houve quem comentasse que, caso o Uchida aposente do futebol, ele é perfeito para ser ator ou entrar na JE...)

Não bastasse Atsuto Uchida roubar a atenção até dos anfitriões no programa "Arashi ni Shiyagare" (dia 20.07.2013)...


... ainda dublou o personagem Usshi (porteiro do hotel) no anime "Pokemon The Movie XY ~ Diance and the Coccoon of Destruction" (estréia em julho)


Claro que piadas nunca faltam em qualquer evento que se preze. Uma das mais conhecidas foram os "memes dos hinos", que saíram logo na primeira fase no Facebook (via youpix, garotas geek, futirinhas, Jstorm Station).

Kiss on the shoulder para as inimigas

Nunca um bolero teve uma realidade tão certeira (nota: Espanha caiu fora logo na primeira fase)

Quem assistiu toda a saga dos Cavaleiros do Zodíaco, sabe do que essa letra se refere.

(Porque esquentar a cabeça pela eliminação logo de cara, não vai evitar das cabeças rolarem)

(Tinha também a versão do Dragon Ball, mas como o Pikachu foi a mascote deste ano, tá valendo)

(Mas eu ainda prefiro essa versão do Hinomaru, feito pelas meninas do JStorm Station no FB)

E a criatividade do brasileiro nunca tem limites - por exemplo, no dia em que o Japão jogou contra a Grécia, foi inevitável o pessoal associar tudo com a saga de "Saint Seiya", mais conhecido como "Cavaleiros do Zodíaco", no Twitter. Sem falar que, a seleção grega tem um jogador de nome Samaras (Samaras 7 dias, trendou muito no Twitter).

Nem poderíamos esquecer das previsões do Rolling Stone Mick Jagger, que desde a Copa de 2010 suas previsões nunca falharam. Todo time que ele torcia, perdia. Nesta Copa, não poderia ser diferente - torceu pra Itália, Inglaterra e Portugal. O resultado nem poderia ser outro. Em seu Twitter, ele só comentou até o dia 18 de junho, depois sei lá. Mas o post que circulou dele torcendo pro Brasil, no dia que ia disputar contra o Chile, era falso.

Mas nem tudo é alegria nos eventos. A suspensão de Suarez (da seleção uruguaia) por ter mordido Chiellini, da seleção italiana no finzinho do jogo (e olha que Uruguai já estava classificada entre as 16), Neymar Jr. fora das finais devido a uma lesão vertebral causada pelo jogador colombiano Zuniga, que, por sua vez, está recebendo milhares de críticas incluindo ameaças de morte, violência contra sua filha (!!) e tudo o que imaginar.

O que fez muita gente se emocionar foi o gesto de carinho do zagueiro da seleção brasileira (e segundo a Fifa, um dos melhores jogadores da Copa) David Luiz com o jogador (e artilheiro) colombiano James Rodríguez, que chorava pela derrota e tudo o mais. O zagueiro além de consolá-lo, trocado as camisas, pediu para que o público em Fortaleza que aplaudisse o meio-campista.



A Copa está quase no fim, com quatro seleções disputando para quem consegue ser o campeão deste evento. E que ao menos, em Belo Horizonte, onde vai ser o jogo Brasil vs. Alemanha, o público também lembre do viaduto que caiu e vitimou mortalmente duas pessoas (e muita gente nem se lembrou disso).

Fotos: revista VEJA, NTV, Pokemon the movie, youpix, futirinhas, garotas geek, JStorm Station, twitter e tumblr

No comments:

Post a Comment