Monday, August 22, 2016

Dekamori Haikaropa [Itadaki High Jump - 4 de Novembro de 2015]

De alguns bons anos para cá, em alguns programas de TV japonesa, mencionavam muito de pessoas que conseguiam comer grande quantidade de comida. Quantidade o suficiente para alimentar uma família de 10 pessoas, mais ou menos.

Lembro de um dorama que passou em 2000, chamava-se "Food Fight", onde um simples funcionário de uma empresa participava de um campeonato de quem consegue comer mais em um certo tempo. Se bem que campeonatos de quem come mais, existe desde o século passado.

Aí, apareceu uma garota que conseguia comer muito. Quando digo muito, é o que mencionei no primeiro parágrafo: se descuidar, ela comeria o prato dela, o seu e do vizinho. E aquele tipo de pessoa que muita gente tem raiva: come, come, come e a danada não engordava. 

Natsuko Sone, mais conhecida como "Gal" Sone, apareceu em um programa de TV em meados de 2006, como competidora de quem consegue comer muito. A fama dela cresceu tanto que, em 2007 o verbete "Oogui" (glutão/glutona) ficou no top ten pela empresa U-can, no dicionário de verbetes e frases do momento.

E também o famoso Takeru Kobayashi, que quase todo ano ganhava o campeonato de comer cachorro-quente, promovido pela rede Nathan's. Além da youtuber Yuka Kinoshita, que é como a Gal Sone: come pra caramba e não engorda. Por favor, passe-me o segredo, porque eu só de pensar já engordo.

Achei que essa história de comer muito e ainda pedir sobremesa porque não está satisfeito, tinha diminuido (mesmo nos programas de variedades, o máximo era buffet restaurant...), até um belo dia eu pegar pra assistir alguns vídeos do programa Itadaki High Jump (vide aqui e inclusive mencionei alguns episódios sobre o assunto)...

A produção chama alguns membros do grupo (podem ser em dupla, trio e quarteto) para realizar uma determinada tarefa solicitada pelos telespectadores. Obviamente ninguém sabe do que se trata até quando as cobaias, digo, os membros recebem o quadro devidamente coberto contendo o que irão fazer...

As felizes cobaias, ops, membros escolhidos para realizar a tarefa do dia: Daiki Arioka, Yuri Chinen, Ryosuke Yamada e Hikaru Yaotome, chegando às nove da matina em Shibuya...
No programa do dia 4 de Novembro de 2015, no estúdio, somente Ryosuke Yamada, Yuri Chinen, Daiki Arioka e Hikaru Yaotome sabiam o que haviam realizado - tanto que o restante achou que era muita gente pra fazer a tarefa (porque normalmente vão em duplas ou em trio). Os quatro disseram que faltou é gente devido a missão que tiveram que cumprir...


Tem que estar cheio de motivação para começar o dia sem saber O QUE vai fazer....
"Apetite de Outono! Dentre muitos lugares que servem DekaMori [grande quantidade de comida], diga qual é a que possui HaiKaropa [Alto Indice Calórico]"

HaiKaropa ou "High Calorie Performance" é o quanto você consegue sentir-se satisfeito e empanturrado com o quanto você come um item com maior índice calórico por iene. Daí os telespectadores que enviaram a enquete via site do programa, queriam saber qual o melhor lugar e qual o prato que tem maior indíce calórico por iene para que possa ir sem pestanejar.

A condição para que os quatro realizem essa missão é encarar alguma iguaria com grande quantidade e altamente calórica sem deixar sobrar nada (seria falta de educação deixar sobrar comida). E seriam os quatro a cumprir a tarefa (para alívio de Arioka, pois da última vez que encarou comida a vontade, teve que fazer sozinho).

