Sunday, February 20, 2011

Sete Coisas Sobre Mim em Sete Dias... (Sétimo Dia e Bônus Extra 3)

Feliz Ano do Coelho, gente! Atrasada até no calendário chinês...
Finalmente consegui terminar a saga do meme "Sete Coisas Sobre Mim em Sete Dias" que na verdade levou MAIS DE DEZ DIAS!!! Bem, agradecendo aos prezados e pacientes leitores fiéis (ou fiéis leitores, tanto faz) que aturaram essa odisséia que parecia nunca ter fim. Tem gente que faz uma postagem de uma vez só. Não sei, eu prefiro dividir em partes. Ao menos parece que não cansa. Eu acho.

Agora lá vai a parte mais polêmica, mais chata, mais terrível de qualquer meme. Mas não tem jeito, na vida sempre teremos os opostos. Sim, se na postagem anterior, mencionei as coisas que eu gosto, agora vem o oposto. Sim, prezados leitores, depois desta, até vou entender porque o índice de frequência vai zerar, pois aí vem...

Sete Coisas Que Eu Detesto!!!


- Ignorância.
(Isso eu digo no sentido de pessoas mal educadas, mal amadas e mal compreendidas. Pra qualquer coisa já partem pra violência verbal, uso de palavras de baixo calão, um verdadeiro atentado à nossa saúde mental, física e moral. Perdi a conta de quantas vezes tive que ouvir um repertório indigno pra quem se diz "estudado".)
- Falta de respeito alheio.
(Lembra do meu artigo sobre "Quem Cala Consente..."? Pois é: teve época que sofri muito com isso. Posso até no passado eu ter brigado muito quem criticava ali e aqui, mas com o tempo a gente amadurece e percebe que, ninguém é obrigado a gostar da mesma coisa que a gente, cada um tem seus gostos e preferências. Desde que haja respeito mútuo, tudo bem. Uma pena que nunca é correspondido. Hoje respeito quem gosta de verde limão ou goiaba madura, gosto é gosto; mas teve muita gente que me criticou severamente o fato de eu ter preferências BEM diferentes que a maioria. E se eu criticasse, eu levaria esporro do mesmo jeito.)
- Dieta.
(Apesar de eu ter emagrecido oito quilos e meio, nunca segui uma dieta seja maluca ou recomendada pelo médico. Mesmo se eu seguisse, nesse ponto eu sou totalmente desorganizada. Confesso: tentei uma dieta de duas semanas, mas os resultados foram catastróficos - perdi dois quilos, perdi a paciência e ganhei um "rebound" de seis quilos!!! Ah, como perdi os oito quilos e meio? No ano passado, criei vergonha na cara e voltei a andar mais de bicicleta e parar de comer besteiras nos intervalos... Acho que dieta eu faria à risca se eu tivesse algum problema de saúde e precisaria fazer mesmo, como foi o caso que precisei quando tive hepatite... trinta anos atrás?)
- Natto (ou soja fermentada).
(Todo mundo pergunta se eu como qualquer comida japonesa. Digo que sim e logo emendo que "menos o natto". Muita gente costuma perguntar "come qualquer comida japonesa mesmo?Até o tal do natto?", então antes que perguntem, eu já respondo. Motivo: bem que tentei, mas o cheiro foi pior que a vontade de comer. Mesmo porque minha família nunca foi habituada a comer essa iguaria, especialmente pelo lado paterno, que é de Kumamoto e lá natto era comida rara de se digerir. Mesmo se falassem que "faz bem pra emagrecer", eu preferia continuar gordinha a comer essa... esse... )
- Verão.
(Deixa eu explicar antes que me espanquem: sofro de hipoglicemia e calor em excesso, minha pressão sanguínea despenca a ponto de eu passar mal, muito mal mesmo. A ponto de acordar no pronto socorro. E levei azar nesse ponto - a cidade onde nasci e morei até meus 27 anos, o clima no verão é seco e abafado. Mesmo com a janela aberta, é impossível dormir direito. Vim pra cá e fui morar numa cidade onde a praia fica no quintal de casa. Resultado: no verão, o cheiro de maresia é intenso e o calor é tão abafado que a pele fica "melada" e haja banho! Sem falar que, sim, nessa época do ano eu vivo comendo salada de folhas, curry (pra combater a indisposição) e bebendo líquidos mais do que nunca. E sorvete. Depois engorda e não sabe porquê... Explicado porque detesto verão neste sentido.)
- Kafunshoo ou alergia ao pólen.
(Era algo que eu não tinha questão de cinco anos atrás. Acabei de um ano pra outro vivendo com máscara cirúrgica, colírio, remédios e tendo que limpar a casa toda manhã e ao chegar da rua, passar um spray pra eliminar boa parte do pólen. Essa alergia acontece logo que começa a primavera. Aí pros olhos coçarem, o nariz viver pior que torneira quebrada e pele seca, pra mim é um tiro. E toca eu andar de máscara, carregar colírio e chegar até a tomar remédios homeopáticos para amenizar a crise. Ah, acham que é frescurite aguda? Nunca teve? Sorte de vocês...) 
- Pessoas sem noção (de qualquer coisa).
(Esse item vai ter muita gente caindo matando em mim, mas nada pessoal, eu espero que entendam. Obviamente todo mundo detesta gente sem noção pra tudo. Conheci uma pessoa que vivia no mundo da fantasia, pra ela tudo tinha que ter marca disso ou daquilo. A cada uma frase vinha três ou quatro marcas famosas. Era uma conversa que me irritava. Por dentro, porque se eu abrisse a boca... Pior que até hoje essa pessoa continua a mesma coisa. Eu, hein! Tirando o carro que nos deu uma dor de cabeça no ano passado e compramos com muito esforço, tendo que engolir cada sapo no nosso trabalho, eu e o digníssimo vivemos normalmente. Não faltando comida e saúde, está bom.)


