Friday, March 20, 2009

As Cinco Bandas Britânicas de que eu gosto

Já cansei de falar que gosto é que nem traseiro: cada um tem o seu. Seja com time de futebol, artista favorito, pizza... Senão o mundo seria cada vez mais sem graça. Do que seria o vermelho se todos gostassem de azul? (Lembrou-me aquela velha propaganda de uma marca de tintas) Então, pra gosto musical também vale a regra, oras.

Sem enrolações, lá vem a lesada toupeira em forma de leitoa rosada falar das cinco bandas da terra da rainha, do chá das cinco e James Bond. Por que da Grã-Bretanha? Já num acabei de falar que gosto é que nem traseiro? E além do mais fica difícil explicar, mas a maioria das músicas que ouço são de bandas/cantores(as) da Grã-Bretanha (tudo bem, eu ouço música japonesa, Carpenters e Monkees, mas isso é outra história).

Eis minhas cinco bandas (e uma que é hors concours, nem teria porque eu comentar, mas...) que eu posso ouvir e não enjoar:

1) Rolling Stones: Se eu tivesse vivido nos anos 60, eu seria vista como "esquisita", pois gostar de duas bandas tidas como "rivais", seria realmente algo muito estranho mesmo. Porém, já falei em vários posts que só fui ouvir de vez essa banda quando estava na faculdade, por intermédio de um amigo meu que era baterista e estudante de Psicologia (antes eu conhecia via programa de TV as músicas "Start Me Up", "Emotional Rescue" e "Miss You"). O problema é que eu gosto mais da fase antiga e alguma coisa dos anos 70, mas "it's only rock and roll and I like it".
Pra iniciantes: Aconselho de imediato ouvir "Forty Licks", que vem desde "I Can't Get No Satisfaction" até "Anybody Seen My Baby", passando pelas três músicas mencionadas na resenha acima.

2) The Police: Também comecei a ouvir aos poucos em meados dos anos 80 quando na Rede Cultura passava um programa de TV somente de videos promocionais (pré-MTV ainda), e meu irmão mais velho, nem sei como e porque, gravava via fita cassete mesmo, as músicas que ele gostava. Até hoje não consigo entender porque ele resolveu gravar "Don't Stand So Close To Me" do trio inglês (tá, o baterista era americano...) The Police, mas esta música e depois "Every Little Thing She Does is Magic" e "Synchronicity II" ficaram marcadas em minha massa encefálica, até que, depois que terminei a faculdade, comprei o tal box-set "Message in a Box". Agora, sobre o retorno deles no ano passado, não é a mesma coisa...
Pra iniciantes: Qualquer "Best of" do trio serve para esquentar seu MP3, iPod, CD Player, que seja. Tem as principais músicas que fizeram sucesso, tais como "Roxanne", "Message in a Bottle" e "Every Breath You Take".

3) Blur: Quando a MTV apareceu na minha cidade via improviso, foi uma festa. Peguei a explosão do Nirvana e do britpop. Foi aí que comecei a ouvir um outro quarteto inglês, chamado Blur. O vídeo "There's No Other Way" era meio grudento, mas ouvir mesmo foi a partir de "Parklife" (tenho o CD). Depois que o guitarrista Graham Coxon pediu afastamento, o grupo não foi a mesma coisa, mesmo o líder Damon Albarn ter feito uma banda virtual Gorillaz. Apesar do grupo ser "meio" alternativo, vale a pena dar uma escutada, mas comece pelo "The Best Of..." pra não assustar. (Veja "Coffee and TV")
Pra iniciantes: Já falei no final da resenha. Peça emprestado, alugue, que seja.

4) Oasis: Sabe a tal rivalidade Beatles e Rolling Stones nos anos 60? Pois é, com o Blur (citado anteriormente) e Oasis, é quase a mesma coisa. Digo quase, pois, se os dois primeiros era apenas golpe de publicidade, e na verdade um trocava idéia com outro, os dois últimos só faltou sair literalmente no tapa, pois se um encontrasse o outro... Mas, discórdias a parte, o grupo Oasis (formado pelos dois irmãos mais encrenqueiros e encrencados do planeta, Liam e Noel Gallagher) tem o som mais voltado entre o rock dos Beatles (Noel bem que tenta ser a encarnação do John Lennon, mas todo mundo diz que é bom ter estilo próprio que dá menos dor de cabeça) e The Who. E que vale a pena ter qualquer um dos álbuns da banda. Ah, eles estarão batendo ponto no Makuhari Messe em Chiba, no próximo final de semana e bem que eu queria conseguir ingresso (no mínimo esgotaram os ingressos seis meses antes).
Pra iniciantes: Sim, eu comecei com os dois primeiros álbuns do grupo "Definitely Maybe" e "What's The Story Morning Glory", mas pra não assustar com a resenha, ouçam "Stop The Clocks", coletânea que infelizmente faltou "Y'Know What I Mean", mas tem "Wonderwall", "Supersonic", "Don't Look Back in Anger" e "Lyla".

5) Franz Ferdinand: Tá, eles são da Escócia e o líder tem nome grego, mas nem por isso deixam de pertencer ao Reino Unido, Grã-Bretanha, que seja, não sei até hoje a diferença. O quarteto liderado por Alex Kapranos parece saído de uma reencarnação das bandas new wave dos anos 80, mas não soa datado. Pra mim, continuam sendo uma banda indie, mesmo fazendo shows em lugares minúsculos (exceto que já vieram pro Fuji Rock ano passado e este ano estarão no Festival de Coachella), mesmo o último álbum "Tonight" ter opinões divididas (devido ao se entregarem a música eletrônica, e daí?). Bom, pra quem abriu os shows do U2 no Brasil, já conta pontos.
Pra iniciantes: Qualquer um dos três álbuns deles já está de bom tamanho.

Hors Concours: Os imortais Beatles, será que eu preciso falar mais alguma coisa???



Eu sei que vou ter o meu pobre apertamento depredado novamente, mas entendo que falta um grupo ali e aqui, mas não acabei de dizer que gosto nunca se discutiu? Esta é minha lista. Se tiverem as suas, podem comentar que um dia menos dia eu publico proceis.

4 comments:

  1. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
  2. Kikki, naum acredito que vc escuta Blur *.*

    Já vi que vc pode sempre surpreender a gente de um jeito ou de outro..

    Adoro Oasis e Beatles mas na minha opinião, faltou Coldplay. Tá certo que não é um som que tdo mundo curte mas.....

    ReplyDelete
  3. Acredite, sim. E tenho o CD "Parklife" que ficou na casa dos meus pais (isso se meus irmãos nao furaram o CD de tanto ouvirem).
    Pra quem tambem ouve Oasis junto, nao duvide de mais nada...

    ReplyDelete
  4. ..er
    Mas todos os meus CDs que comprei até hoje, vieram furados no meio..

    Será que fui enganado tdo esse tempo?? xDD

    ReplyDelete