Saturday, May 23, 2009

Desenterrando da Massa Cinzenta Returns: O Rock Brasileiro dos anos 80

O primeiro que falar que este post vai ser coisa de velho, cubro de porrada!

Desta vez, desenterrando o tópico, vai uma pequena seleção de vídeos do rock brasileiro nos anos 80, no qual poderíamos realmente dizer "eu era feliz e não sabia"...

RPM - "Rádio Pirata": Formado no início dos anos 80, o quarteto formado por Paulo Ricardo (vocal), Fernando Deluqui (guitarra), Luis Schiavon (teclados) e Paulo "P.A." Pagni (bateria), liderou as paradas nas rádios brasileiras com "Loiras Geladas", mas a música que também fez muita gente usar o bordão "invadir, pilhar, tomar o que é nosso", leva o título do show que bateu recordes de vendagens. Infelizmente, divergências e diferenças entre os integrantes, o grupo terminou dois discos depois e só se reuniram em 2008 para um show comemorativo pelo jubileu de prata. Desculpem pela tosqueira do vídeo, mas...



Vocês sabiam? Antes de ser cantor, Paulo Ricardo morou um bom tempo em Londres e era crítico musical.

Paralamas do Sucesso - "Alagados": O trio formado por Herbert Vianna (guitarra), João Barone (bateria) e Bi Ribeiro (baixo), misturava reggae e rock, fazendo que, no início de carreira, seriam chamados de "The Police brasileiro" tamanhas eram as semelhanças com o trio inglês (três componentes e tinham como base o reggae, ska e rock). Desnecessário falar sobre o trio que ainda faz muito sucesso, mesmo depois do gravíssimo acidente de Herbert e sua recuperação. A música do post, faz repertório do terceiro álbum "Selvagem?" (aquela que tem um menino na capa, que na verdade é o irmão de Bi Ribeiro).



Vocês sabiam? A música "Vovó Ondina é Gente Fina", do primeiro álbum ("Cinema Mudo", 1983) é uma homenagem a avó de Bi Ribeiro, que deixava o trio ensaiar na casa, mesmo com a reclamação e protesto dos vizinhos devido a barulheira que faziam. Ela chegava a ir nos shows do trio no Circo Voador sem que o neto soubesse...

Legião Urbana - "Angra dos Reis": Talvez um dos grupos que dividem opiniões diversas, mas aquele ditado "falem mal mas falem de mim" talvez valha ao grupo formado em Brasília por Renato Russo (vocal), Dado Villa-Lobos (guitarra), Marcelo Bonfá (bateria) e Renato Rocha (baixo - até "Dois"). Tido como ora controverso, ora militante demais, ora profundo, as vezes depressivo, o grupo ganhou a notoriedade nos anos 80 devido às letras serem subversivas para a época e a batida punk no início de carreira. A música do post seria sobre a usina nuclear que fica em Angra dos Reis (RJ), que está no terceiro álbum do grupo "Que País é Este - 1978/1987").



Vocês sabiam? Apesar do grupo ser considerado "banda de Brasília", nenhum deles nasceu na capital federal: Renato Russo era carioca; Dado nasceu em Bruxelas, Belgica (o pai era diplomata); Bonfá é paulista; Renato Rocha ("Negrete") também é carioca.

Ultraje a Rigor - "Inútil": O grupo paulista, liderado por Roger Moreira, começou no extinto programa "A Fábrica do Som", da Rede Cultura, com a música que - até hoje - retrata a imagem do brasileiro. Lamentavel, mas é a pura verdade. Misturando entre o rock, punk e até surf rock, apesar das inúmeras trocas de integrantes (exceto o líder), o grupo não perdeu foram as letras debochadas até hoje. A música deste tópico foi do programa mencionado, em 1983, legendado e com o João Barone (Paralamas) "quebrando o galho" pois o baterista original quebrou o pulso. Pra vocês verem a tosqueira da época.



Vocês sabiam? Edgard Scandurra, guitarrista do Ira!, fez parte da primeira formação do grupo. Foi ele também responsável - em partes - pelo nome da banda.

Titãs - "Marvin": Começam com oito integrantes e com o nome de "Titãs do Iê-Iê-Iê", com a música "Sonífera Ilha". Liderados por Arnaldo Antunes, o octeto misturava rock, punk e alguma coisa da new wave. Claro com letras recheadas de temática contra o sistema, o que a maioria dos grupos faziam no início dos anos 80 (lembrando que a maioria deles nasceu durante a ditadura militar). "Marvin" é uma versão em português de "Patches", e o que aparece aqui, foi no show de 1992, na Praça do Apoteose, durante o Hollywood Rock. O grupo - já sem Arnaldo Antunes - neste show está com o grupo Paralamas do Sucesso no show de encerramento.



Vocês sabiam? Na música "Televisão" (do album homônimo de 1985, a frase "ô cride" era um bordão usado pelo comediante Ronald Golias.

That's All Folks! Claro que faltou muita gente, mas se postar todos, haja texto. Se quiserem e minha paciência permitir, eu informo mais...

2 comments:

  1. auhahuauh
    eh Iwa, nem todos eulembrava, mas osclassicos postados aqui me fizeram relembrar bons momentos da infancia

    ReplyDelete
  2. Aiiiiiiiiinnnnn, eu lembro de tudo isso!!! Tah certo que eu tinha uns 10 anos de idade, mas lembro!
    Oq acho mais engracado eh que a moda lancada por esses artistas (lembra da Paula Toller qdo era uma especie de Agyness Deyn tupiniquim?) que ate um certo tempo atras era chamada de brega estah voltando a moda.
    E eu me lembro disso tudo.... eh, o tempo paaaassa! Ate uva passa rsrs.

    ReplyDelete