Bônus Extra 3 - Uma música que expressa os lados negativos mas têm seus lados positivos!


Não pode parar de pensar em pessimismo?
Não pode ser sincero e agradecer alguém?
Não pode achar que todo dia é uma desgraça?
Por que não se divertir e dançar comigo?
De qualquer forma, sinto-me sempre azarado (Pessimismo)

Tendo um romance que traz muito problema, nunca pode tornar-se amor (Pessimismo)
Trabalho pra caramba mas ninguém reconhece meu valor... (Pessimismo)
Não vejo alegria alguma pensando no futuro... (Pessimismo)

As coisas ruins podem te fazer feliz quando algo de bom acontece... (Otismismo)

Um romance turbulendo pode fazer a vida mais legal do que aquele sem nada (Otimismo)
As noites solitárias foram feitas pra você ver o lindo nascer do sol... (Otimismo)
Se você não quer pensar sobre o futuro, então melhor imaginar (Otimismo)
Você não é o único

E é a mesma coisa para todos
Tudo bem sentir-se inseguro
Persita, seja perseverante, facilite

Tudo bem se você não tem nada

Não é como se você não fizer nada
Existe algo que você pode fazer
Divirta-se, eu quero dançar!
Dance quando estiver triste, para um sorriso que logo virá

Dance quando estiver perdido, para que logo possa continuar se divertindo
Dance quando estiver na escuridão, para que surja uma luz
Dance, dance, dê uma chance, dance com otimismo
Dance quando estiver com medo, para que alguém venha te acompanhar
Dance quando estiver com dor, para que alivie seus ferimentos
Apenas dance agora, para que venha uma oportunidade


Quanto mais eu trabalho, parece que estou desperdiçando meu talento
Sentindo como eu desperdiço meu talento, me faz perder toda a motivação
Perdendo toda a motivação, faz tudo parecer sem sentido
Decidindo coisas que poderão fechar as portas

Toda vez que eu vejo o horóscopo, o meu signo está na última posição... (Pessimismo) [1]

Quando eu recebo um convite de casamento, não consigo ficar feliz... (Pessimismo)
Eu faço relatórios todo dia mas ninguém reconhece meu valor ... (Pessimismo)
Não tenho esperança, nem futuro, nem sonhos, nada me alegra... (Pessimismo)

Pessoas sortudas são aquelas que sabem como se divertir mesmo quando tem azar (Otimismo)

As vezes pode ser engraçado se olhar a si mesmo ... (Otimismo)
As noites escuras são para você ver o lindo nascer do sol ... (Otimismo)
Se você não tem esperança, nem futuro, nem sonhos, então melhor imaginar (Otimismo)
Você não é o único
E é a mesma coisa para todos
Tudo bem sentir-se inseguro
Persita, seja perseverante, facilite

