Monday, January 16, 2017

[Discoteca Básica do Empório] SMAP - "SMAP 25 YEARS" (2016)




Uma das coisas que não costumo postar é review pessoal de coletânea de algum artista nesta categoria. Motivo: SEMPRE vai ter gente reclamando que faltou uma música ou outra, o que é normal e a gente acaba se conformando com o que lançam. Ou porque coletânea vai ter as mesmas músicas batidonas de sempre. Mas coletânea acontece o seguinte: ou o ouvinte quer ter de lembrança ou acaba se tornando fã ao ponto de procurar as obras anteriores do artista (experiência própria).



O álbum triplo do quinteto SMAP - "SMAP 25 YEARS" - foi lançado no dia 21 de dezembro de 2016, marcando os 25 anos de carreira musical do grupo (que encerrou as atividades no final do mesmo ano, não vamos entrar em detalhes porque já deu a esse ponto). Uma das características do álbum é que as músicas foram escolhidas através da enquete que o site oficial da gravadora do grupo, a Victor Entertrainment, fez. Da mesma forma que fizeram com a coletânea "SMAP AID" em 2011.

Obviamente iriam pedir as megaconhecidas "Sekai ni Hitotsu Dake no Hana", "Ganbarimashou", "Original Smile", mas pelo conteúdo, o público focou mais em músicas mais otimistas, que trouxessem alguma mensagem de apoio, incluindo mais agitadas e divertidas (por exemplo, "Joy!!"). Ok, tem algumas baladinhas (como "Lion Heart", "Triangle"), mas que não destoam do conjunto. Músicas que raramente eram tocadas/cantadas em programas e shows, foram escolhidas pelos fãs. E não foi tarefa fácil, porque imaginem 25 anos de carreira, 55 singles (não contando as edições limitadas e especiais), 21 álbuns oficiais, 8 álbuns especiais (remixes e coletâneas) e cerca de 400 músicas pra escolherem 50 para o álbum que acabou sendo triplo.

Vamos [tentar] focar nas "menos" conhecidas - aquelas que o grupo raramente interpretavam no programa semanal, nos programas musicais e nos shows. Já começa pela inusitada "Chomoranma no Uta", que era apenas "tapa buraco" entre um intervalo e outro na turnê de 2008 "super.modern.artistic.performance". Essa música já tinha sido uma das mais pedidas na época do "SMAP AID", mas não entrou. E até então, só dava pra ser ouvida quem tem o DVD da turnê mencionada.

Coupling songs ou mais conhecidas como "B-side" de um single principal, também fazem parte, como "BEST FRIEND" (aka música que faz o Masahiro Nakai chorar horrores), "Doushite mo Kimi ga ii", "Orange" (a favorita do Takuya Kimura), "Song of X'smap" (que foi usada no programa especial da Fuji Television em 2004).

Três músicas que foram usadas como forma de apresentar cada um dos membros também fizeram parte da lista - "Five True Love" (do álbum "BIRDMAN ~ SMAP 013"), "FIVE RESPECT" (a mais interpretada, do álbum "SMAP 015/ Drink! Smap!") e "CRAZY FIVE" (do álbum "GIFT of SMAP"). Ambas foram apresentadas no programa semanal, mas a segunda música foi a mais interpretada tanto nos programas de TV (como o FNS 27) como nas turnês.

Algumas que somente sairam nos álbuns, e só foram interpretadas na turnê pra divulgação de álbum e olhe lá, também mereceram atenção dos fãs - como "Fine, Peace!" (do álbum "SAMPLE BANG!"), "Susume!" (do álbum "SMAP 016/ MIJ", mas ficou conhecida por ter sido utilizada como música tema da TBS nos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004), "Douka todokimasu youni" (do álbum "super.modern.artistic.performance", mas foi interpretada no programa especial logo após o terremoto em Kouhoku) e, a primeira colocada dos fãs - "STAY" (do álbum "Pop Up! SMAP").

Como em toda coletânea, quando saiu a "lista oficial" no site da Victor Entertrainment, já teve gente reclamando que faltou tal música, tem música que nem deveria estar, mas enfim, essas coisas sempre acontecem (N.da A.: Ninguém lembrou de "not alone ~ Shiawase ni narou yo", que saiu somente em versão pra download e no album especial "SMAP AID").

Quem conseguiu adquirir a edição limitada, além de vir em caixa especial, vem o booklet com as letras e um poster contendo as fotos do grupo, desde que eles eram seis, e no verso a cronologia do lançamento de singles, álbuns e DVDs, discografia e datas e locais que fizeram shows.

Geralmente, os artistas costumam lançar na edição limitada, bônus como promotion videos, mas como o grupo possui uma vasta coleção de vídeos, uma semana depois do lançamento do álbum, saiu o DVD triplo "Clip! Smap! Complete singles", com 63 vídeos, incluindo apresentações ao vivo das músicas que não tinham promotion video.



Curiosidades:

- Foi em 2001, quando o grupo completou dez anos de carreira, que conseguiram fazer o famoso 5-Dome Tour, que seria fazer concertos nos cinco principais Domes do Japão - Sapporo Dome (Hokkaido), Tokyo Dome, Nagoya Dome (Aichi), Kyocera Osaka Dome e Fukuoka Yafuoku! Dome. (E foi justo nesta tour que fizeram em quatro membros).

