Friday, March 25, 2011

Perguntas que Nunca Querem Calar... (Será que já respondi antes?)




Aos poucos estamos voltando as atividades normais, ainda bem. Tirando o rodízio de energia (pra falar a verdade, no final de semana não tivemos apagão, terça e quarta previram dois num dia só - o que no final nem teve), trens operando em horário meio estranho, têm linhas que nem estão operando, o resto estamos levando uma vida quase normal. Bem, nem quero falar de empecilhos, pois senão vão falar que meu sítio é um local ótimo pra cortar pulsos.

Já faz um bocado de tempo, desde que faço parte de mídias sociais, desde fóruns de fã clubes até no twitter, eu recebo um monte de perguntas, e sei lá se cheguei a responder. Se respondi, sei lá, nem lembro mais. Mas vamos que a fila anda... (e se esqueci de alguma pergunta, pode informar nos comentários, porque a autora aqui ainda continua meio lesada...)

Sou Sakura, mascote da drug store's, prazer!

1 - Por que seu avatar (no twitter) é um porquinho cor de rosa e usando óculos?
Não lembro se eu cheguei a responder, mas vamos lá: quando eu morava numa cidade chamada Minamiashigara (Kanagawa), aos finais de semana eu e o dignissimo kinguio costumávamos pegar um trem local para a cidade de Odawara e bater perna por lá, ou pegar o trem pra Tóquio ou sei lá... Tem (ou tinha, faz um tempão que não vou ao centro da cidade) uma loja da franquia Drugstore's, cujo símbolo e logomarca era um porquinho. As roupas são bem casuais, para mulheres que gostam de conforto (a maioria das peças são de corte bem mais largo). Daí pra me simpatizar com a simpática mascote Sakura foi um pulo. Pra completar, ganhei do dignissimo kinguio um porquinho de pano cor de rosa! E no meu aniversário, o casal Luria e Diogo deram um cofrinho de porquinho. Rosa. Por isso meu nickname aqui virou Piggy Sakura. E o símbolo do porquinho rosa, porque rosa é minha cor favorita. No twitter sou conhecida como a "mulher do porquinho rosa". Os óculos, bem, porque eu sofro de miopia e uso óculos. Só não fiz cirurgia porque meu grau nunca estabiliza...

Quero um destes, free size está ok!
2 - Como você veio parar aqui no Japão?
De avião, com uma parada de trinta minutos no aeroporto JFK em Nova Iorque... Piadas infames a parte, vim por curiosidade. Sabe quando conversando com minha mãe sobre o que estava pensando em fazer, porque estava chegando na casa dos trinta, levando uma vida comum de sempre, e "por que não ficar dois anos no Japão pra conhecer e depois voltar"? Bem, já tinha me formado na faculdade, ganhava mais ou menos no trabalho (ainda por cima fazia dupla jornada: tinha meu trabalho fixo e lecionava a noite), e descompromissada... Só uma coisa que não faço porque agora sei que não dá certo: planejar. Toda vez que eu planejava alguma coisa, no meio do caminho sempre tinha alguma coisa que desviava do rumo pensado...

3 - Como você vai ter um gosto musical/ de cinema/ de outras coisas muito ruim?
Eu vivo tendo essa indagação diretoooo!!! Cansei de falar que "gosto é que nem traseiro, cada um tem o seu" e nunca critiquei o gosto dos outros (tá, posso ter criticado mentalmente "vai ter mau gosto assim nos infernos, mas se gosta né..." mas como sou uma pessoa educada - ou ingênua - eu nem falo nada). O que eu não me conformo é meia dúzia de alminhas semiperdidas ficarem toda hora no meu box do FB talhando o caldo. Entenderam? Explico.
Aí, ó: até Doraemon e a Shizuka gostam do Masaharu Fukuyama (e vice versa)!