Você não tem que ficar correndo o tempo todo

Não é como se você não puder voltar
Existe algo que você pode fazer
Divirta-se, eu quero dançar!
Dance mesmo se estiver viajando, para que continue tudo bem

Dance enquanto estiver em pé, porque se sentirá melhor
Dance mesmo se estiver rindo, porque é legal
Dance, dance, dê uma chance, dance com otimismo

Dance enquanto olhar pro alto, talvez aparecerá uma estrela cadente

Dance e limpe suas lágrimas, para que possa continuar a ver seus sonhos
Apenas dance agora, para que venha uma chance
Dance, dance, dê uma chance, dance com otimismo


Dance quando estiver triste, para um sorriso que logo virá
Dance quando estiver perdido, para que logo possa continuar se divertindo
Dance quando estiver na escuridão, para que surja uma luz

[1] No Japão, é costume fazer o ranking dos signos diariamente, com dicas e conselhos. Geralmente quando é o último colocado, pede-se desculpas e indicam o que pode fazer.

A música chama-se "Smap no Positive Dance", do último álbum "We Are Smap!" (2010). A tradução peguei do inglês no Live Journal. Não tem o PV (promotion video), no show eles cantaram somente a primeira parte bem como no programa semanal (a música inteira tem quase seis minutos). A música original dá pra ouvir ainda se ninguém retirar... (Nota da autora: em partes, a música lembra o que acontece comigo, até no horóscopo!!!)

Foto: da autora via revista. Sinal que preciso comprar logo uma impressora com scanner urgente...

18 comments:

  1. Ai, esse nattou, viu! Mesmo todo mundo falando que é ruim e tem o cheiro horrível, a cada vez que leio / ouço falar fico com mais vontade de provar. Será que sou masoquista gastronômico? XD

    Esse lance da alergia ao pólen é uma coisa que leio muito de quem vive no Japão. Aqui no Brasil nunca ouvi falar de alguma coisa assim. Eu imagino que seja horrível!

    Achei engraçado o lance de marca. Eu tenho uma maniazinha ("inha" porque não é forte, é bem fraquinha) ao contrário, de tirar rótulos com a marca de alguma coisa. Sei lá, às vezes acho tão legal uma frasco de alguma coisa todo liso, sem rótulo nenhum. Bobeira, né? XDDD

    ReplyDelete
  2. Kyomi, eu também odeio verão, prefiro mil vezes o frio, minha pressão é muito baixa, parece que vou morrer de tanta moleza que me da, falando em comida, eu odeio shiso, e uma conserva de lula acho que chama ika shiokara, os dois fedem, natto é cheiroso perto, e por falar no natto, o odor não me incomoda muito o pior pra mim é a fiapeira que solta parece cola, mas como na boa. A japonesada fica assustada.
    Gente ignorante e sem noção é terrível de se agüentar, da vontade de matar, brincadeira, duro de aturar também é povo desanimado e pessimista, não consigo ficar perto, vai que o desânimo e o pessimismo são contagiosos, melhor evitar.
    E o tal do kafunshoo, me ataca só os olhos, menos mau, a minha esposa sofre, é remédio de tudo quanto é tipo, para a coceira, nariz, colírio, fica acabada de tanto que espirra e tosse, ainda bem que logo depois para animar já é primavera senão... Abraço.

    ReplyDelete
  3. Hey! Finalmente3 consegui passar aqui rs... e dar de cara com esse meme de detesto! rs... olha, eu concordo em muito com vc... do jeito que sou, 7 coisas é muito pouco pra postar... ia ficar postando até o ano quem vem de coisas q eu não gosto, principalmente depois que eu voltei pro Brasil.

    Kisu!

    ReplyDelete
  4. Felipe, o bendito natto é soja fermentada, vai imaginando o cheiro que nem sei se é pior que o durião. Pior ainda quando despeja a iguaria no arroz, parece uma meleca e fica aqueles fiapinhos estranhos... Boa sorte, apesar que soja faz bem mesmo. O kafunshoo é uma alergia sazonal, chegou maio, passa. Imagine os olhos coçando, nariz entupido, incomodando... Tem gente que tem mais de quinze anos de Japão e nunca teve na vida kafunshoo(meu dignissimo kinguio, por exemplo e olha que ele tem sinusite).
    Quanto as marcas, é que essa pessoa conhecida minha VIVE falando de marcas até hoje...
    Abração!

