Sunday, September 29, 2013

Wake Me Up When September Ends...

(OK, é o título de uma das músicas de um trio chamado Green Day, e vi essa menção no Twitter quando entramos em setembro...)




Quando o mês de agosto terminou, eu dei um suspiro de alívio, porque foi um mês longo. Tudo bem que mês de 31 dias torna-se longo, mas agosto costuma ser um mês quente, abafado e chega a ser cansativo. Bem, isso que eu tenho essa impressão. E eu não suporto calor.

Aí entramos no mês de setembro, e sabemos que aqui no Japão é época de tufões. E logo chega o outono, onde as folhas mudam de cor e algumas árvores começam a ficar sem elas. E o clima começa a ficar mais ameno.

Antes fossem os tufões que ocasionalmente aparecem por esses lados de onde eu moro, antes fosse a temperatura que despenca de um dia pra outro. Setembro, pra mim, até um tempo atrás, eu lembrava que era o mês que meus grupos e bandas favoritas despontaram pro sucesso; que no Brasil era a primavera... Mas depois de 11 de setembro, tenho que repensar em muita coisa.

Só que recentemente, aconteceram algumas coisas bem desagradáveis que dá vontade de fazer como o título supracitado. Certo que eu tive uma parcela de culpa nisso tudo, mas...

- Por causa de um comentário infeliz que soltei numa rede social, logo em seguida recebi uma mensagem de outra (não cheguei a ler porque recebi no meio da madrugada via celular, e costumo deixar o mesmo ligado para usar como despertador). Mas quando recebi outra mensagem de duas amigas minhas, eu não hesitei em ficar sem dormir e trocarmos mensagens até a hora de eu ir trabalhar. Desnecessrio dizer o estado que fui trabalhar naquele dia.

Neste caso, eu tive uma boa parcela de culpa: deveria ter feito o comentário em mensagem privada. Prova que stalker tem tudo o que é canto. Pior: aquele tipo de stalker que não contente em ler comentário alheio, faz que nem criança de primário: corre pra contar tudo para a professora o que o outro fez.

- Justo quando eu tirei três dias de (merecida) folga, no último dia, quando marquei de ir no evento ajudar uma conhecida minha, o tufão veio com tudo na região, parando trens e alagando onde imaginar. Ainda que consegui chegar por eu ter saído BEM mais cedo de casa, mas imaginando o estrago que o tufão fez em outras regiões.

- Se no mês anterior eu estava trabalhando até nos meus dias de folga, este mês estou mais folgando que trabalhando. Trabalhar com assistência técnica dá nisso: um mês, mesmo não querendo, acaba trabalhando nos dias de folga; noutro, chegamos até a sair mais cedo porque não chegaram as peças...

Falando em redes sociais, lembrei do que a Petit comentou comigo: "Pra que servem as redes sociais senão pra compartilhar o que tu pensa/sente e dar tua opinião?" Se bem que ultimamente, pra mim, as redes sociais se voltam contra todos. Se comento alguma coisa, leva paulada; se discordo, outra paulada; se não opino, fico quieta, novamente outra paulada. Desse jeito assim não dá, então, pra que pertencer a uma rede social?

Daí que eu paro e penso: não existe a liberdade de expressão? Não podemos discordar de certos pontos que logo levamos o rótulo de hater, chegando até a perder a amizade (virtual e até pessoal)? Temos que concordar 100% com tudo para sermos aceitos e ficarmos numa boa?! Existem pontos que eu  não gosto e discordo, mas respeito quem gosta.

Não somos obrigados a gostar de tudo, a concordar com tudo. Temos nossos motivos e pontos de vista diferentes.

Da mesma forma que agora, ninguém é obrigado a concordar 100% de tudo isso que mencionei neste post. Por mais que possam dizer "eu te odeio", ao menos lembrou de mim. Por ora.

3 comments:

  1. Está gostando tanto de olhar para a lua?
    Vim dar uma voltinha por aqui e encontro você triste :( Não vale a pena, não. Não sei o que se passou mas gosto de você alegre!

    Espero que o seu outono seja lindo e que o inverno não seja rigoroso. Um abraço e se tiver tempo, vá escutar o fado português que aconteceu aqui em Paris no dia 29 de Setembro.

    Eu sei, não é o mesmo estilo de ♪♫♪ mas dá para entender ❤

    ReplyDelete
  2. Rede social significa as pessoas concordarem com o que elas acham que é certo. EU, por exemplo, quando não gosto de alguma coisa ou não concordo, simplesmente passo batido. Não preciso ir contra o que a pessoa está falando/divulgando/compartilhando, simplesmente respeito a opinião de cada um e não falo nada.

    Kisu!

    ReplyDelete
  3. Wake me up when september ends~~ dos meus divos GD <3
    Bola pra frente, Ki! Logo mais vc vai pro show do Sir Macca, então gannbatte! \õ

    ReplyDelete