Todo mundo que acompanha aqui sabe muito bem dos meus gostos musicais (suspeitos pra muita gente), da minha opção de preferir aos j-doramas às novelas-do-canal-que-todo-mundo-sabe, de gostar de filmes variados, de gostar de histórias em quadrinhos, da nossa opção de não termos casado no papel e tampouco ter filhos. Mas eu pediria encarecidamente que por favor, que seria do vermelho se todo mundo gostasse do azul, que seria do queijo se todo mundo gostasse de goiabada, que seria da laranja se todo mundo gostasse de limão? Diversidade existe pra quê mesmo?

Só fiquei muito sentida mesmo quando coloquei no FB um vídeo de "Sekai ni Hitotsu Dake no Hana", de muitos leitores que adoraram, da Suri-Emu que pacientemente traduziu a letra para que quem pudesse entender a mensagem, sempre tem um pra destoar. E olha que a intenção da postagem era transmitir a mensagem hoje e sempre. Mas tem horas que sinceridade mata... (e daí que foi o Smap quem interpreta a música?)

4 - Você não passa de uma ociosa!!
Recebi essa crítica na minha TL (time line) no twitter na semana passada, durante os dias que seguiram pós Tohoku-Oki Jishin. Queria enterrar isso com cal, mas acho que eu devo explicar pois muitos de quem me conhecem desde o início do blog e também quando abri minha conta no twitter podem interpretar mal pra caramba.

Tudo começou com um RT (retwiited) de uma pessoa sobre uma "celebridade" que soltou o boato de morte de uma pessoa famosa. Como naquela semana estava ajudando o máximo possível de tentar esclarecer e repassar informações para acalmar, instruir e orientar muitas pessoas desesperadas, porque sabe como são certas mídias: se uma formiga pegou um grão de açúcar, falam que um formigueiro todo atacou a refinaria, mataram os funcionários e por aí vai. Antes de eu repassar, eu lia a matéria primeiro para depois seguir adiante. Da mesma forma que faço questão da melhor maneira possível, informar a fonte.

Poderia passar batido aquilo, mas sabe quando penso nas crianças que gostam do personagem? Eu gentilmente pedi por favor que não ficasse repassando boatos, porque a situação já está difícil, o pessoal buscando informações e fica assustando mais ainda? Resultado: a questão acima.

Primeiro: eu estava trabalhando em Tóquio, estava no 12o. andar do prédio na hora do tremor, conforme já tinha contado. Até o tremor leve, pensei "ah, logo passa", mas quando gradualmente aumentou a ponto de nem conseguir ficar em pé, os objetos caindo e algumas estantes terem caído (felizmente não caiu em cima de alguém), confesso que pensei que "minha hora chegou mesmo". Se eu que estava em Tóquio quando aconteceu (foi shindou 5 na escala japonesa), imagino no epicentro a tragédia que foi.

Segundo: assim como milhares de pessoas que estavam em Tóquio, Kawasaki, Yokohama e outras cidades que precisam de trem para ir e voltar, não consegui voltar pra casa. Telefonar pra casa para saber se estava tudo bem (namorido kinguio, se sofresse do coração, já tinha ido), consegui na 20a. tentativa. Muitas lojas fecharam, para comer, tinha que procurar e muito, pois a maioria estava com as prateleiras vazias. Houve quem andasse até chegar em casa. Pensei nisso, mas levaria mais de cinco a seis horas ou mais?!

Terceiro: logo que tentei voltar ao trabalho, a linha de trem que costumo pegar, não funcionou logo na segunda-feira. Pegar ônibus a fila dava uma espera de no mínimo três horas. Carro, nem pensar, estava o maior congestionamento e tinha a questão do combustível. Sem falar que sei lá se a expressa estava aberta ( no dia do tremor, imediatamente foram fechadas). Onde eu trabalho acabaram dando uma semana de folga para todos por causa de transporte + risco de teiden (vulgo "black-out") + prédio em manutenção (porque as paredes racharam). Por isso que semana passada fiquei mais em casa não por preguiça, mas por segurança dos funcionários.

