Friday, November 13, 2009

Vermelho e Branco


Não estamos falando de enologia(*)...


Chega final do ano aqui, a gente sabe que é quase a mesma coisa: Natal não é feriado, folga de final ano dura uma semana, esfria até gelar os ossos, pessoas se engasgando com o mochi, enfrentando fila pra agradecer nos templos, quem sair assistir show de final de ano no Tokyo Dome, quem ficar em casa, assistir ao Kouhaku Utagassen...

... que por sinal, ano passa, ano chega, a audiência despenca. Falta de novos talentos? Sempre a mesma coisa? Ter que brigar na audiência com luta livre? (Cá pra nós, entre ver dois marmanjos se pegando, estapeando no meio do ringue, prefiro ver dois times cantando) Pra falar a verdade, faz anos que não assisto ao Kouhaku Utagassen no final do ano, pois chega no dia 31 de dezembro, eu e namorido kinguio resolvemos procurar um templo pra agradecer ao ano que passou.

Kouhaku Utagassen (紅白歌合戦), tradução literal de "batalha musical entre vermelhos e brancos", é um evento criado pela estatal NHK para o final do ano, e lá se vão 60 anos. São dois grupos simbolizando as cores da bandeira japonesa. O grupo vermelho - ou "Akagumi" - é formado por cantoras ou grupo formado por mulheres. O grupo branco - ou "Shirogumi" - é formado por cantores ou grupo formado por homens. Além das apresentações dos grupos, intercalando um e outro, ganha aquele que tiver mais votos. Conta aí: música, performance, visual, torcida, um pouco de tudo e mais um pouco.

Ultimamente o Kouhaku vem perdendo audiência, como disse. Muita gente já deve ter cansado de todo ano quase as mesmas pessoas, mas também, pros artistas participarem, só via convite ou se teve grande destaque meeeeeeeeeeesmo no ano. Mas cantor de enka dificilmente lança material novo, mas tem que precisa bater ponto no programa, senão não vai agradar quem gosta. E apresentadores, quem dá o suporte aos grupos, bem...

Como disse em alguns posts atrás, pela terceira vez, a dupla Yukie Nakama e Masahiro Nakai vão ser os supporters dos grupos vermelho e branco respectivamente. Nakama já disse na entrevista que "este ano as mulheres vão ter que ganhar", já que ultimamente o time branco é quem está ganhando nos votos. Tudo bem que Nakai tem uma voz que dói até no tímpano (sem falar no sotaque de Shonan - sim, ele nasceu aqui perto donde eu moro, que termina tudo em "be"), maaaaaaaas, que compensa em ser mestre de cerimônias.

Eu não sei como, mas uma das comentaristas do sítio, a Gabriela (não informou o blog), passou a lista deste ano (vide nos comentários, pois não estou com paciência de colocar aqui).

Eba!!! Masaharu vai se apresentar? Pela segunda vez depois de quase quinze anos??? Tudo pela novela. E porque cargas d'água não consegui o ingresso pra assistir ao vivo?! Tá bom, eu já fui ver ao vivo no Yoyogi Gymnasium...

Eu sei que deveria torcer pelo time feminino já que gosto de algumas (aiko, Angela Aki, Akina Nakamori, por exemplo), mas pela lista, os homens parece que prometem. Tá bom, tá bom, podem pensar o que quiserem, mas colocar o AKB48 num palco... bleargh!

Se tiver mais tempo (e minha paciência permitir), oportunamente falarei dos casos curiosos, inusitados e divertidos nos 60 eventos do Kouhaku Utagassen. Sei que muita gente deve já saber, mas vale a pena rever de novo.

(*) Enologia: estudo dos vinhos. Eu sei que seria tinto e branco, mas vermelho é quase a mesma coisa, dêem um descontinho pra mim, oras!
Foto que ilustra o post de hoje: cartão comemorativo do 59a. apresentação do Kouhaku Utagassem, em 31 de Dezembro de 2008, tendo como supporters a atriz Yukie Nakama e o líder do Smap, Masahiro Nakai. Naquele ano, eles foram os protagonistas na refilmagem de "Kai ni Naritai", na qual Nakai era o barbeiro prisioneiro de guerra e Nakama era sua esposa (daí o motivo de Nakai ter aparecido o ano de 2008 inteiro mais magro que já era, usar chapéus direto e até peruca no Bistro).

