Tuesday, March 31, 2015

Redes Emanharadas

Não está sendo fácil entrar em qualquer rede social e fechar a janelinha com um misto de raiva, decepção, tristeza e vontade de espancar o primeiro pela frente (o que nem valeria a pena). 

Sempre tive a idéia de entrar em rede social ou blog x, y ou z e me entreter, ter algum informação legal, espairecer a cabeça depois de um dia (ou uma semana, tanto faz) de um trabalho penoso. Bem, isso há alguns anos atrás, porque de uns tempos para cá, de dez artigos que eu tento ler, pelo menos metade deles são de ódio, de protesto, de raiva, de chorar (literalmente, mas vai da interpretação de cada um)...

Eu não sei o que acontece na mente desse pessoal, porque qualquer coisinha que comenta, pra começar uma Terceira Guerra Mundial basta apertar um botão. Num tópico qualquer que seja, obviamente vai ter uma parcela de gente que vai discordar e vai ter outra parcela que vai concordar. Ainda se o argumento fosse válido... Mas nãão... só falta sair na facada mesmo. Sabe do tipo as batalhas na história do Rurouni Kenshin? 

Daí se a gente fala que essas pessoas estão exagerando, vêm dizer que somos um porre. Da mesma forma que elas não concordam com isso, a gente também tem o direito de não concordar com o ponto de vista delas. E quando isso acontece, começam os discursos cheio de "moral" e que somos obrigados a concordar com elas. 

Existem pessoas que realmente a gente nem pode discutir, que seria uma perda de tempo. Nem comento mais nada nas redes sociais sobre muitos assuntos porque não existe mais aquela discussão saudável dos tempos em que existia o Fórum das Garotas Que Dizem Ni ou o Fórum Beatles Brasil, que a gente discutia, zoava mas todo mundo ficava na paz e amor. Um ou outro era um porre mesmo, mas a gente relevava. Mas hoje, nem dá mais pra fazer isso. Se esses dois fóruns ainda estivessem ativos, eu nem saberia dizer se iríamos continuar ser os mesmos.

Porque seríamos chamados de reacionários, elite, retrógrados, preconceituosos... 

Porque realmente, nem sei mais o que acontece com as pessoas, a tolerância esvaiu-se como fumaça.

E eu pergunto: vocês compram esmalte pela cor ou pelo nome?






No comments:

Post a Comment