Tuesday, September 28, 2010

Quando é preciso espairecer

Na sexta-feira da semana da minha folga aproveitei o dia em que estava melhor (e devidamente recuperada do exame médico do dia anterior) e fui para Tóquio. Antes que falem "mas de novo você pro Tokyo Dome, sua doida?", não fui para lá, mas fui em um lugar diferente, acho que muita gente que pensa que Tokyo se restringe a Shibuya-Harajuku-Shinjuku-Akihabara, mas se pegarmos aquela linha que anda em círculos, a linha Yamanote, existem estações que trazem algo mais diferente que as mais conhecidas.

Resolvi aquele dia dar uma passada em Nippori, estação onde fica a "parte baixa" de Tóquio, onde ainda existem ruas com casas bem antigas, comércio da era Showa, os shotengai (商店街), onde as lojas ficam um ao lado da outra com suas construções modernas ou mantendo da época. Onde eu moro, tinha um. Decadente mas dava pra conseguir algumas frutas e verduras baratíssimas, mas demoliram para modernizar a cidade... Voltando. Soube de um lugar em Nippori onde gatos passeiam tranquilamente no lugar e resolvi conhecer.

O bairro se chama Yanaka (谷中), mesmo nome do cemitério que tem logo na saída da estação de Nippori, mas para chegar ao shotengai  tem que andar um pouquinho. E tomar cuidado com a escadaria que tem no final da rua, o Yuyakedandan (夕やけだんだん). E estou falando sério, pois quem vem de Nippori, pra chegar ao shotengai tem que descer uma escadaria. A foto que tirei do alto da escadaria, já diz tudo...

A maioria das lojas lembra aquelas da era Showa, mais nos anos 30-40 desta época. O cheiro de comida caseira, das frituras, dos doces característicos. Além de izakayas, lojas de roupas, artigos típicos e quitandas. Acreditem: eu gosto de ir nesses lugares para ver o que encontro de diferente. O que a gente não encontra em outros lugares.

Antes de conseguir encontrar o shotengai, estava numa rua paralela ao que estava. Descendo a rua, nunca vi tanto templo com cemitério numa única rua, em ambos os lados.


A fama de Yanaka ser bairro dos gatos, vem de muito tempo. Tanto que eles passeiam na maior tranquilidade. Só que no dia que fui, não encontrei um gato sequer, mas muitas lojas relacionadas a esses simpáticos animais (esqueci de dizer: eu gosto de gatos, respeito quem não gosta. Mas sabem porque eu não posso ter um). A medida que eu estava perto do bairro principal, dava para ver as lojas com algum bibelô do animal.
 Uma cafeteria onde a decoração é toda feita com bibelôs dos felinos. Não entrei, apesar o aviso ao lado estar avisando que estava em funcionamento (eigyouchuu ou 営業中).

 Logo na entrada do bairro (de quem vem do lado da estação do metrô linha Chiyoda), a placa de boas vindas devidamente tematizada...
Yanaka no Shippoya ou "Loja de caudas de Yanaka". Calma, gente, isso é uma doceria, o qual falarei em meu roteiro gastronômico em breve.

Bem, se fala que é isso mesmo, vamos experimentar (explicando: é uma padaria, onde o slogan garante que o forno deles é feito das rochas vulcânicas do Monte Fuji). Não pude tirar dentro do local.

Eu li sobre o bairro Yanaka na finada revista Chou Chou, cuja edição falava sobre gatos. Só que a revista eu acabei dando de presente para uma amiga minha que adora gatos e acabei esquecendo onde ficava direito o bairro, tive que apelar pelo seo gugol da vida.

Para chegar até o bairro, existem duas formas - ou pela linha JR Linha Yamanote, descer em Nippori (日暮里) e sair pelo lado Yanaka. Só que temque tomar cuidado nas saídas desta estação - como tem três escadarias, o mais direto seria o lado onde tem a livraria Libro e as docerias. Ou a estação Sendagi (千駄木) da linha do metrô Chiyoda, pela Tokyo Metro, quem vem deste lado, se encontrar um gato em cima do telhado, como na foto que abre o post, está no lugar certo.

Fotos: todas elas tiradas pela autora lesada.

