Monday, June 13, 2011

Nossos Desastres Culinários: Vamos Tentar Novamente...


Esse meu período em que estou de folga, está sendo uma boa oportunidade para arrumar a casa, assistir j-doramas, estudar e... arriscar na cozinha.

Parece que ultimamente estou tentando receitas novas que encontro ou via internet através de blogs, ou através de livros e revistas. Só para terem uma idéia, eu tenho mais de vinte revistas brasileiras (o famoso encarte "Claudia Cozinha" que vinha na revista Claudia, que conseguia nos tempos que morei em Minamiashigara), pelo menos dez revistas japonesas (inclui aí especiais e encartadas em alguma outra revista) e cinco livros em japonês (tá: quatro são da série Bistro Smap e um é somente de sobremesas e doces) sem contar muitos recortes de jornais, que vinham em embalagens de tal produto, panfletos que a gente pega no supermercado utilizando produtos sazonais... enfim...

Resolvi, em pleno domingo em que juntou as ditas cólicas e tempo ruim pra sair, arriscar a fazer pão.

Pausa para risadas, sustos e outras reações dos leitores deste sítio.


Pois  é: fazia um bom tempo que não fazia pão caseiro, ou quase, porque para ser caseiro, dizem que até o fermento tem que sê-lo (leitores e leitoras, se tiverem uma receita de como se faz um fermento natural por favor, na caixa de comentários, grata). Sempre ficava deixando, deixando, deixando... até que decidi fazer, por lembrar que eu tinha uma revista que comprei em 2004 (!!), especial da revista mensal Saita Mook, que era "Suggoku  Kantan!  Murakami Sachiko no Denshi Renji de Yakitate Panyasan" (すっごく簡単!村上祥子の電子レンジで焼きたてパン屋さん - algo como "Muito Fácil - Pães caseiros feitos em microondas por Sachiko Murakami").

Pelo que entendi: o modo de fazer é fácil, usa-se o microondas para "apressar" o processo de fermentação dos pães, para ajudar no tempo. Os ingredientes são básicos, mas se quiser fazer com outros recheios, outras variações, basta acrescentar ou mudar o estilo de fazer. Também contém receitas de bagel, brioches e croissant...


Fui tentar fazer o famoso petit pan (プチパン), pra ver no que dava. Afinal, como disse numa receita passada, se a gente não tentar, a gente nunca vai saber como vai ficar. Mas antes de mais nada, conferir se tem todos os ingredientes e os acessórios necessários, no improviso não dá certo. Pelo menos, pra mim.


Receita Básica do Petit Pan:


100 gramas de farinha de trigo (no caso, específico para pães)
75 ml de leite
2 colheres de sobremesa de manteiga (ou 8 gramas)
1 pitada de sal
1 colher (chá) de açúcar (9 gramas)
1 colher de sobremesa de fermento biológico (4 gramas)
 Farinha para polvilhar.

Modo de Fazer:

  1. Em uma vasilha pequena (própria para microondas), coloque a manteiga e o leite, cubrar com filme plástico e deixe em microondas em potência alta (500W) por 40 segundos. Retire e misture bem até dissolver o resto da manteiga e deixe esfriar.
  2. Coloque o fermento biológico, sal e açúcar e misture com um fouet até dissover a mistura. Junte aos poucos a farinha e misture com hashi até que a massa desprenda da vasilha.
  3. Tampe a vasilha e coloque em forno microondas em potência alta (500W) por 15 segundos.
  4. Coloque a massa em uma superfície enfarinhada, corte em seis pedaços, faça bolas, deixe descansar nessa superfície por 15 minutos, coberto com papel manteiga e com papel toalha umedecido com água.
  5. Amasse as bolas com as pontas dos dedos e forme novamente as bolas. Serve para tirar o gás que acumula na fermentação.
  6. Em um prato forrado com papel manteiga (use o mesmo), cubra com outro pedaço de papel manteiga e deixe em forno microondas em potência alta (500W) por 15 segundos.
  7. Coloque as bolas na assadeira forrada com papel manteiga e deixe descansar em lugar fresco e seco por 10 a 15 minutos, coberto com papel manteiga e papel toalha umedecida com água.
  8. Retire os papéis, polvilhe farinha de trigo (com auxilio de pincel de cozinha), asse em forno quente (180C) por 15 minutos.
Para terem uma idéia do passo a passo que acompanhei, e tudo escrito em japonês!
Notas:

