Sunday, May 19, 2013

[Roteiro Gastronômico] Stamina Tarou

(Estava devendo esta postagem faz muito tempo, vamos lá!)



No ano passado, descobrimos que um dos restaurantes que costumávamos ir, o Ishiyaki Biiruen (fiz uma resenha aqui) fechou e deu lugar a um steak house. E como gostamos de ir em yakiniku, no sistema de buffet (sim, aquele que você paga uma quantia e come o quanto quiser em uma hora e meia ou duas horas, dependendo do lugar), tivemos que pesquisar onde tem algum parecido com o que costumávamos ir, porque, uma das vezes que fomos num yakiniku, era tabehoudai (come-se a vontade), mas tinha que pedir as carnes à mesa, ao invés de irmos ao balcão refrigerado.

Foi quando descobrimos, através de alguns conhecidos, uma rede de restaurantes yakiniku e no mesmo sistema que estávamos acostumados ~ Stamina Tarou.

O restaurante pertece ao grupo Edoichi, que engloba diversos tipos de comida, desde o tradicional até sushi. Tem em todo o Japão. Bem, no caso, a gente está indo mais no Stamina Tarou, porque se falar de yakiniku + comer a vontade, estamos dentro, apesar de muita gente não gostar do sistema de ter hora limitada pra comer.

Fomos nas filiais de Tóquio (Ohme), Gifu (Hashima) e Chiba (Hamano). E podemos dizer que o ambiente é bom (tem espaço), a comida idem, com diversos cortes de carne (de boi, porco e frango), frutos do mar, legumes, acompanhamentos (como yakisoba, nuggets, karagee, batata frita com queijo ralado, takoyaki), saladas, doces, sorvete.... E o drink bar, onde pode beber a vontade.


Carnes cortadas propriamente para yakiniku e salada, porque se faz necessário...

Os petiscos: takoyaki (bolinho de polvo), batata frita polvilhada com queijo e batata doce cozida...

Grelhando a carne. Dificilmente a gente volta pra casa defumados porque a grelha do yakiniku tem sugadores de fumaça, fazendo com que a fumaça não fique no ar.

Confesso: eu adoro carne BEM passada. Quando vou em churrascaria, o garçon quer me fuzilar quando eu peço um pedaço da picanha bem esturricada hahaha
Como o sistema seria coma o quanto quiser (ou aguentar, tanto faz), não precisa encher os pratos. Pode levantar do seu lugar e pegar quantas vezes der. Melhor pegar aos poucos do que muito e ter que acabar pagando o desperdício...

Uma das carnes que eu gostei foi o porco com molho de maçã. Assado, fica muito mais leve e saboroso por causa da acidez da fruta, que deve cortar a gordura.


A parte que eu adoro ~ as sobremesas.


Chá verde para fazer uma boa digestão....



A parte das sobremesas, vou dizer: seriam simples, como bolos fatiados, pudins, gelatinas e wagashi. Aconselho pegar aos poucos, porque depois que se empanturra de carnes e derivados, fica muito difícil encarar as sobremesas. Fora os sorvetes...

Na verdade, somos suspeitos em relação a esse tipo de restaurante, porque gostamos muito de yakiniku tabehoudai. Não sai tão caro mesmo no horário do jantar (geralmente paga-se um pouco mais que o almoço, por causa de mais variedades) e se tiver o members card, o drink bar sai gratuito até para quatro pessoas.

Pelo menos, o atendimento é bom. Dependendo do restaurante, paga-se na entrada ou na saída.

E sobre a comida, no geral, eu achei melhor do que o anterior que costumávamos ir. As carnes são variadas, achei que não pesavam tanto na digestão. Desde que não exagere, claro (o que para mim e namorido, bem, fica meio difícil...)

Stamina Tarou (site: http://www.edo-ichi.jp/stamina/shoplist/)
Horário de atendimento: segunda a segunda, das 11:30 ~ 23:30 (sendo que o horário do almoço seria das 11:30 até 16:30 e jantar, das 16:30 às 23:30).
Preço: 
- almoço, de segunda a sexta: 1180 ienes.
- jantar: 1980 ienes.
- almoço, aos sábados, domingos e feriados: 1680 ienes.
- drink bar: 200 ienes (se não tiver o members card).

Foto: todas da autora.

4 comments:

  1. Aiii que saudades que eu tenho de ir ao yakiniku... nossa, 1:30h só comendo auhauahua carnes bem fininhas fatiadas... isso eu sinto falta aqui... só tem umas peças que não sei do que se tratam auahuahuaa

    Kisu!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Bah, toda vez que vou no yakiniku, eu lembro daquele post que voce fez sobre o assunto.
      Desconfio que eles cortam beeeeem finas as carnes para a gente comer mais.
      O que eu não consigo comer seria o gyutan (lingua), hormon (visceras de boi)... agora karubi, momo e harami eu como e muito!!!
      What??? Nao ter yakiniku na terra da Rainha??? Bora abrir um! hahahaha

      Beijao!

      Delete
  2. Olá!
    Ah que vontade de ir no yakiniku!! Aquele monte de sobremesa!! Para mim que como bastante é ótimo! rsrs

    Carne eu gosto no ponto, e em alguns casos mal passada. Depois que você se acostuma não consegue mais comer carne esturricada...rs...

    Na última viagem fomos em um tabehoudai (não era yakiniku) que tinha até sorvete "sofuto kurimu" à vontade! Imagina a alegria da criança aqui indo na máquina pegar o próprio sorvete...rs...

    Abs,
    Carlos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Carlos, eu demoro, mas não falho hahahaha Falei que eu ia postar sobre essa rede de yakiniku que tem em todo o Japao.
      Tem gente que nao gosta de ir neste tipo de restaurante por causa do tempo limitado, mas tambem, se nao colocar limite num "tabehoudai", vai ter gente que vai ficar o dia todo lá!
      Ah ~ o sofuto kurimu" é de lei em todo tabehoudai! Ja fui em um que tambem tinha, mas nao gostei.

      Só que a gente está controlando as idas para esses lugares, porque da ultima vez, fomos ao yakiniku e no dia seguinte fomos num buffet restaurant que em breve farei uma resenha (o Premium Buffet), e o resultado, bem... alguem em casa ganhou alguns quilos extras...

      Abraços!!!

      Delete