Thursday, October 01, 2009

A Noiva Que Restava Um Mês de Vida

Quando vi o trailer do filme "Yomei ikkagetsu no Hanayome" (余命1か月の花嫁), comecei a chorar. Sabem como eu sou: filme autobiográfico e envolvendo tragédia, eu choro fácil. Quando saiu nos cinemas, em maio deste ano, bem que eu queria ter ido, mas devido ao meu pouco tempo, poucos dias de folga (e quando folgo, tenho aula, tenho outras coisas pra fazer, tenho que ter dedicação total ao kinguio) e quando dou por mim, o filme já está nas locadoras.

O filme é baseado numa autobiografia escrito por Chie Nagashima, uma mulher comum, que na casa dos vinte anos descobre que está com câncer de mama, a mesma doença que matou sua mãe. E que também o tumor já estava em metátase, o que significava que as chances de sobreviver eram poucas.

Vendo que ela não teria muito tempo de vida, ela resolve terminar com o noivo, o que não ocorreu. O rapaz decidiu era ficar com ela até o fim da vida. E resolvem casar-se mesmo Chie na fase terminal da doença.

O filme - estrelado por Nana Eikura e Eita - foi sucesso nos cinemas. E na pré estréia, houve instituições médicas instruindo as mulheres de como detectar algum tumor ainda na fase inicial, o que pode aumentar as chances de cura.





Dia 6 de novembro sai em DVD, vamos alugar.

Aqui, surpreendeu-me o quanto a grande maioria das mulheres não sabe se prevenir ao câncer de mama. Dez anos atrás, fui "intimada" a ir no posto de saúde para fazer mamografia. Tinha achado estranho, mas depois soube o motivo da ida: uma mulher na casa dos trinta anos, tinha morrido de câncer de mama, algo que, sei lá, aqui não eram habituados. Quando eu disse ao médico que anualmente fazia exame médico, incluindo aí ultrassonagrafia e mamografia, no Brasil, ele olhou pra mim com uma cara de assustado.

Muitos anos depois, graças as campanhas feitas pela "Pink Ribbon International", as mulheres fazem prevenção, com o auto exame e idas anuais ao médico (ou pelas caravanas). Segundo pesquisa da Pink Ribbon, no Japão 1 entre 20 mulheres tem cancer de mama.

Anualmente, na primeira semana de outubro, no Japão tem o "Pink Ribbon Festival", evento destinado às mulheres e parceiros para que saibam como se prevenir contra a doença, além de eventos, como beleza, alimentação, saúde...

Hoje, em Tóquio, a famosa Tokyo Tower, a noite ficou iluminada de rosa, simbolizando o evento. Para as mulheres se conscientizarem do mal que pode ser cortado pela raiz a tempo.

Para que elas não tenham o mesmo destino de Chie e outras mulheres.

Pink Ribbon Festival: promovido pela Asahi Shimbum junto com empresas como Toshiba, Wacoal, Kirin Beverages, etc.: http://www.asahi.com/pinkribbon2009/ (em japonês).

Pink Ribbon Yahoo: página da Yahoo! Japan na campanha de Prevenção ao Câncer de Mama: http://pinkribbon.yahoo.co.jp/ (em japonês).

Lembrando que, além de Toquio estar com a Tokyo Tower iluminada em rosa, o festival também estão nas cidade de Kobe (Hyogo) e Sendai (Miyagi).

5 comments:

  1. Ahhhhh Ta explicado porque ontem o Yahoo Japan! estava todo rosae com o pink ribbon, eheheh, naruhodo ne!
    Beijos!

    ReplyDelete
  2. eu tambem morro de tanto chorar com filmes nesse estilo,

    e infelizmente a gente geralmente so se da conta da necessidade de fazer os exames medicos quando algo tragico acontece,ai bate o desespero e encaramos com seriedade a saude!

    parabens pelo post de hj,um beijaoo.

    ReplyDelete
  3. O medo de todo mundo de médico acho que é devido a esse tipo de notícia. De descobrir algo não agradável. Mas eu acredito muito que as doenças todas existem dentro de nós e nós que afloramos ela devido as coisas que passamos na vida. Se mentalizamos que vamos ficar doentes, então ficaremos. Mas se tem doença que temos que passar, que seja na fé. Acredito nas cirurgias espirituais porque vivenciei isso na minha família. Mas claro, eu abraço a ideia de prevenção. Sempre.

    Kisu!

    ReplyDelete
  4. Boa dica, vou tentar alugar DVD. Ou será que tem em algum site de graça?
    Vai ter o festival da lua no Sankei-en caso faço tempo bom. vc não quer vir?
    bj

    ReplyDelete
  5. Luria, todo ano, mês de outubro, aqui tudo vira rosa. Pro seu desespero (I know that you HATE pink colour), mas por uma boa causa rs...

    Andreia, eu sou uma bela duma manteiga, como ja falei num post.
    Sobre exame médico, vou obrigatoriamente todo ano. Se bem que ano passado precisei visitar a ginecologista três vezes !!! Pior que eu só vou no médico em último caso...

    Bah, o que você mencionou sobre "se mentalizarmos que vamos ficar doentes, então ficaremos", eu também acredito nisso. Nunca falei, mas namorido tem problemas de vertigens, mas ele nunca fica pensando nisso, que ele tem isso ou aquilo, senão ele nem sai de casa. Ele leva a vida como pode, apesar de tomar remédios sempre. E leva uma vida normal como todo mundo... Claro que prevenção é necessaria, mas eu também acredito na fé.

    Elisa, por enquanto o filme que eu mencionei, nenhuma alma caridosa pos pra baixar, torrentar... Mas parece que antes foi uma novela pela TBS. Porem o filme parece ser melhor. E so em novembro...
    Gomen pela demora, bem que eu queria ir no Sankei-en, mas ate quinta estou de castigo, ops, trabalhando... Arigatou pelo convite, vai ficar pra proxima...

    Beijos pras minas e que a força estejam com vocês... Oras, mas que raios estou falando???

    ReplyDelete