9 comments:

  1. Que belo passeio vc fez, eu iria adorar passear por um lugar assim!! Fui lendo tudo rapidinho doida pra ver fotos de gatos que vc encontrou... mas não encontrou nenhum né? Eu também adoro gatos,tenho 3 aqui, o Tsuki, o Ninja e o Ferrugem.

    Ótimo passeio, bjus!!
    PS.: agora tá mais fresquinho pra passear né?

    ReplyDelete
  2. Muito boa a dica do passeio. Normalmente os guias de viagem impressos e as matérias na internet sempre focam nos bairros mais famosos e acabam esquecendo que os bairros mais simples também tem atrativos.

    Bjo e boa semana,
    Carlos

    ReplyDelete
  3. Ah, que legal esse passeio! Achei bem interessante esse bairro dos gatos e tá certíssima em aproveitar os momentos que tem pra espairecer e conhecer coisas novas e diferentes.

    ReplyDelete
  4. Georgia, o lugar onde fui seria o chamado "Shitamachi", o bairro mais "velho" de Toquio. E olha que procurei os gatinhos e nada... :(
    Mas quem sabe da proxima vez rs
    Beeeeeem, fresquinho nem digo, mas despencou uma chuva...
    PS: Adoro gatos!
    Beijao!

    Carlos, e eu fui descobrir isso em um programa que só fala dos lados desconhecidos do Japao, sem falar das revistas "OZ Magazine" ou "Hanako", que são especializadas nesses lugares.
    Abração pra voce e a Denise!

    Desabafando, o dia que eu voltar e encontrar algum gato (na verdade a maioria acaba saindo na cidade...), eu tento tirar fotos deles rs
    Beijao!

    ReplyDelete
  5. Adoro gatos - cachorros e afins - e acho isso interessante esse bairro do Japão. Já tinha lido algo sobre ele, mas nunca tinha visto fotos.
    Apesar de você me fazer inveja com aquele utiwa que comprou do Takuya e os relatos dos show do SMAP (HAHAHHAH), seu blog me traz informações tão legais aí do outro lado do mundo...
    Adoro quando traz relato novo!
    E aí, Kiyomi, quando virá pro Brasil passar férias para eu te conhecer pessoalmente, hein?

    Beijocas

    ReplyDelete
  6. OI! Adorei saber que existe esse lugar. Saí uma vez em Nishi-Nippori Station e passeei pela zonad mas sabia que havia muita coisa pra descobrir. E é verdade que Tóquio não se resume mesmo ás zonas mais conhecidas e mainstream.
    Eu gosto muito de Kichijoji, Koenji, Aobadai em Meguro...bom, nem vou continuar, está me dando uma saudade...
    BEIJOS

    ReplyDelete
  7. Mais um na lista de "lugares para visitar no Japão".
    Também adoro gatos, e todos os que eu tive (inclusive o atual, que leva o prosaico nome de VICENTE) eram vira-latas, o gato é que nos escolhe, e não o contrário. O atual apareceu no portão de casa, debaixo de um dia de chuva forte, ainda miúdo, desnutrido, ensopado e se tremendo de frio. E havia pouco tempo que havia morrido a gata que passou 11 anos com a gente. A "Dona Flor" (nome da gata) também tinha uma personalidade quase de gente, era uma "mi-ke" (três cores) como essa da foto do "irasshaimasse".

    E em Wakayama tem a Tama-ekichou, a gata de três cores que salvou uma ferrovia da falência virando a mascote da companhia com seu quepe.

    Isso foi há 5 anos, e o gatinho miúdo hoje é um gatão enorme, de pelo bem cuidado e temperamento forte.

    ReplyDelete
  8. Adoro posts assim hahaha vc já sabe né.
    isso mesmo, temos mais é que curtir o país, os lugares legais...

    gosto de Nippori pq tem aquele jeitão de Tokyo antiga, qse Edo rs.
    Gosto qdo tem o Nippori ondo, nos matsuri, que o povo passa pelas ruas dançando.

    bate muita perna, sempre! agradecemos hahahah
    bjs

    ReplyDelete
  9. Lindas fotos... pior que esses são os melhores lugares para encontrar coisas diferentes, inusitadas... que bom que aproveitou o seu passeio... bem merecido, by the way...

    Kisu!

    ReplyDelete