Wednesday, April 06, 2016

[Cine Pipoca] Haha to Kuraseba (2015)



Nobuko Fukuhara (Sayuri Yoshinaga) é uma parteira que trabalha em Nagasaki. Seu filho mais novo, Koji (Kazunari Ninomiya), morreu em consequência da explosão da bomba atômica que caiu na cidade, no dia 9 de agosto de 1945. Três anos depois, Koji aparece diante dela, e, ocasionalmente em suas aparições ficam lembrando do passado, ora felizes, ora tristes.



Mãe e filho lembram dos tempos felizes em que ele estudava com Machiko (Haru Kuroki), que vinha em sua casa. E dos tempos da guerra, onde seu pai e irmão mais velho morreram de forma trágica (o que causava pesadelos em Nobuko).

A história pode ser surreal, mas mostra o vínculo entre mãe e filho, mesmo sabendo que ele não estaria fisicamente com ela, mas em forma de espírito.



"Haha to Kuraseba" (literalmente "Vivendo com minha mãe", ou como saiu no exterior "Nagasaki: Memórias de meu filho"), foi lançado no dia 12 de dezembro de 2015. Dirigido por Yoji Yamada, ele queria fazer um filme em homenagem a Nagasaki e também 120 anos da empresa Shochiku, a mesma que distribuiu o filme, e era a primeira vez que o diretor fazia um filme em forma de fantasia.


Yoji Yamada, o diretor, é mais conhecido (inclusive internacionalmente) pela série que dirigiu - "Otoko wa tsurai yo" ("E' duro ser homem", mais conhecido como "As aventuras de Tora-san") e teve um de seus filmes indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. O filme "Haha to Kuraseba" foi inspirado no livro "Chichi to Kuraseba" (ou "A Face de Jizo"), de Hisashi Inoue, que era ambientado em Hiroshima. Yamada quis fazer a versão de Nagasaki, já que também foi uma das cidades atingidas pela bomba atômica durante a Segunda Guerra Mundial.


As filmagens tiveram início em abril de 2015 e terminaram em julho do mesmo ano. Mas o anúncio do filme e elenco foram feitos em outubro de 2014. (Tanto que, na época, alguns meses antes, tinham anunciado que Ninomiya ia atuar junto com o ator e diretor Takeshi Kitano em "Akamedaka", especial para a TV, mas durante todo esse tempo, o filme ficou pronto e saiu antes que o especial)



Era a primeira vez que Ninomiya atuava com a atriz Sayuri Yoshinaga, muito conhecida desde os anos 60 em filmes como "Kyupora no aru machi", "Izu no Odoriko", "Ai to shi o mitsumete", "Ototo" e na série "Otoko wa tsurai yo". Os atores tiveram que aprender o dialeto de Nagasaki para dar mais realismo à história (e as filmagens foram feitas na cidade).

A música foi composta por Ryuichi Sakamoto, após um ano ausente do meio artístico devido ao tratamento de câncer.


O filme ficou entre os 10 melhores filmes eleitos pelo KineJun (uma das revistas especializadas na área, o Kinema Junpou), e na 89a. edição, ganhou os prêmios de melhor ator (Ninomiya) e atriz coadjuvante (Kuroki).

No 39o. Japan Academy Prize (equivalente ao "Oscar" que conhecemos), o filme teve duas premiações principais - o de melhor ator (Ninomiya) e de melhor atriz coadjuvante (Kuroki). Chegou a concorrer o de melhor filme, direção, atriz principal e ator coadjuvante.



"Haha to Kuraseba" (2015), dirigido por Yoji Yamada. Elenco: Sayuri Yoshinaga (Nobuko Fukuhara), Kazunari Ninomiya (Koji Fukuhara), Haru Kuroki (Machiko Sata), Tadanobu Asano (Kuroda), Kenichi Kato (O Homem de Shangai), Yuriko Hirooka (Tomie), Miyu Honda (Tamiko), Nenji Kobayashi (Funcionário da Imigração), Tsuji Kazunaga (senhor de meia idade), Isao Hashizume (Professor Kawakami). Música de Ryuichi Sakamoto. 

Nota: Empresas como Japan Post e SoftBank por exemplo, ajudaram na divulgação do filme.

Fotos: site oficial do filme, site oficial do Japan Academy Awards, natalie.mu, youtube, tumblr, twitter.


No comments:

Post a Comment