Thursday, August 19, 2010

Maré de Azar

Eu sei que estou meio relapsa pra caramba em postar aqui, mas para quem não teve a famigerada, concorrida, merecida semana de folga (natsu yasumi ou dependendo de onde trabalhar, obon yasumi, respectivamente "férias de verão" e "finados"), como esta leitoa rosada que posta, só tive tempo pra fazer compras de supermercado. Tá, exagerei.

Não sei o que está acontecendo, pois o famoso "inferno astral" meu e do namorido foi faz tempo. Será que resolveram atrasar tanto assim?! Explico porquê.

Tudo bem, eu sei que vocês vão me dizer "tanto carro pra resolverem trocar na época e logo compraram um ... importado???". Explico e acreditem se quiserem: a concessionária foi a que mais ofereceu de vantagens e facilidades do que empecilhos. Pelo menos três anos e tanto atrás... O que o carro tem a ver com a maré de azar que estamos tendo desde começo do mês?

Semana retrasada, numa quinta-feira de folga minha e namorido kinguio, resolvemos dar uma saída. Afinal, merecíamos, já que semana toda foi de trabalho, trabalho, trabalho e o quanto engolimos de sapos, desaforos, descascamos cada abacaxi e resolvemos pepinos... Só que ao sair do apertamento e descer ao estacionamento, uma desagradável, terrível surpresa:

Dois pneus do nosso carro furados. A cortes de faca, na lateral, sem condições alguma para reparo!!! Obviamente nossa semana foi constituída entre idas na polícia, imobiliária e posto de gasolina. E o prejuízo.

Na imobiliária, mostrei as fotos de onde fica estacionado nosso carro, perguntamos se tem algum problema, se estaria atrapalhando alguém. Se alguém andou reclamando da gente. Como a atendente disse que não tinha problema algum, tanto que fazem oito anos que moramos no mesmo local, o máximo foi ter trocado de carro, disse-me que teria que prestar queixa na polícia, o que tinha feito antes. Se alguém tivesse reclamado da gente, já teriam ligado para mim (afinal, o aluguel está em meu nome), enviado uma carta... Mas como nada disso aconteceu, só registraram a reclamação.

O que achei o fim da picada.

Esta semana, para continuar a maré de azar, no domingo que passou, ao sairmos de manhãzinha para tentar ir à praia... outra surpresa desagradável: quebraram o farol de milha (fog lamp) do lado direito. Quebrar seria exagero, diria que trincou o vidro. Só que com o impacto, a lâmpada foi pras cucuias. Isso porque no mês passado tivemos que pedir na concessionária para trocar o vidro pois em uma de nossas viagens, provavelmente um pedrisco deve ter acertado durante o percurso. Mas não foi pedrisco coisa alguma desta vez...

Nova ida ao koban e à imobiliária. Afinal, no sábado, ao voltarmos pra casa, estava tudo em ordem.

Nessas alturas do campeonato, namorido já estava com a desconfiança de que alguém que não gosta da gente está fazendo esse tipo de maldade. Afinal, pneu não fura sozinho (ainda mais dois) e farol não quebra de uma noite pra outra. Pior é que não podemos ficar acusando todo mundo que mora no terreno do prédio onde moramos, tal como no koban perguntaram se desconfiamos de alguém. Mas provavelmente seria alguém que deve saber nossos hábitos - horário que a gente sai, volta, se saímos ou não nos finais de semana... (O que na verdade, por quesito de segurança, teríamos que mudar o horário de entrada e saída, mas fica difícil, a não ser que eu chegue muito mais tarde)

Na quarta feira que passou, pela manhã, ao sair de casa (tem dias que eu tenho que sair entre sete ou oito da manhã) para jogar o lixo, nem preciso dizer a desagradável surpresa. Sim, agora tiveram a coragem de fazer um baita de um corte lateral no pneu dianteiro. E pra desgosto nosso, o estepe (nossa situação financeira permitiu a troca somente de um) que estava novinho, sem uso!!! Se fomos pro koban de novo? Acertaram.

Sinceramente, em meus doze anos aqui, nunca me aconteceu isso. E oito anos morando no mesmo lugar foi só agora que vai me acontecer uma sequência de incidentes?!

Fomos registrar nova queixa e pediram para ir na imobiliária. Liguei para lá e foi o suficiente para minha paciência acabar de vez. Só me faltou dizer que "não temos nada a ver". Será que pra solucionar o caso, vai ter que acontecer uma tragédia?!

Na verdade, não sabemos mais o que a gente vai fazer ou o que poderá acontecer daqui pra frente? No que até então nem nos preocupávamos em voltar pra casa meio tarde da noite que no dia seguinte tudo estaria em ordem, hoje a gente não consegue dormir direito. Hoje foi o carro. Amanhã será que conseguirei chegar em casa?

Ou a solução mesmo em breve mudar de casa de vez mesmo?

9 comments:

  1. mas deve ter alguém ou vizinho fazendo isso não? mto estranho, pq se é uma vez é uma coisa...mas toda essa sequência, melhor ficar atenta.

    ReplyDelete
  2. Contratem um vigia, para ficar escondido esperando o vagabundo aparecer. Quando aparecer, um pouquinho após o meliante sair, dê o flagrante nele.

    ReplyDelete
  3. Que saco hein! Nem aí tem mais sossego? Se isso tivesse acontecido no Brasil eu acharia totalmente normal, mas logo aí??

    Para chegar nesse ponto, de furarem 3 pneus, a pessoa tem que ter muita coragem para se arriscar sabendo das consequências (creio que se a polícia pegar tal indivíduo isso não vai ficar barato para ele).

