Tuesday, December 09, 2014

Arashi Live Tour 2014 ~ THE DIGITALIAN - Nagoya Dome 6 de Dezembro de 2014

Vocês leram o título certo.



Vou tentar explicar, porque quem viu a foto neste post, ficou meio sem entender (ou não entendeu nada).



Vou falar a verdade: desde fim de outubro eu estava guardando segredo de muita gente a respeito de eu ter conseguido ingresso para ir a mais um concerto de outono do quinteto Arashi (um dos grupos mais concorridos para se conseguir ingresso mesmo sendo membro do fã-clube deles), porque eu consegui através de uma amiga de uma outra amiga minha (Twitter tem poder, minha gente!), porque eu mesma recebi o mail de que infelizmente não foi desta vez.

Clique pra ampliar a foto (muita gente lembra deste post?)

Eu estava conformada de que eu não iria a mais um concerto este ano (porque o Daikanshasai do Masaharu Fukuyamna tá pior de conseguir ingresso - tudo esgotado em minutos), quando uma amiga minha me chamou no Twitter no privado e a conversa foi mais ou menos assim...

Ela: Kiyomi, conseguiu ingresso [do show do Arashi]?
Eu: Não, não foi desta vez...
Ela: Gostaria de ir com a gente em Nagoya Dome?
Eu: HEIN? COMO? QUANDO? POR QUE????
Ela: Uma amiga minha comprou quatro ingressos, só que duas desistiram e estava procurando quem gostaria de ir, então... Vai ser dia 6 de Dezembro, no Nagoya Dome.
Eu: Vou sim, avisa sua amiga que eu quero ir, como faço pra pagar, contato, socorro?

Resumo: em questão de uma noite, resolvemos tudo, paguei O VALOR ORIGINAL DO INGRESSO, recebi e aguardando o grande dia, porque além de ir no show, iria reencontrar as amigas e conhecer as outras.

Não me importei de viajar seis horas no meio da noite, dormido mais ou menos e ter madrugado no Nagoya Dome para comprar os comentados concert goods, porque muita coisa tem utilidade, como os shopping bags, clear files e toalhas. O restante varia a cada tour. (Um dia desses eu postarei sobre o assunto baseado nos meus cof cof cof). Mas novamente explico porque a gente literalmente faz plantão nas filas pra comprar as lembrancinhas.

Vista da passarela para a área do Nagoya Dome onde fazem as bancas de venda (ao lado esquerdo da foto). Nem eram sete horas da manhã, e olha como estava a fila. Ao fundo, o Cirque Du Soleil com o espetáculo "OVO", que, se eu tivesse um pouco mais de tempo disponível, eu ficaria pra assistir.


Existem itens que são limitados a cada Dome. No caso do "The Digitalian", o item limitado que variava a cor conforme o lugar, era um broche lembrando uma medalha. No caso, no Fukuoka Yafuoku! Dome, onde a tour iniciou, o item era da cor verde. No Osaka Kyocera Dome, era azul. E no Nagoya Dome, era amarelo. Teve ano que o bendito item limitado acabou em minutos (no "Popcorn Tour", de 2012-13, era um earphone jack em formato de balde de pipoca), então, o pessoal costuma passar horas na fila esperando as banquinhas de venda abrirem.

Encontrei as amigas que vieram de longe aqui no Japão (províncias como Nagano e Shizuoka) e de perto (Aichi e Gifu), agradeci imensamente pelo ingresso, por ter a sorte de conhecer gente muito bacana mesmo e fomos curtir o show, apesar de que logo pela manhãzinha caiu alguns flocos de neve, chuviscou e esfriou pra caramba. E vocês acham que o pessoal arredou pé? Bem, capa e guarda-chuva são itens de primeira necessidade nestes casos (detalhe: a previsão era de chuvisco e neve a tarde....) Nada disso tirou o ânimo do público que veio para o Dome de tudo como era jeito - normal até cosplay dos figurinos de shows anteriores. Olha que, tem muito cosplay tão bem feitinho que admiro a paciência dessas meninas (e meninos também).



Claro que antes de entrar no Dome, fotos para provar que as meninas brasileiras que moram no Japão têm direito sim de se divertirem, porque a vida não é só trabalho, trabalho, trabalho, estresse, trabalho, vontade de jogar o fulano pela janela, trabalho e mais trabalho. (Vide fotenhas no meu instagram e no FB)

Uma vez dentro do Dome, bora aproveitar o máximo do espetáculo.

Todo mundo sabe que aqui tem que ser muito ninja pra conseguir tirar fotos em qualquer show que se preze. Eu sei que o pessoal é chato pacas, mas ou você aproveita o show o máximo que puder ou fica perdendo tempo encontrando o melhor ângulo para a foto. Eu consigo, no máximo, tirar a foto do palco antes do show começar e tem que ser muito rápido e seja lá o que Deus quiser porque tem os staffs  que ficam de olho.


Pra ter uma idéia, eu e mais três amigas minhas estavámos a SEIS fileiras da arena e bem no corredor onde passa o catering car com os membros do grupo em pares, trio ou individuais.

O tema do show foi mais voltado a efeitos digitais e computadorizados, mas sem perder a naturalidade das demais músicas, especialmente nos solos.

