Thursday, May 24, 2007

O Mistério das caixas brancas de pintas verdes

De alguns meses para cá, quando eu descia na estação de Shinjuku para dar uma ida nas livrarias ou pausa para um chá (café, não, estou tentando cortar), via algumas dezenas de pessoas carregando uma sacola contendo duas, três caixas brancas com pintinhas verdes. Nunca parei pra reparar de onde era, o que continha. Bom o que continha nem daria para ver pois o conteúdo estava dentro da caixa, claro.

Mas realmente, também não ia ficar reparando.

Um dia, estava no Starbucks de Shinjuku tomando um chai latte fervendo pra ver se meu resfriado melhorava quando duas moças sentaram à uma mesa ao lado da minha e carregando aquela mesma sacola com as caixas brancas de pintinhas verdes. Aí sim, consegui ler o que era - "Krispy Kreme - Doughnuts". Sim. Rosquinhas!




E nem sabia de onde elas compraram essas rosquinhas. Até que semana passada, assistindo a um programa de TV [japonesa, claro...], vi a reportagem sobre a tal loja da Krispy Kreme. Em Shinjuku mesmo, no Southern Terrace, mas não lembrava onde ficava. Só sei que me lembro da fila enooooooooooooooooooooorme.

Até que um dia, de tanto que falava com um colega de trabalho a respeito das tais rosquinhas, ele disse-me que num final-de-semana anterior ficou mais de duas horas e meia na fila, que estava dando sabe lá quantas voltas. Perguntei por que uma fila daquele comprimento.

Leia-se: essa loja só tem em Shinjuku. Aliás, a única loja em todo o Japão!!! Quando fomos na quarta-feira para comprar e comprovar o porque de tanta popularidade, entendi o motivo: além de ser a única no Japão inteiro, enquanto você está na fila, eles dão uma rosquinha recém-saída do forno como amostra grátis. E olha que a rosquinha simples era uma delícia!! Massa levinha...

Sem falar que dá pra ver como as rosquinhas são feitas e fritas na hora. Tá, tudo tem um maquinário próprio, mas ao menos passa o tempo. Conselho: se for enfrentar fila, vá com um(a) amigo(a). Ao menos contando piadas e conversando, o tempo passa muito rápido.

Saí de lá com uma caixa com uma dúzia dessas delícias. Sortidas para experimentar.




Acho que, se der, no meu dia de folga irei novamente. Mas verei se a fila está muito longa demais ou posso encarar uma hora em pé.



Duas já foram...

No comments:

Post a Comment