Tentarei descrever o que cada restaurante possui de peculiaridades, pois obviamente ainda não cheguei a ir (porque eu precisaria chamar pelo menos 10 pessoas pra encarar toda aquela quantidade de comida), e deixarei as observações pro final. Antes disso, esclarecendo:


  1. A tarefa que Arioka, Chinen, Yamada e Yaotome realizaram, foi enquete dos telespectadores que enviaram no site do programa. Não significa que é uma pessoa sozinha que vai comer tudo isso de comida, o que dá pra entender é que a pessoa quer saber qual o lugar que serve grande quantidade de comida a um preço razoável, ou seja, se sai mais em conta ir em mais gente e dividir o prato (todo mundo sabe que compensa dividir um prato em mais gente, né?).
  2. Tudo foi feito com antecedência. Alguns estabelecimentos não funcionam logo de manhã ou no horário de almoço. Eles abriram em horário especial somente para a gravação. Caso quiser ir no local, consulte antes. Por exemplo, izakaya só funciona depois das cinco horas da tarde e aconselha-se fazer reserva devido ao tamanho do lugar X quantidade de pessoas que frequentam no horário.
  3. Nem os próprios membros sabiam do valor calórico da comida. No programa (dividido em duas partes), todos teriam que adivinhar qual o prato mais calórico por iene. Valendo um prêmio muito valioso quem acertar. (em japonês: 高価賞品プレセント, ou "kouka shouhin puresento").
  4. Uma dica do programa para os membros saberem mais ou menos quantas calorias o prato possui. Baseando na quantia de uma tigela de arroz branco de 150 gramas, que equivale a 250kcal.
  5. A regra do programa para o dekamori haikaropa era comer sem deixar sobrar (seria muita da falta de educação desperdiçar comida). Caso não conseguirem, das duas uma: ou eles comeriam tudo mesmo que levasse o dia todo; ou apelariam para um food-fighter.
  6. Para requisitar a ajuda de um food-fighter, os quatro teriam que participar de um jogo conforme escolhessem no quadro (devidamente tapado). O quanto eles conseguissem cumprir o jogo, era o tempo que dariam para o food-fighter ajudar a terminar de comer. ATENCAO!!! EM HIPOTESE ALGUMA TENTE FAZER ESSES JOGOS EM CASA!!!! Foi feito somente para o programa e sob supervisão de gente responsável.


Só mesmo aqui no Japão para comer um prato de macarronada logo de manhã (será que os costumes mudaram tanto assim?), porque logo que explicaram o motivo dos telespectadores pedirem para resolver o caso do haikaropa, os quatro já foram para o primeiro restaurante.

SPAGHETTI NO PANCHO (Shibuya, Tóquio):

Localizado no Center Gai, em Shibuya (dá uns 3 minutos andando da estação), uma das filiais da rede Spaghetti no Pancho fica em uma das ruas próximas ao famoso prédio Shibuya 109. Como o nome do lugar diz, é servido somente espaguete, especialmente a napolitana. Os complementos variam - desde o tradicional, com salsicha, frutos do mar, carne moída, bacon, queijo, curry e até tudo o que tem direito.

Os valores vão de 690 ienes (o napolitan simples) a 1240 ienes (o napolitan zembunose). Só que no site não informa se pedir tamanho médio ou grande, o valor muda (o que seria normal), mas se acessar o site, às vezes eles colocam promoções (o Meat Sauce Napolitan chega a custar 390 ienes).

No que os quatro pensavam que iriam servir macarronada em quantidade suficiente para eles, a surpresa veio quando chegou a comida:


Não parece, mas o Napolitan Seijin Mori Zembunose (com tudo o que tem direito: espaguete a napolitana - salsicha, pimentão e molho de tomate - com queijo flambado, hamburguer, um tira grossa de bacon e ovo frito em cima) pesa quase DOIS QUILOS E MEIO e serve tranquilo para... DEZ PESSOAS!!!

No caso do programa, cada um acabou comendo o equivalente para duas pessoas e sobrava. Ou seja, 600 gramas de espaguete para cada um. Teriam que estar de estômago vazio para conseguir encarar logo pela manhã.

Conseguiram limpar o prato, apesar da quantidade enorme de macarronada, cheio de molho e complementos, mais uma tira grossa de bacon, hamburguer caseiro e ovo frito (de gema mole, o famoso "medama"), apesar de estarem quase passando mal. E olha que estavam comendo bem devagar.