- Foi o primeiro grupo da JE a fazer show no Estádio Olímpico (aka Kokuritsu), em 2005 na turnê "SMAP to iku? SMAP SAMPLE TOUR FOR 62 DAYS", para divulgar o álbum "SAMPLE BANG!". Repetiram o feito no ano seguinte na tour "Pop Up! SMAP - Tobimasu! Tobidasu! Tobisuma? TOUR".

- Depois de um ano de negociações, conseguiram fazer um show fora do Japão. Foi em 2011, em Pequim (China). No final do mesmo ano, a NHK fez um especial sobre o grupo e backstage do show, no programa "Professionals".

- O design do álbum ficou a cargo de Kashiwa Sato (da empresa SAMURAI), o mesmo que havia feito dos álbuns "S map 014", "pamS", "Drink! Smap!", "MIJ". A agência de publicidade de Sato ficou conhecida também por terem reformulado o design de logomarcas conhecidas no Japão, como a rede de lojas Uniqlo e o T-Point Card.

- Uma das características dos álbuns do SMAP era, além da numeração, era o fato de, a partir do álbum "S map 014", o grupo não aparecia nas capas, somente nos singles.

- O grupo já teve música composta por artistas conhecidos, como Shikao Suga ("Yozora no Mukou"), Masayoshi Yamazaki ("Celery"), Taku Takahashi ("Beatful Day"), TAKUYA ("Susume!"), Love Psychedelico ("This Is Love"), Yasutaka Nakata ("Amazing Discovery"), Miyavi ("Top of the World" e "Otherside"), MONKEY MAJIK ("Sonomama"), Mariya Takeuchi (que fez a versão japonesa de "Tomodachi e ~ Say What You Will", de Eric Clapton), Kazuyoshi Saito ("Boku no Hanbun"), Ringo Shiina ("Karei naru Gyakushou"), Sekaikan Ozaki ("Hello").

- "Clip! Smap!", de 2002, foi uma coletânea de vídeos promocionais, mas compreendia a fase 1996 a 2002 (ou seja, depois que Katsuyuki Mori saiu). O recente "Clip! Smap! Complete singles" já compreende desde o debut - a apresentação no Seibuen Yuenchi em 1991 - até o último PV, "Ai ga Tomaru made wa" (música composta pelo - agora polêmico e em hiatus - Eaon Kawatani).

- Até 2009, o assunto sobre Katsuyuki Mori era tido um "tabu" na JE, pelo fato de ter saído do grupo de forma repentina, e no auge da carreira. Todos os vídeos antigos que ele aparecia na TV, eram cortados ou com mosaico. Deixou de ser assunto proíbido quando, sem querer (ou propositalmente, vai saber), no programa especial da TV Asahi em 2009, "Gambarimashou!!", mostraram a capa do primeiro single na íntegra, sem edição, nada. A partir daí, tornou-se assunto aberto nos programas do grupo, incluindo a carta que enviou ao grupo no FNS 27 em 2014. O receio dos fãs quando anunciaram o DVD contendo todos os vídeos, era que saísse mutilado. Para alegria geral deles, saiu sem edição alguma, tudo na íntegra.

- O álbum "SMAP 25 YEARS" , na contracapa e na lista das músicas, traz a posição de votação de cada música - o primeiro lugar ficou para "STAY" (que já tinha aparecido no "SMAP AID") e o 50o. lugar ficou para "Egao no Genki". O three-milion seller "Sekai ni Hitotsu Dake no Hana" ficou sendo a 12a. mais votada.

- Quando anunciaram o término das atividades como grupo, a maioria dos fãs mencionou muitos trechos da música "STAY". Não foi surpresa quando a enquete para escolher as músicas para o "Best Album" que a música ficou em primeiro lugar

- Durante o mês de janeiro deste ano, quem for na Tower Records Shibuya e HMV Shibuya, vai dar para ver algumas roupas que o grupo usou nas turnês. Em dezembro, algumas outras lojas estavam expondo, como no Tsutaya Shibuya. (Nota da autora: deveria estender para outras províncias também)

- Em três semanas, logo após iniciada as vendas do álbum, o mesmo já passou a marca de mais de um milhão de cópias vendidas, para uma coletânea tripla. A ORICON chegou a comparar essa marca com dois artistas com feitos semelhantes - Arashi, com a coletânea "All The BEST! 1999-2009" (chegou a marca de 1.920.000 cópias vendidas) e AKB48 com o terceiro álbum de estúdio "Tsugi no Ashiato" (com a marca de 1.070.000 cópias vendidas).

- Na véspera do dia 31 de dezembro, o jornal Asahi Shimbun publicou oito páginas de mensagens de 12.800 fãs que se juntaram e arrecadaram cerca de 39 milhões de ienes para pagar uma campanha de crowdfunding on line que ajudou a publicar as mensagens. Conseguiram em um prazo de uma semana.

Fontes: Alternativa on Line, Tower Records, Nandemo (Não deixe o J-Pop Morrer), Oricon.










No comments:

Post a Comment