6 comments:

  1. Não vou mentir.
    Acho um saco o Kouhaku.
    Gostava muito dos antigos, achava lindo.Até 1985 rs.
    Antes o Kouhaku explorava mais as danças, os cenários... era mais criativo, vivo. Hoje é um espetaculo gelado.As piadinhas são sempre aquelas bobagens, o cenário tem só novidades tecnológicas mas não tem mais aquele ar de sonho q tinha antigamente.
    E não aguento mais ouvir Ofukurosan do Mori Shinichi todo ano.

    Mas eu gravo e assisto os cantores que mais gosto rs...senão acho que está faltando alguma coisa.
    Legal o post.

    ReplyDelete
  2. Oi little pink pig! rs... Olha esse ano estou feliz pq vou passar o Natal aqui perto dos familiares. Única coisa boa de ter voltado rs. Engasgar com o mochi achei bárbaro e tem muuitos casos desses no Japão rs... Talento no Jp vamos concordar que é BEM raro, mas quando acontece, é talento MESMO rs. Já que vc fala tanto sobre música, artistas japoneses, gostaria um dia de ver vc falar sobre Teresa Teng (apesar de ser chinesa fez mto sucesso e é referência em enka), Mika Nakashima, Koda Kumi (trocadilho do Dú "Foda Kumi"), Mai Kuraki, Chemistry e pasme: BeforU. Conhece alguma coisa sobre Dance Dance Revolution (aquelas maquininhas de dança?). Metade da trilha sonora é do BeforU. Curiosidade: elas foram eleitas como o grupo Rouge, por meio de um programa... ihh já deu um post meu aqui rs...

    Kisu!

    ReplyDelete
  3. Confesso para você que dentro dos meus quase 12 anos de Japão, eu devo ter assistido 1 ou 2 vezes....
    mas agora que estou aqui, tão longe.....sinto falta!
    Vai entender?!?!
    Valeu pela dica, tinha até esquecido , mas agora vou anotar no calendário e assistir,até porque estou totalmente desatualizada das musicas e cantores atuais.
    Quando acho um dorama novo e assisto pelo youtube, chego a conhecer uma música nova.
    bjs

    ReplyDelete
  4. Alexandre, acredite: o primeiro Kouhaku que assisti foi em 1998 meu primeiro ano Novo aqui. Depois assistia meio picado, pois depois que conheci namorido, so assistimos a dois ou tres nao lembro mais.
    Ca entre nos, eu nao gosto muito do Mori Shinichi cantar: parece que esta morrendo em pé!!!
    Vamos (nao) ver este ano...

    Bah, passar Natal e ano Novo junto com familiares é o melhor que há! Desde que estou aqui, só passei duas vezes com primos. Depois eles foram embora... E põe RARO nisso em materia de talentos... Não sai coisa nova e os veteranos, bem...
    Mas pode deixar: um dia eu falo da Teresa Teng (eu gosto muito de "Aijin"), Koda Kumi (o trocadalho que seu marido fez ficou engraçado ahahahah)...o Dance Dance Revolution conheço o game, só que como sou descoordenada e estabanada, acabo virando a alegria do pessoal a semana toda ahahah Mas nao sabia essa do BeforU que seria o Rouge japones...
    Que nada, pode postar os comentarios biblia a vontê ehehhe

    Fabiana, eu acabo acompanhando sobre aqui porque so assisto a TV daqui, mas sobre musica, bom, existem aqueles que viram sucesso de uma musica só e aqueles que duram que nem pilha duracell...

    Beijos e abraços e cuidado com chuva, apagoes...

    ReplyDelete
  5. O site que achei a lista:

    http://www.oricon.co.jp/music/special/091007_01.html#close1

    e também acho que o kouhaku vem perdendo a graça, soh assisto pela ayumi hamasaki mesmo rs

    ReplyDelete
  6. Ultimamente tenho visto o K1, lutas em vez de Kohaku. Mas espio um pouco.
    A gente fica vendo aquele lutador de sumô, esqueci o nome perder todos os anos.
    bj

    ReplyDelete