a) A vasilha própria para microondas utilizada no livro é da marca Ziploc, encontrada em qualquer supermercado. Preferencialmente, as redondas.
b) Fouet seria o bom e velho batedor de ovos manual, em formato de pera.
c) Se tiverem colheres de medida, eu aconselho, porque tamanho de colher varia muito, eu sei.
d) O mesmo vale para copo de medida. 
e) Se o forno microondas dos leitores tiverem potência baixa (100 a 200W) também, na primeira e segunda fermentações, deixem 30 segundos.
f) Tem diferença de tipo de farinha de trigo - procurem comprar sempre aquele que tiver o desenho de um pão na embalagem - no Japão as marcas mais conhecidas são a Nippun Golden Yotto e a Nisshin Camelia. Vem na embalagem escrito "強力粉" - kyourikiko, cuja quantidade de glúten é um pouco maior. O que costumamos usar para bolos e tortas é o 薄力粉 - hakurikiko.

Na verdade, terei que tentar novamente. Motivo: farinha realmente dá uma diferença enorme. Como eu não tinha a farinha própria para pães, usei o comum mesmo. E errei na quantidade de sal e açúcar - coloquei 9 gramas de sal e um de açúcar e a hora que fui ver, já era tarde. Resultado: o pão ficou salgado demais. A receita dá pra fazer quatro unidades...


Os instrumentos utilizados para as receitas da revista. No caso da balança, pode ser a balança manual. Na falta do timer, use a do celular. O pincel para untar os pães, aconselho encontrar de silicone, por motivos de alguns pelinhos soltarem-se durante as pinceladas e não pegaria bem comer um pão e encontrar um fiapo do pincel, né? Aumente a foto para ver melhor...

Fotos: da própria autora. Tradução, da própria autora também.
Revista: "Suggoku Kantan! Murakami Sachiko no Denshi Renji de Yakitate Panyasan" , Saita Books, Editora Shiba Park, abril de 2004.

9 comments:

  1. Puxa, que pena que ficaram salgados pq ficaram mto bonitos e me deu ate agua na boca..rsrsrs..maldade postar essas fotos!

    ReplyDelete
  2. Dê, da proxima vez vou tentar fazer novamente, com farinha certa e pouco sal. Pode achar estranho, mas a farinha faz a diferença aqui!
    Beijao!

    ReplyDelete
  3. Que Isso Kiyomi! Covardia heim... estou morrendo de fome, faltando ainda meia hora antes de sair para almoçar... Pena que você mora um pouquinho longe, senão iria correndo experimentar essas delícias. O armário lá de casa vive cheio de livros de receitas. O duro é colocar a mão na massa.

    ReplyDelete
  4. Ahhhh... eu vou tentar fazer tb... no próximo findi!!!! *____*

    Ficaram lindos o seus... bom, o gosto vc disse que ficou salagado, né?

    ReplyDelete
  5. Cacá, isso no que dá ainda eu estar temporariamente de férias. Detalhe: disse que dá pra fazer rápido, mas levei mais de uma hora fazendo!!!
    Se você morasse perto, estamos perdidas, pois além de comer demais, o que ia sair de conversa de doramas... hahaha

    ReplyDelete
  6. Gesiane, tirando dois erros que cometi - a farinha errada e quantidade de sal inversamente proporcional ao de açucar, pelo menos ficaram macios mesmo depois de frio. Se bem que quatro unidades do tamanho de uma bola de beisebol, foram em questão de horas...

    ReplyDelete
  7. Pena que ficaram salgados hein!
    Mas valeu a tentativa e o esforço.
    Minha mãe sempre diz que farinha e fermento são os pontos críticos da receita.

    Esse pão fica fofinho por dentro? A cara dele tá ótima, mas não consegui saber se ele fica fofinho mesmo. =D

    ReplyDelete
  8. Kiyomi,
    Eu sou uma negação com receitas de pães.
    algumas deram certo, mas a maioria deu errado.
    Essa receita é diferente, não sabia que dava para apressar o processo de fermentação no microondas.
    E pelas fotos, dá para ver que ficaram bem fofinhas.
    e as revistas tão bem explicadinhas com as fotos, né?
    até anima a fazer....
    beijos

    ReplyDelete
  9. Hmmm que delícia esses pãezinhos hein? Daqui a pouco vc vai ver o casal tabeteimasu indo na sua casa só pra provar seus quitutes rs...

    Kisu@!

    ReplyDelete