Monday, June 22, 2015

It's Only Love

Normalmente eu quase nem falo do namorido aqui neste Empório, mesmo porque ele é a pessoa que mais morre de vergonha nesse mundo. Mas engraçado que gosta de vida social, eu não entendo.

Desde que a gente se conheceu, dezesseis anos atrás, já passamos por muitas fases, altos e baixos, tudo que a gente possa imaginar. Se a gente está vivo e junto até hoje é porque a gente acredita que no final tudo vai dar certo, mesmo sendo uma coisa por vez.

Uma das coisas que admiro nele é dar a liberdade de fazermos nossas coisas particulares. Claro que temos nossas coisas em comum, mas também temos nosso lado particular, como ele ir nos eventos dele e eu nos meus.

Acho que só ele para aturar meus surtos quando vejo meus ídolos na TV, quando vou nos eventos do tipo Comic Market da vida, quando vou nos concertos...

Outra coisa que ele me ensinou foi agradecer pelo dia que se foi e poder acordar para enfrentar outro que segue. Só o fato de estar vivo e com saúde, faz com que a gente possa enfrentar os dragões nossos de cada dia. E' cliché mas a frase "o importante é ter saúde, porque sem saúde como você vai poder enfrentar a vida?", mas saúde é um fator que não é o forte dele, mas ele nem pensa nisso (mesmo ele se cuidando e tudo o mais), porque se ele pensar, provavelmente ele cai em depressão, e isso, ainda bem que ele nem possui.

Muitas pessoas acham estranho a gente não trocar declarações de amor melosas nas redes sociais, não postar tanta foto juntos, não mencionar sobre dia dos namorados, porque a gente nem precisa ficar mostrando pro mundo todo o quanto a gente sente um pelo outro. Bem, cada um tem seu jeito de demonstrar, uns mais espalhafatosos, outros mais discretos. A gente se encaixa no segundo caso.

O importante para nós é estarmos bem, vivendo em paz. Se a paz na casa e na vida terminarem, tudo termina. Mesmo se porventura não der mais certo, que seja de uma forma amigável (porque seria a coisa mais constrangedora nesse mundo terminar a amizade).

Seja como for, espero que complete muitos mais anos pela frente e que estejamos sempre um ajudando ao outro para superarmos os perrengues que passamos e seguir adiante com a cabeça erguida.




No comments:

Post a Comment