Quarto: infelizmente onde moro, está no grupo do teiden ou "black-out", com rodízio de corte de energia diário. Tem dia que tem, tem dia que não, mas teve um dia que ficamos sem luz duas vezes no dia. Seriam três horas e quarenta minutos sem energia elétrica, para economizar. Aos poucos em casa já estamos acostumando com essa rotina. Sem falar que alguns itens faltam nos supermercados e somente com sorte a gente consegue, como arroz, pão, água, leite, papel higiênico e lenço de papel. E gasolina, nem se fala: na rua onde moro, tem quatro postos de gasolina. Três fecharam por falta de combustível e o único que funciona, faz uma fila de mais de dois quilômetros. Isso na semana passada.

Sei que não deveria mencionar isso, nem justificar. Mas foi algo que me feriu por dentro, e a pessoa que me chamou dessa forma, sequer ajudou a informar. Poderia passar batido? Mas sou uma pessoa que se magoa fácil, infelizmente. E a pessoa nem me conhece, provavelmente nem sentiu um quinto do que senti no dia 11. E o pior: nem pedido de desculpas teve a coragem de fazer.

Desculpem-me pelo post de hoje. Era para ser um post mais alegre como começou, mas acabei terminando de forma triste. Infelizmente foi um argumento que me feriu mesmo. Quem me conhece, sabe que não vivo no ócio. Eu trabalho dentro e fora de casa. Quando folgo, claro que quero me distrair. A vida é feito de trabalho e descanso. Enquanto tivermos vida, temos que aproveitar da melhor forma possível. Se não tenho algo a fazer, eu leio, assisto aos meus j-doramas, pelo menos aprendo mais a língua japonesa, tento ouvir, tento repassar o que sei, tento aprender com os outros. Ou vou caminhar, pois afinal estamos vivos. E agradecer todos os dias por ter dado a chance de continuar vivendo...



A empresa AC Japan, prosseguindo a campanha de conscientização e mensagens de apoio para a população japonesa, incluiram várias personalidades, como o jogador Yuto Nagatomo, o grupo AKB48 para a campanha. Recentemente, também o quinteto SMAP e o ex-vocalista do grupo Ulfuls Tortoise Matsumoto fizeram parte. O tema "Nós Acreditamos na Força/Coragem do Japão". (caso não der pra ver o video, dá pra ver aqui)


Shingo Katori: Seja como for, você não estará sozinho.
Tsuyoshi Kusanagi: Todos estarão conosco.
Goro Inagaki: Com ajuda mútua.
Takuya Kimura: Acreditando sempre e sempre no futuro.
Masahiro Nakai: Agora, vocês tornam-se único.
SMAP: Acreditamos na Força do Japão.
Tortoise Matsumoto: O Japão é um país forte, poderá ser um longo caminho, mas jamais desistiremos, porque acreditamos na força do Japão.


Fotos: do vaso, da propria autora. Do porquinho, a camiseta e do Masaharu, via seo gugol.


****************************************************************************
Enquanto isso, no elevador de uma agência publicitária...
Amemiya Hotaru: - Buchou, sabia que tem um site muito bom que está concorrendo ao Best of Blogs?
Takano Seiichi: - Sei sim, o Lost In Japan está concorrendo na categoria "Melhor Uso da Tecnologia para o Bem Social" e já votei através das minhas contas do twitter e facebook!
Amemiya: - Buchouuuuuuuu, você é genial! Meu número um!!!
Takano: - Obrigado, mas você já votou?
Amemiya: - Bem, err... hã...
Takano: - Tá esperando o quê?!  Tem conta no twitter? Abre uma! No FaceBook? Sai de graça! Corre lá na sua mesa e vota pelo computador da agência mesmo! Ah, e faz uma boa campanha porque ele merece! O aumento do pagamento depois a gente fala, tá?




