Wednesday, November 17, 2010

Simplicidade


Segunda-feira que passou, em minhas raras idas para almoçar fora, acabei parando num dos melhores fast food que eu conheci. Nem sei se poderia dizer fast food pois toda a comida é natural, sem conservantes e se preocupa com a natureza, o Freshness Burger (um dia eu faço um artigo sobre isso).

Enquanto esperava o desejejum, volto a notar o lugar - lembrando lanchonetes rústicas dos anos 50, dando um ar de nostalgia. E tranquilidade, pois o som ambiente varia entre o blues e jazz, perfeitos para melhor digestão. Gosto também da decoração do local, com flores. Flores simples em vasos simples, o que torna o ambiente mais aconchegante e tranquilo.

Eu gostaria de ter fotografado mais, porém fiquei com receio de que os atendentes achassem ruim. Talvez um outro dia eu tente fotografar um jarro branco esmaltado que foi guarnecido de gerbereas, margaridas e outras flores que agora fugiram-me os nomes. Um arranjo bem original, eu diria.

Na verdade, eu preciso ir em lugares tranquilos, para poder esquecer - por horas - os problemas do trabalho, do cotidiano, de muitas coisas como todo ser humano possui. Quando vou em lugares assim, acabo esquecendo por bons instantes os problemas externos e inclusive de mim mesma. Uma das formas de "limpar" o seu "eu" interior. Quem sabe as coisas conseguem fluir de melhor forma possível.

Por um bom tempo, passamos por um período de que "tudo que é pra dar errado, deu errado". Mas uma das coisas que nunca perdemos foi a fé e a esperança de que uma hora iria melhorar. E, felizmente, aos poucos as peças perdidas no passado, estamos recuperando aos poucos. Agora é não medirmos esforços e seguir adiante pois acredito na força divina desde que a gente também faça a nossa parte (pois não adianta nada pedir, pedir, pedir e não fazer algo em troca).

Na segunda-feira, quando fui almoçar, o local decorado com flores simples, deu-me a sensação de tranquilidade e paz. Gosto de lugares assim. Por mais que determinado lugar possa ser de renome, mas se nada colabora - desde o atendimento até a comida, o ambiente e a música - pense se volta mais uma vez. Mas existem fatos na vida que devemos dar uma segunda chance, mas dependendo muito do que for...

Foto que abre o artigo de hoje: fotografada pela autora, no Freshness Burger, aguardando seu pedido...

12 comments:

  1. Pode ter certeza, quando queremos o universo conspira a nosso favor. E quando temos alguma "turbulência" em nosso caminho. Lembre-se: Nenhum fardo em nossa vida é mais pesado que a gente não consiga carregá-lo. Beijos queridona

    ReplyDelete
  2. Oi Fabiana (Takuya addicted)!
    Eh verdade: mesmo com turbulências ou tempestades, a gente enfrenta não importa de que forma for (desde que não haja prejuízo a terceiros e a si mesmo). E quando queremos, tudo fica a nosso favor. Eu admiro é sua coragem e força de vontade de VIVER!! Eh o que é o mais de precioso que se tem e não tem preço.
    Beijao pra você tambem! :D

    ReplyDelete
  3. hmmm fiquei interessada no restaurante... sera que tem aki em aichi?

    ReplyDelete
  4. Oi Kiyomi,

    Sei exatamente a sensação que descreveu pois já passei por isso várias vezes, tem horas que dá vontade de sumir... rs! Mas vivemos entre altos e baixos e a vida não é só lamentar, temos que reagir e pensar no lado bom das coisas.

    Só de falar já me apaixonei no lugar, pois é embalado por músicas ótimas e ambiente tranquilo. Agora fiquei curiosa sobre o lanche, quando puder fale mais sobre o Freshness Burger ok!

    Bjão!

    ReplyDelete
  5. Oi, Hidemi! Em Aichi tem quatro lojas da rede conforme o site: http://www.freshnessburger.co.jp/shop/list.html?p=23

    - Em Nagoya tem duas lojas - em Sakai e Fujigaoka (dentro do Matsuzakaya Store)
    - Em Toyokawa, Minamidoori
    - Em Tokudane, dentro do aeroporto de Chubu

    Meio carinho em comparação ao Mac, mas vale a passada!
    Beijao!!

    ReplyDelete
  6. Denise, é verdade, tem horas que dá vontade de surtar (tal como no episodio do supermercado...), mas logo passa. Também... deve ser o final do ano, a gente fica torcendo pro ano acabar logo e começar tudo de novo, mas com fase nova...

    Bom, sobre o Freshness Burger, quando eu voltar lá, eu tento pegar o cardápio e escolher um diferente (porque eu quase sempre peço o cake set com o lanche separado e quase sempre acabo pedindo o Omelette Bacon ou Spam Burger...)

    Beijao!

    ReplyDelete
  7. onde voce baixou o dorama "aishiteru"?

    ReplyDelete
  8. Pro anonimo (por que cargas d'agua esse pessoal tem medo de se identificar???), tem o utilitario Bitorrent ou bitcomet, eles informam onde encontrar!
    Abraços!

    ReplyDelete
  9. Nossa Kiyomi ja tive o privilegio de comer em um, que passamos em frente la em Shinjuku perto de um Marui, estavamos andando despreocupados pela rua e vimos as fotos dos lanches, que imediatamente nos lembraram dos feitos no Brasil e entramos para provar, a surpresa foi maravilhosa, tanto pelo sabor como pelo visual vintage, isso já faz mais de quatro e ainda nao esqueci, pena que pela correria nao tive a oportunidade de voltar em mais nenhum mas agora que vi o link que você deixou com os locais que tem lojas, vou procurar um perto de casa e ir matar a saudade.

    ReplyDelete
  10. Há alguns restaurantes aqui em Curitiba (comida japonesa) que exalam o cheiro de fritura da cozinha. Acho isso terrível. E tem um que até gosto dos pratos...
    Penso que no Japão, os exaustores funcionam bem e não tem esse tipo de problema, né?

    ReplyDelete
  11. Fernando, tudo bem?
    Ah, no meio do meu artigo tem o acesso pro site, tem em todo o Japão! Dependendo onde você mora, pode ter ou não. Mas é um tipo de lanchonete que vale a pena, sim!

    ReplyDelete
  12. Nozomi, a maioria dos restaurantes aqui não cheiram a gordura devido aos exaustores e alguns lugares tem ventilação natural, mas alguns estabelecimentos menores, antigos, dá pra sentir, sim. O engraçado é que nesses lugares menores, sem-graça e velhos e suspeitos, a comida é mais saborosa, vê se pode?!
    Beijao!

    ReplyDelete