(Nota: o Napolitan Seijin Mori Zembunose, custa 2200 ienes e possui 8000 calorias, o que daria 3,6 caloria/iene. O que fez ter esse índice, foi devido ao hamburger e bacon incluso.)

TAISHU SAKABA CHIBACHAN KASHIWA (Kashiwa, Chiba-ken)

A segunda etapa, era karaage, ou frango frito, estilo japonês que muita gente (inclusive esta que vos escreve) gosta. E um dos lugares que muita gente resolve apreciar essa iguaria, é num izakaya (bar estilo japonês).

Normalmente, os izakaya daqui, abrem depois das 5 da tarde para receber os salarymen e office ladies na maioria, que voltam do trabalho, mas antes de ir embora, param nesses estabelecimentos para tomar algumas cervejinhas e comer alguns petiscos... O estabelecimento Chibachan, que fica a um minuto da estação Kashiwa (na cidade do mesmo nome, província de Chiba) abriu excepcionalmente na hora do almoço para a gravação do programa, e serviu um dos pratos principais da casa: Wakatori no karaage oobakamori.


Enquanto eles conversavam a respeito de que tipo de dekamori haikaropa seria servido num izakaya, notem a expressão de Yaotome...


Imagine uma barca cheia de frango frito colocada na sua frente. Com quantidade suficiente para dez pessoas. Supondo que cada pessoa coma sete pedaços, tudo é relativo.

A iguaria consumiu cerca de 2,5kg de frango para fazer karaage, o que deu equivalente a 69 pedaços de carne em forma de petisco. Além de ter deixado o frango marinado em molho de soja, saquê, e vinagre de arroz, depois de frito, coloca-se um molho que é segredo do estabelecimento.

"Taishu Sakaba" significa "estabelecimento barato", ou seja, comida mais em conta. Tanto que os quatro se surpreenderam com o valor do Oobakamori": imaginaram comer 69 pedaços de frango frito por 1280 ienes? (Já fui em lugares onde uma porção com cinco pedaços custava 400 ienes)

Pelo que entendi no site da gurunabi (o estabelecimento não tem homepage própria ainda), as porções e bebidas são servidas em 3 tamanhos: normal, baka e oobaka. Do tipo: só mesmo doido de pedra pra pedir o que tem mais quantidade (apesar que, se chamar o grupo todo, talvez fique faltando) ou porque a quantidade é exagerada mesmo.

Também existe a opção de escolher o "baka set course", ou seja, muitos pratos são servidos do tamanho "baka" e o valor não sai caro: 3000 ienes por pessoa e são sete itens (inclui o karaage) mais o course de bebidas (por duas horas).

(Claro que pode perguntar se pode ser um para duas ou mais pessoas.... Por isso pede-se reserva antecipada.)

Pra ajudar, na hora de pedir bebidas (porque comer no seco é difícil), todos pediram Cola (a produção não permite que menores não consumam álcool e... não, pera....). A surpresa foi o tamanho "baka" (equivalente a um litro), tudo porque o atendente achou que eles pediram esse tamanho, mas Arioka se referia era ao diretor (Kenji Kuroda, aka "KeKeKe").

Ou seja, tem que tomar cuidado na hora de falar baka nesse estabelecimento, ou vão achar que está pedindo esse tamanho/quantidade de comida/bebida/whatever.

(Nota: o Oobakamori Wakatori Karaage possui cerca de 7000kcl, ou seja, cada pedaço tinha 100kcl. Como custava 1382 ienes, saiu 5,1kcal por iene. Até o momento, está sendo o prato mais calórico do programa.)

Curiosidades no programa:

- Curiosamente, chamaram dois membros do subgrupo Hey! Say! 7 (formado pelos membros mais novos, coincidência que nasceram no mesmo ano) - Ryosuke Yamada e Yuri Chinen. E dois do Hey! Say! BEST (formado pelos membros mais velhos) - Hikaru Yaotome e Daiki Arioka.