Não se afobe, Hotaru, tem tempo pra votar e abrir uma conta no twitter não dói! O casal mais engraçado da novela "Hotaru no Hikari" bem que poderia fazer uma campanha publicitária pro nosso amigo Alexandre ganhar mais seguidores para o site dele, o "Lost in Japan" que está concorrendo ao Best Of Blogs, pelo Deustche Welle! Basta ter conta no twitter ou no Facebook e ir AQUI e votar conforme instruções passadas pelo próprio:

Faça login com sua conta do Facebook ou Twitter
Escolha a categoria: Best Use of technology for Social
Escolha> Lost in Japan
Clique: VOTE


********************************************************************************************************

13 comments:

  1. eu ia comentar sobre o texto, mas ao ver o final, aaaaaaaaaaaaahhhhhhh que alegria!
    o tal site russo tá disparado lá na frente, mas eu já ganhei! só de ter esse carinho dos amigos, o incentivo, eu já ganhei!

    e na verdade fomos todos nós, juntos, que fizemos a diferença. eu fiz muito pouco... tantos amigos abriram mão até do próprio medo, insegurança...e puxaram o melhor de si, passando força, informação CORRETA, sem alarmismo ou egoísmo, nessas horas a gente nota a nobreza de alma de cada um.

    eu te agradeço muito, viu Kiyomi! pela sua postura bacana de VIDA mesmo, independente de situação boa ou ruim, tenho orgulho de ser seu amigo.
    mto obrigado

    ReplyDelete
  2. Ahhh então é por isso o porquinho de oculos, acho os porquinhos pequenos tão fofinhos!! Amo animais, me dou melhor com eles do que com pessoas :3
    Minha mãe só pensa que vou voltar do japão pior do que estou indo, que não dará certo! Eu acredito, e sou muito otimista com tudo, que vai dar tudo certo e já disse pro meu esposo que se eu me acostumar com a vida aí..só volto pro Brasil de férias! Sempre me senti deslocada aqui, um peixe fora d'agua, olhada estranhamente pelas outras pessoas só pq tenho hábitos diferente dos demais '-'
    Eu já votei no Lost in Japan!
    Bjs

    ReplyDelete
  3. Kiyomi,
    Também não sabia o porquê do porquinho cor de rosa...kkkkk
    Ah, igual ao nome do meu blog, coloquei todos que realmente eu gostava e todos já estavam sendo usados, aí a ansiedade era tão grande para começar a blogar, que coloquei o sonho doce, sonho...hoje, fico até com vontade de trocar por outro, mas algumas pessoas já me indentificam por esse nome, então eu deixo.....
    Ah, sou igual a você....se alguém me magoa, fico super mal, chateada, com aquilo engasgado, e só alivia quando boto para fora.
    Isso quando eu boto para fora, porque geralmente guardo tudo para mim, o que é pior, pois sofro muito mais.
    Graças ao seu post, tirei a poeira do meu twitter e do facebook..kkkkk
    quase não entro nos dois, porque fico no blog e no orkut.
    Até tinha esquecido a senha do twitter..kkkkkkkk
    ah, como falei adoro seus posts, porque me deixam saudosa...kkkk
    tava vendo o vídeo e logo que vi aquele cantor, me veio o refrão na cabeça da música dele:GATSUDAZE!!!
    kkkkk
    Adorei!
    beijos

    ReplyDelete
  4. Alexandre, sabemos o quanto você é esforçado e procura, localiza fontes, desmente uma pancada de boatos, não tem papas na língua. E quando você avisa que não tomou atroveran, se segura rsrsrs
    Eu que agradeço por ser meu amigo, independente de tempo ruim ou bom, a gente tem que dar o melhor de si, tem que se esforçar.
    Acho que devido ao meu "way of life" desde o Brasil que dificilmente fico parada, mesmo no dia que folgo, lá estou eu batendo perna nas outras cidades em busca de novidades.
    Todos nós fizemos trabalho de formiguinha, ou de formigão mesmo! Cada um contribuiu com um monte de informação, ali e aqui, buscando locais e fontes, colaborando com doações em locais corretos (seja donativos, seja em dinheiro)...
    Apesar do meu post em si ter ficado muito triste, mas tinha que ter ao menos uma alegria no final que era sua indicação ao BOBs e chamar o pessoal pra votar. E visitar seu site, claro, ne?
    Beijao e sucesso sempre!!!