De tempo em tempo, antes do show começar, tinha um marcador de batimentos cardíacos de cada membro do grupo, de acordo com o image color de cada um (pra quem não sabe, do Arashi seriam - azul: Satoshi Ohno; vermelho: Sho Sakurai; verde: Masaki Aiba; amarelo: Kazunari Ninomiya; roxo: Jun Matsumoto). Conforme comentários no twitter, os batimentos cardíacos do Sakurai eram os mais baixos, enquanto os demais, aumentavam a medida que o horário se aproximava.

Quando as luzes se apagam, todo mundo sabe que era a senha que o espetáculo já começaria. Sempre com uma curta metragem de como seria o tema. Assim que o grupo aparece no palco, o público delira.

Não posso muito dar detalhes sobre o show, que, na minha opinião foi um dos melhores e mais divertidos, nem durante a famosa "pausa pra conversa fiada, mais conhecida como MC", os cinco nunca levam a sério, sempre tem que ter piadas e casos hilariantes pra contar. E, claro, sessão "divulgando os trabalhos futuros e/ou em andamento porque temos que trabalhar pra garantir comida, games, casa e impostos em dia", como os tampatsu doramas do Sho e do Nino que serão em janeiro (ambos pela Fuji Television) e o filme em cartaz do Aiba.

Pela posição onde fiquei na arquibancada, deu pra ver PERFEITAMENTE os cinco quando ficavam no palco lateral e quando passaram nos catering cars e nos balões. (do tipo: ELES EXISTEM MESMO, COMO SAO LINDOS DE PERTO, SAKURAI MUITO FOFO E GOSTOSO E tá, parei), mas não consegui pegar as fitas nem os confetes que são lançados no auge do show...

O repertório foi composto pelo último álbum "THE DIGITALIAN" incluindo a faixa que só saiu na edição regular, os solos (Aiba, Sho e Matsumoto roubaram o show nos seus solos, e não, desta vez Matsumoto não rasgou a camisa pra ficar pagando peitinho como sempre) algumas que eles não costumavam incluir em shows há alguns anos, um encore especial dos quinze anos de carreira. Mas não teve o último encore costumeiro em que eles aparecem com a camiseta da turnê e encerravam com três músicas. Mas efeitos visuais e pirotécnicos dominaram o espetáculo.

Uma novidade nesta turnê foi o uso do fanlight, um uchiwa com luzes que mudavam de acordo com a sincronia com a música. Para funcionar durante o show, essa sincronização, tem que levar o uchiwa pra ativar no lugar indicado e ligar quando o show começar. Como era a primeira vez que usavam na turnê, o primeiro dia em Fukuoka, deu problema e o show começou com alguns minutos de atraso, por causa da fila que se formou no "Digitalian Area", onde era o lugar para ativar o uchiwa (gente que chegou em cima da hora).

Na verdade, esse tipo de penlight que a cor muda conforme a música, já existia desde os shows da Ayumi Hamasaki. Na última turnê do Masaharu Fukuyama, a produção entrega um light stick na entrada e pediam pra ligar um pouco antes do show começar. E depois tinha que devolver após o término.

O estrago financeiro nos concert goods, mas são coisas que são úteis em qualquer momento - fanlight (ok, vai servir como sinalizador em fila de concert goods do próximo ano), shopping bag, necessarie, clear file, panfleto e photoset do grupo. 


Como a gente comentou e comenta sempre nas redes sociais: a gente pode ter ido em um, dois, cinco shows do mesmo grupo/artista, mas se a gente gosta, cada show vai ter algo que faz ser inesquecível. Desde algum repertório novo, a produção e o fato de poder encontrar as amigas de longa data, que também nutrem o mesmo respeito e gosto, faz tudo ser lindo.

Relatório de concertos, muita gente que conheço já leu nos LJ e no FB, se eu postar o meu, vai ter gente discordando, tal como aconteceu comigo no ano passado, que postei do Tokyo Dome e teve gente que mandou DM achando ruim. Melhor esperarem sair em DVD (que provavelmente vai ser o do concerto no Tokyo Dome).

(Engraçado que, quando fiz as postagens dos shows que fui, do Paul McCartney (novembro de 2013), SMAP (setembro de 2010), Franz Ferdinand (novembro de 2010) e do Masaharu Fukuyama (2007, 2009 e 2014) ninguém reclamou.)

Agora, esperar por um milagre de eu receber mail do FC dizendo que eu fui contemplada para ir no Tokyo Dome. Sim, essas coisas acontecem, ou até o próximo outono (ou antes, se tiver algum evento especial).

Agora é a hora

Vamos agora,

Vamos agora, baby

E' uma corrida que te leva para o passado e o futuro

Vamos agora,

Vamos agora, baby

Está vendo? Toque o céu

Vamos agora, 

Vamos agora, baby

Vamos voar para muitos céus juntos

Nós acreditamos em vocês

Acreditem e vamos atravessar esses cinco anéis brilhantes

Meus amigos Arashians!

Acreditem e vamos atravessar esses seis anéis brilhantes

- "Take Off!!!!!"


Fotos: Google, Arashi ni Shiyagare, da própria autora.

Tradução da parte da letra de "Take Off!!!!!" via  original de Yarukizero @LJ

No comments:

Post a Comment