    ReplyDelete
  5. Fernando, e olha a praia fica no quintal de casa. Gosto de ir na primavera e no finzinho de verão, quando não está tão quente assim. Não que eu deteste praia, muito pelo contrario - meu problema é o fator calor em excesso X pressão baixa mesmo.
    Bem, quanto a gente estranha...

    ReplyDelete
  6. Bah, é verdade: se lembrarmos de tudo que não gostamos e enumerarmos, iríamos ficar o resto da vida... E o lado ruim é que, se a gente passa uma temporada fora do nosso país natal, quando voltamos, as comparações são inevitáveis, eu sei.
    Mesmo quando eu fiquei um mês de férias aí, logo na saída do aeroporto, sabe aquela de "aceita troco em balas"? Então...
    Beijao!!!
    (PS: Li seus ultimos posts, muito otimos e reflexivos!)

    ReplyDelete
  7. Olá Kiyomi!
    Primeiramente, achei muito fofo a fotinho dos coelhinhos. E nossa, você conseguiu emagrecer oito quilos e meio só andando de bicicleta e reduzindo as besteiras nos intervalos? Impressionante. Nunca cheguei a comer natto, mas só de sentir o cheiro já passo longe rs. Adorei ler toda a “saga” desse meme. Deu pra conhecer mais detalhes de você, da sua rotina, e reforçando outras que já conhecia.
    Bjuss!!!

    ReplyDelete
  8. Cacá (The doramas), se adivinhar quem foi quem decorou os coelhinhos, tento te mandar algum book do Arashi pra você, ahah. Gomen, foto desfocada ninguém merece, mas até final do mes eu providencio uma impressora com scanner que estou namorando ha tempos (e agora que baixou o precinho...)
    Eh, natto NUNCA fez parte do cardapio da minha família, talvez pelo fato de meu pai ser de Kumamoto e lá a iguaria não é muito popular. Mesmo aqui em Yokohama, eu não como de jeito algum. Bem que tentei, mas não deu certo, o cheiro foi matador!
    Ah, mas foi duro perder os oito quilos! Mas também, agora preciso me controlar, não ficar beliscando toda hora no trabalho... Em compensação, só falta eu andar com a garrafa de café ligado por um tubo na veia!!!
    Beijao, estou adorando seu blog sobre curiosidades tambem dos doramas, a de ler revistas aqui é normal, normal!!

    ReplyDelete
  9. e minha tia que passa natto na cara pra ficar mais nova? hahahah

    ah cansa sim, mta coisa q vc citou. o calor melequento, ignorância, gente-marcas... kafunsho ainda bem q não tenho.

    o q eu odeio (e aqui tem mto entre os dekas, deixei de trabalhar em escritório por causa disso)
    o bonzinho, amigo de todo mundo, mas que mete a bucha por trás.
    já me falaram tanto mal de gente que eu não conhecia, dai fui conhecer...convivier com a pessoa e não era nada daquilo que falaram. ex>: um gordo enrustido, qdo morava ai em Tokyo, vivia decendo a bucha nos outros contando "coisas que fizeram errado". e era tudo mentira, mas dava a maior confusão. inventou q amigo meu foi preso, q era drogado, essas coisas...
    odeio gente assim.

    bjs

    ReplyDelete
  10. Alexandre, ainda bem que você não sofre com o kafunshoo, porque eu, se não me cuidar, chego a ficar ruim a ponto de ser com antibiotico mesmo!
    Realmente, gente que parte pra ignorância existe em todo o lugar, mas o que mais me irrita é gente que precisa ter marcas pra ser bem cotado e só tem amizade com gente da mesma espécime. Como se desse em alguma coisa...
    Pior mesmo é gente que julga os outros sem saber como a pessoa é na verdade. Pior ainda que a maioria acabei caindo nessa e pra conhecer melhor depois?! aiaiai
    Agora, sua tia passar natto no rosto pra ficar mais nova, bem, se levarmos em conta que isoflavoides (que tem em soja) faz bem pra pele... hahaha desculpa, nao aguentei =D
    Beijao e bom domingo!

    ReplyDelete
  11. Olá Kiyomi!