    ReplyDelete
  5. Diana, e sabe que até hoje o pessoal me conhece como "ah, aquela do porquinho cor de rosa"? Detalhe: e eu sou do signo de cachorro no horoscopo chinês...
    Isso mesmo! Tem que ser firme na postura e ser otimista pra caramba, não importa o que os outros vão dizer. Afinal, a vida é nossa, a gente tem que seguir em frente. Não importa se vai pro Japão ou na padoca da esquina, a gente tem que acreditar no potencial!
    Acho que de tanto eu ter passado vergonha aqui, é que estudei japonês com mais afinco e, apesar de eu enroscar (muito) na hora de conversar, eu consigo absorver 70% do que falam e se me entendem, pra mim é uma vitória!
    ahahah, não se sinta mal achar "p%$#@ sou diferente", porque o importante é você gostar, se encontrar algum outro(a) doido(a) que gosta tambem, já forma uma comunidade rsrsrs
    O Alexandre agradece o apoio!
    Beijao!!!

    ReplyDelete
  6. Fabiana, já te adicionei no FB, falta no twitter rs
    Fico feliz em saber que gosta de blogs e eu gosto do seu porque descubro cada receita deliciosa (mas pra fazer que é bom, né, dona Kiyomi?)
    Ah, sabia que alguém ia lembrar do Tortoise Matsumoto pela música "Gatsudaze!!!" (sim, é a única que tambem lembro...)
    Beijao!

    ReplyDelete
  7. Hahahahahaha, taí uma coisa que sempre quis saber mas não tinha intimidade para perguntar, o porquê do porquinho rosa!

    Bjus, ótimo fim de semana!

    ReplyDelete
  8. Kiyomi, sei que há muitas pessoas no Japão que estão passando ou passaram por grandes sustos mas, também acredito que vão recuperar por conta da garra que têm.
    Adorei a forma com que vc está pedindo os votos. E, já votei no Alexandre...
    Vou aproveitar-me e copiar esse diálogo de Hotaru no Hikari que ficou genial...
    Abraços
    Nozomi - Yuntaku

    ReplyDelete
  9. Agora vc vai ter que achar um porquinho rosa de óculos pra sortear aqui no blog rs...

    Adorei saber mais um pouuqinho de vc... sabe, me sinto tão sua amiga e nem sequer nos conhecemos. Mas espero que em um futuro breve tenhamos a oportunidade.

    Kisu!

    ReplyDelete
  10. Olá Kiyomi,
    Legal saber de onde vem o "porquinho rosa"...rs....e por falar nele, tem um programa de variedades na NHK que passa por volta das 20h (acho que é o Asaichi) daqui e que tem um porquinho rosa (de verdade) que normalmente é mostrado no fim do programa...

    Sobre gostos, acho que já falei em algum post passado. É muito particular. Cada um tem um gosto e não dá para discutir (salvo algumas exceções...).

    Sobre a crítica no twitter acho que dei uma olhada na época. Aquele cara é um "afetado" sem noção. Nem vale a pena se chatear com o que ele disse.

    Abs,
    Carlos

    ReplyDelete
  11. Georgia, nao acredito que estava com vergonha de perguntar o porquê do porquinho rosa dos meus avatares!! (Porque no orkut e facebook estou ao vivo e em cores sem maquiagem rs)
    Beijao!

    ReplyDelete
  12. Nozomi-san,felizmente aqui está voltando ao ritmo normal. Embora muitas vidas se foram, muitas estão nascendo. Uma alegria em meio de muita tristeza, mas sabe que o povo aqui nao fica parado e já estão pondo tudo em pé!
    Ah, esse dialogo eu inventei rs
    Beijao!

    ReplyDelete
  13. Bah, o porquinho rosa até encontro, mas achar os oculos ....
    Claro que a gente vai se encontrar um dia menos dia seja aqui ou em Sampa!! Onde foi que eu te achei mesmo? Ah, foi no blog da Luria mas nem lembro que postagem foi! Pra te seguir, ne...
    Beijao!!

    ReplyDelete