Tuesday, August 11, 2009

Verão, chuva, terremoto... E muito mais!

Acho que neste verão de rachar asfalto, e fritar ovos nele, não faltará mais nada...

Tirando os escândalos de artistas daqui (pô, eu preciso falar de novo?!), o verão aqui em todos os sentidos está fervendo: festivais de música pra todos os gostos, afinal, nem de Fuji Rock e Summer Sonic vivem os festivais aqui. Temos os festivais locais, os tradicionais, os de bairro...

Sem falar do calor. Verão aqui é de derreter. Parece que não aprendo: uma década e pouco aqui neste arquipélago e sofro com o calor. Ainda mais que tenho pressão baixa pra caramba. Exagero? Minha pressão chega a 8 por 4 e ainda fico como se nada acontecesse comigo...

Ah, sim... Este ano, as chuvas estão vindo como se quisessem "lavar a alma". Eu sei que esta semana é a semana do obon, o equivalente ao Finados no Brasil, época que muita gente resolve ir visitar o último lar dos antepassados... E é costume as pessoas lavaram, limparem os túmulos, mas chover da forma como chove, por favor...

Com o tufão número nove (é, no Japão eles numeram, enquanto nos Isteites batizam de nomes bem carinhosos e fofos ) que veio mais no sul do arquipélago, fez-me lembrar no primeiro ano que estava morando na região Kansai (mais precisamente na província de Hyogo) e ainda não estava pensando em juntar as escovas de dente com o então enrolado kinguio: um dia destes a noite, madrugada até o amanhecer despencou uma chuva torrencial, daqueles que muitos falam "jogando água de balde (ou de bacia)".

Resultado: onde eu morava, na parte alto da cidade, nada aconteceu, mas o ainda-não-namorido kinguio teve a casa inundada. Estive lá pra ver e ajudar na mudança. Onde ele e alguns amigos nossos moravam, ficava perto de um parque e um rio, que transbordou com chuva torrencial de madrugada inteira e a água invadiu as casas. Quem morava no térreo...

Era ironia, pois namorido kinguio é da capital paulista e, como sabem, quando chove os rios Tietê e Pinheiros inundam as marginais e o caos fica instalado. E ele nunca teve a casa inundada, ainda bem. Mas aqui, infelizmente, teve a triste experiência.

Falando em triste experiência, o que eu já estava mais ou menos preparada, mas nem tanto psicologicamente, era a sensação nada agradável de sentir um terremoto. Isso porque, vim ao Japão quatro anos depois do Grande Terremoto de Hanshin-Awaji e fui morar a mais de cem quilômetros da capital, Kobe. Só fui realmente saber o que era um terremoto quando mudamo-nos de mala, cuia e cara-de-pau mesmo em Kanagawa, o que ocasionalmente sinto um tremor ou outro.

Se no domingo passado, eu, dentro de uma loja de Departamentos em Tóquio já senti "um leve tremor mas o suficiente pra sair correndo", hoje (terça), maiomeno cinco da matina acordei foi com aquela chacoalhada que só faltou pegar o kinguio pela barbatana... ops, pelo braço e de pijama e tudo correr pro parque. Debaixo de chuva.

Sei não, mas será que o famoso "Grande Terremoto de Tokai" se aproxima? Isso porque o tremor de hoje foi na província de Shizuoka, apesar o epicentro ter sido no mar, e fez um baita estrago nas cidades próximas a Izu, imaginem se fosse em terra (nada) firme...

O que acontece quando a natureza resolve acordar de péssimo humor: estradas interrompidas em pleno feriado de Finados (Obon).

Atualizando: esqueci de informar que o mês de agosto, mais para os japoneses, além de ser o mês de Finados, não costuma ser um bom mês para ficar lembrando mas não tem como não lembrar que foi justamente neste mês que....

- No dia 6 de agosto de 1945, a explosão da bomba na cidade de Hiroshima;

- No dia 9 de agosto de 1945, a explosão da bomba na cidade de Nagasaki;

- No dia 11 de agosto de 1985, a queda do avião da Japan Airlines, no monte Osutaka (província de Gunma), provocando a morte de 520 passageiros, tido até hoje como o pior acidente aéreo de um único avião de rota comercial (para quem não sabe, o cantor Kyu Sakamoto faleceu neste acidente).

8 comments:

  1. Ahá...vc não seria VC se não falasse do terremoto e do tufão 9...huahua.Quase certeza que vc ia postar a respeito.

    Colocou o selo, até que enfim! xDD

    Esse verão nunca acontece, a única coisa, é a estufa que vira esse arquipélago...mas sol que é bom mesmo, nada. Meu humor varia com o clima, portanto, quanto mais chuva, mais blue eu fico.Chuva pra mim, só pra dormir.....hehe!

    Até.....kikki, posta alguma coisa lá no blog...estou morrendo de sono....xD

    ReplyDelete
  2. Olha, sinto falta do jishin rs... mas daqueles que balançam feito berço de bb rs... que pena que inundou a casa do kinguio.. apesar de ser paulistano, ele deveria estar acostumado com isso rs... aproveita o calor ai, essa semana começou um friozinho, mas o fds aqui parecia verão... Aqui o tempo é doido. temos que acostumar rs.

    Kisu!

    ReplyDelete
  3. Olá,
    sou Érica Chaves, jornalista da tv Globo, e preciso de imagens do terremoto ocorrido aí no Japão. Se você puder me ajudar, por favor, me envie um email no erica.chaves@tvglobo.com.br
    Obrigada desde já
    Abraços
    Érica Chaves

    ReplyDelete
  4. foi cruel sentir esse terremoto,fiquei tremendo de medo mesmo depois dele ter passado,e quem disse q deu para dormir de novo?!!!!
    e ate no brasil o mes de agosto eh mes de desgosto,agora nao me pergunte pq,so ouvi falar,hahaha...beijaoo.

    ReplyDelete
  5. Que coisa o verão ai tá mais animado que o daqui, tem sol, festa e até o chão anima junto hahahaha, espero que vcs saiam todos intactos desse verão hahaha

    Boa quarta moça!

    Miquilisssss
    Bru

    ReplyDelete
  6. Menina, tow passada! Esse Kyu Sakamoto que morreu no acidente aereo eh aqle que cantava "Ue wo muite arukou"!?!??!!!?

    ReplyDelete
  7. Ah, tem mais dois selinhos pra vc no blog! [mode gritando ON] PASSA LÁ E PAGA TÁA!!! [mode gritando off] haushasuasha

    ReplyDelete
  8. Leosan versao 2.9: Sei que muita gente postou muito antes que eu, mas não tem como nem comentar...
    E a pedidos insistentes, choradeira no e-mail e ameaças por telefone (ok, exagerei), veja meu novo post.

    Bah, melhor nem sentir falta de jishin nao...E namorido nunca pegou enchente porque ele mora perto da Francisco Morato. Mas em Hyogo, a casa onde ele e mais gente morava inundou. Sorte que ele não perdeu nada, mas o primo dele...

    Erica, na medida do possivel eu enviarei as fotos.

    Andreia Inoue, eu postei algo sobre agosto mes de desgosto no agosto do ano passado. Se você ler, vai entender... Mas que esse terremoto de terça me fez perder o sono...

    Bru e Qui, realmente, este ano realmente está beeeeeeeeeem agitado, mas onde moro o que aconteceu foi somente a chacoalhada...

    MaiK, sim, o Kyu Sakamoto era aquele da música "Ue wo muite arukou" (aka "Sukiyaki" nos isteites).

    Beijos a todas e todos

    ReplyDelete