- Arioka e Yaotome são MCs de terça-feira no programa diário da NTV "Hirunandesu!!", inclusive o primeiro costuma visitar vários lugares que envolva comida e dá um de gourmet reporter, comentando sobre o que comeu e o lugar que frequentou. Tanto que no programa até mencionou o fato, tendo o tema do programa "Hirunandesu!!" tocando no fundo. (Prova que na TV japonesa, não tem essa de uma emissora proibir de mencionar a outra)

- Para quem não sabia, eles fazem um trocadilho com o famoso bordão do comediante Atsukiri Jason "Why Japanese People" quando comentam da fatia de bacon ("Atsukiri Bacon" e logo respondem "Why Japanese Omise").

- Kenji Kuroda, o diretor do programa que sempre acompanha nas locações ganhou o apelido de "Kekeke" por causa da risada que faz toda vez que sai algum fora por parte do grupo. O que deixa Yamada irritado (isso vem desde o episódio das pontes suspensas que tiveram que acordar de madrugada).



- Lá pelas tantas no episódio do karaage, os quatro começaram a mencionar a ausência de um certo membro do grupo que poderia estar junto com eles pra ajudar a comer todo esse frango...

Yaotome: "Por que o Keito [Okamoto] não está aqui hoje?"
Yamada: "Ele me disse: 'Yamachan, estou com quatro dias de folga, que eu faço?!' EU E' QUE SEI???"
Yaotome: "VENHA PRA CA, ENTAO!!!"

(*para quem não sabe, Okamoto é o glutão do grupo. Aí explicado o motivo de que, no início do programa o Hikaru ter comentado que gostaria que Keito estivesse com eles.)

- Por não aguentarem de tanto comer, tiveram que apelar para um food-fighter, pessoa que come muito em pouco tempo e chega a participar de concursos do tipo. Mas para chamar essa ajuda, os quatro teriam que participar de um jogo que teria que escolher o item no quadro. O que eles conseguirem cumprir, será o tempo que será dado para o food-fighter tentar acabar com o restante da comida.

- Takuya Yamamoto, que já participou de concursos de food-fight inclusive a nivel internacional, atualmente trabalha como chef em um izakaya em Hamamatsu (Shizuoka) chamado "Osakana ni koishite".

- Uma das provas que os quatro tiveram que fazer para ganhar tempo pro food-fighter Yamamoto, era pular corda em cima de um tapete massageador para os pés. Sim, isso mesmo. A cada seis saltos, equivaleria a um minuto. Para dar 10 minutos, teriam que pular 60 vezes, ou seja, 15 saltos cada um. E quem disse que eles conseguiram?

Arioka e o quadro contendo os quatro jogos que teriam que escolher para ganhar minutos pro food-fighter ajudar a comer o resto do karaage. Escolheram o número 3, que era pular corda em cima de um tapete massageador para os pés. Quem iria primeiro, decidiram apelar pelo meio mais eficaz que, quem conhece os grupos da JE, sabe qual é.

Na primeira parte, conseguiram 5m40s, mas não foi tempo suficiente para Yamamoto conseguir comer tudo. E os quatro também não estavam aguentando mais ver tanta comida. Apelaram de novo conseguir pelo menos 10 minutos, que era o tempo suficiente para o food-fighter conseguir comer na folga. E, pelo visto quem conseguiu salvar o grupo, foi Chinen (na ordem, ele foi o último a pular corda, e como ele tem muita habilidade pra coisa mesmo...).

Todo mundo empanturrado, mesmo com a ajuda de um food-fighter no final, descobrem que a saga do Dekamori Haicaropa ainda não tinha terminado. "Que sentido tem em fazer isso???"

Só que havia um pequeno porém: depois que eles terminaram de gravar, os quatro ainda foram encarar mais comida. No estúdio, todos acharam que eram somente dois pratos, tanto que já tinham até escolhido, até que Yamada interrompeu e disse que "ainda tem mais". E que ficou para a segunda parte do programa na semana seguinte.

- Fontes: wikipedia, U-Can, Fuji Television.

- Imagens: via YT janino.


No comments:

Post a Comment