    Ou é um japonês doido desses meio desequilibrados (e isso tira o sono mesmo), ou um brasileiro invejoso...Vocês não desconfiam de ninguém? Nenhum vizinho que olha torto para você? Não dá para colocar uma câmera em algum ponto do apato focando o carro?

    Espero que esses fatos bastem pois coisas materiais nós conseguimos novamente. O problema é a tranquilidade que se perde. E é justamente isso que temos no Japão normalmente...

    Bjo,
    Carlos

    ReplyDelete
  4. Desabafando, a chance de ser algum vizinho invejoso seria de 90% mas ficam 10% de incerteza porque a gente nao pode ficar acusando todo mundo. Uma coisa rendeu: a polícia foi hoje investigar e conversar conosco.

    MP Kouhaku, contratar vigia aqui, teria que ser de comum acordo como os demais moradores. E sabe como o pessoal aqui é: ninguém viu, ninguém sabe. Pensamos em ficarmos escondidos pra dar o flagrante, mas a propria policia desaconselhou devido ao uso de objeto cortante/perfurante que o meliante utilizou no carro e poderá usar contra a gente.

    Carlos (tabeteimasu): eu achava que aqui era seguro até na primeira semana de agosto, mas pelo jeito...
    Brasileiro no prédio onde moramos só tem dois: eu e namorido. E só. Desconfiamos de um vizinho mas nao dá pra ter certeza.
    Quanto a camera, tinha uma mas alem de focar fora do local, cortaram os fios!!!
    O maximo que conseguimos foi conversar com a polícia (pela terceira vez seguida) e esta foi em casa para averiguar (porque a imobiliária, vou te falar...)

    ReplyDelete
  5. Isso ai é coisa de gente vingativa, invejosa. Tiveram algum problema recente com algum vizinho ou pessoas de algum grupo étnico? Tá com cara de serem maloqueiros.

    Qdo forem dirigir, tomem cuidado viu...vai que algum desses idiotas retardados loucos e infelizes resolve sabotar o carro com alguma coisa.

    nossa, é de chorar isso, dá mta raiva.

    desejo mais sorte a vcs. E espero que logo saia esse apartamento. Q coisa desgradável, Kiyomi. Fico sentido mesmo.
    bjs

    ReplyDelete
  6. teorias da conspiração:
    - deve ser considerar o fato que ao comentar sobre seus vizinhos e mostrar partes do seu "alemão preto" ,facilitou as coisas para o tal invejoso ou magoado.
    - mudanças de comportamento ou dos objetos,que foram motivo dos seus comentários devem ser observados.
    -por ai deve ser fácil e encontrar câmeras de monitoramento bem pequenas , que considero ser uma alternativa a ser considerada.
    -pelo que percebi a peças dos automóveis alemães são caras em todo lugar, comprovando a filosofia dessas marcas que fazem isso para manter o status, sem dúvida é uma boa compra , mas quando vâo para a oficina é de chorar.
    boa sorte

    jeferson

    ReplyDelete
  7. Alexandre, problemas com vizinhos, faz muito muito muito tempo mesmo que a gente não tem. Alias, a gente nem tem motivo pra ter, pois nossa rotina consiste em trabalho-casa-dia de compra, a gente nem faz barulho quando voltamos mesmo sendo tarde da noite.
    Estrangeiros, estou descartando: no predio nosso e nos vizinhos os unicos somos nós.
    Depois da decepção da administradora da imobiliaria, assim que a gente conseguir um bom montante, a gente muda logo.
    Por um bom tempo vamos deixar o carro estacionado até resolvermos tudo.
    Beijao e obrigada.

    Jeferson, o fato de termos um carro assim ou assado, nada tem a ver, porque no mesmo estacionamento que o nosso, tem mais dois iguais e fora que outro morador possui um Prius. E atacaram justamente o nosso.
    Nunca comentamos com vizinho algum porque justamente nem trocam palavras conosco porque, em oito anos aqui, o unico vizinho que a gente conversava (japones por sinal) era o que possuia dois carros com o preço do dobro do nosso.
    Poderiamos até ter um carro caindo aos pedaços que, se o individuo tivesse raiva interna ou inveja de qualquer forma iria fazer a mesma coisa.
    Sabemos o quanto custa, mas a raiva maior está sendo que a administradora do predio tirou a responsabilidade fora.
    Camera de segurança, a mesma administradora disse que nao instalaria.
    Felizmente pelo menos a policia está a par e fará o que for necessario. No maximo que faremos em breve, é mudar o quanto antes.

    ReplyDelete
  8. Kiyomi, tô passada com essa história. Nem eu que morava em prédio com muitos brazucas ouvi histórias assim. Claro que acho que deixou pra acontecer tudo qdo cheguei aqui rs... mas enfim, ainda bem que vcs sabem se virar pra tentar explicar a situação. Mas infelizmente tem muitos japas que são preconceituosos... tive um vizinho que invadiu meu apato pra baixar o som, bateu na porta, me empurrou pra dentro de casa.... coisas assim... tm mesmo que procurar seus direitos e se souber quem foi, dá o troco...

    Kisu!

    ReplyDelete
  9. Nossa Kiyomi, que coisa hein!!
    Eu ja ouvi falar sobre isso em locais onde moram muitos brasileiros, normalmente era invejinha, intriguinha etc. Mas se onde vc mora soh tem japones, eh mto estranho, o estranho eh continuarem mexendo com o carro de voces.
    Voce pediu pra policia conversar com os outros moradores?
    Boa sorte e que tudo se resolva logo!

    bjks
    Satie
    http://casadasatie.blogspot.com/

    ReplyDelete