    Encontrei várias fotos desse coelho. Pelo que entendi, quem decorou eles foi Nakai Masahiro. Cada um deles representa algum membro do SMAP. Achei outra foto nesse link:

    http://plaza.rakuten.co.jp/marie0799/diary/201101310004/

    ReplyDelete
  12. Cacá, depois manda seu endereço por e-mail, ta? eheheh
    Na verdade, os cinco fizeram os desenhos especialmente para o FC (sou socia).
    Na ordem, da esquerda pra direita, os coelhos foram desenhados por Katori Shingo, Kusanagi Tsuyoshi, Kimura Takuya, Inagaki Goro e Nakai Masahiro. Acho melhor eu colocar uma foto mais nítida rs

    Arigatou mesmo, ne?
    Beijao!

    ReplyDelete
  13. Ahhhh ~ alguém que me entende pq odeio calor... tb tenho hipoglicemia é fico uma pata de tão mole, nada rende!

    Natto é terrível... já tentei, mas simplesmente não desce de maneira nenhuma, não tento mais!!!

    Tô começando a ficar com medo deste kafunsho... meu anti-alérgico vai comigo certo na mochila!

    beijooo e logo logo a gente maca nosso rolé nada light ou diet!!!

    ReplyDelete
  14. Olá Kiyomi!
    Então quem decorou mesmo os coelhinhos foram os rapazes do SMAP! Fiquei na maior dúvida, tanto que meu primeiro chute foi para eles (e que acabei deletando!). Mas depois de ler um comentário num blog, elogiando o trabalho do Masahiro, achei que só ele tinha os decorado. E que isso, não precisa mandar book nenhum não! Mas o simples fato de você me pedir pra tentar adivinhar quem decorou os coelhos já me deixou animada rsrsrs.
    Bjusss

    ReplyDelete
  15. Gesiane, olha que a ida pro Starbucks essa eu vou cobrar, hein ahahah
    Natto é uma iguaria que acredite, é regional. Quando morei em Hyogo (Kansai), quase ninguém comia, mas não significa que nao tivesse vendendo no mercado, pois nem todo mundo que morava em Hyogo era nascido lá rs Digo isso porque o dignissimo é de Kochi (Shikoku) e lá NINGUEM come a dita cuja.
    Bem, hoje em dia...
    Acho que em meados de abril talvez o kafunshoo esteja mais fraco, o auge mesmo é março. Pelo menos onde moro. Nao posso sair sem mascara nessa época...
    Beijao e estou te aguardando hein?

    ReplyDelete
  16. Cacá, é que não coloquei no post de quem eram os coelhinhos senão a caixa de comentários ia ser de gente querendo me assar em rolete pra alimentar meia nação faminta.
    Normalmente, quem costuma fazer desenhos bem elaborados é o Shingo - so que o coelhinho dele foi bem simplesinho (o kanji na testa é o de coelho, no horoscopo chines). O Tsuyoshi pelo menos foi o que lembrou que coelho tem bigodes rs O do Kimura é uma lembrança do Yamato e o Goro idem (sabia que ele é fã de Yamato e tambem de Gundam?) E o Nakai usa óculos na vida real, não é pra fazer tipo, nao. Ele não enxerga um palmo diante do nariz se nao usar lentes nem oculos...
    Pensei que nao ia adivinhar com a foto desfocada hahaha
    Beijao!

    ReplyDelete
  17. Kiyomi,
    Eu gosto do verão, apesar de sofrer e reclamar muito quando saio a pé.
    Mas o frio me dá preguicinha...kkkk
    De levantar da cama, de sair...só quero ficar em casa no quentinho.

    Eu sou curiosa, e provei o nattou.
    E gostei.
    Só o que atrapalha, é aquela coisa melequenta, porque ou eu como, ou eu fico brigando com ele.
    Dieta, é complicado, principalmente para mim, que gosta de cozinhar.
    Estava fazendo caminhada todos os dias na parte da manhã, mas parei.
    Não faço dieta, como de tudo, mas me preocupo com a questão de comer coisas saúdaveis por causa da saúde e não só pela estética.
    beijos

    ReplyDelete
  18. Fabiana, o natto não teve jeito comigo - tentei comer, mas aquele fiapo melequento ficou algo kimochi warui que nunca mais consegui comer. Prefiro quiabo mesmo.
    Quanto a dieta, fui obrigada a fazer quando tive hepatite. Privaram-me de tudo: chocolate, leite, banana nanica, frituras... Enfim, tudo que "pesa" e tem gordura... Uma sequela disso tudo é que não sou muito chegada a abacate (outra fruta proibida na dieta) e se como só se for guacamole.
    Beijao!

    ReplyDelete