Sunday, July 06, 2014

72 X 31

AVISO: Este post não é pra ser levado a sério, porque sei que muitos odeiam comparações, mas apenas alguns fatos que coincidiram e seria interessante compartilhar para quem gosta (ou pra diversão mesmo)!!!

Porque se não gostar, basta clicar naquele "X" que fica no canto superior direito da telinha.

Mês de junho, além de ser aniversário do digníssimo que torna-se versão 5.0, festas juninas (mandem-me paçoca, pé de moleque, quentão, vinho quente e pipoca que eu fico muito feliz), aniversário da minha cidade natal, Corpus Christi, aniversário da imigaração Japonesa no Brasil, inicio de verão no Hemisfério Norte, início de inverno no Sul, época de chuvas aqui no Japão, mês que costumamos dizer que "caramba, o ano já está terminando", pelo menos duas pessoas muito conhecidas completam mais um ano de vida (pelo menos conhecidas entre quem me conhece, se me entenderam).



(Se bem que um estacionou nos 17 e cada ano que passa, temos que aumentar 12 meses na contagem.)

Até um tempinho atrás eu estava postando alguns fatos do ex-Beatle Paul McCartney e do membro do grupo Arashi, Kazunari Ninomiya (eram as hashtags #paulfacts e #ninofacts, mas eu tinha parado justamente por causa do tempo que eu nem tinha), que, coincidentemente, fazem aniversário no mesmo mês, mas quase no mesmo dia.


Resolvi pegar no pé dos dois, citar alguns fatos que, querendo ou não, coincidiram.



1. Nasceram no mesmo mês e são do mesmo signo:
James Paul McCartney nasceu em Liverpool, Inglaterra, no dia 18 de junho de 1942.
Kazunari Ninomiya nasceu no distrito de Katsushika, Tóquio, no dia 17 de junho de 1983.
O que significa que são do mesmo signo, Gêmeos. (E paramos por aqui, porque sobre características do signo, não é comigo. Grata.)


2. Ambos são canhotos:
Só que a diferença é que, enquanto Paul manteve sua condição de canhoto, Ninomiya teve que aprender a fazer as coisas com a mão direita, o que resultou em ser ambidestro. Para escrever e tocar violão, usa a mão direita. Para comer e jogar baseball, usa a esquerda.



3. Aprenderam a tocar violão, guitarra e piano por conta própria:
No caso do Paul, seu pai era músico. E aprendeu a tocar violão sozinho como uma das formas de amenizar a dor da perda da mãe e também devido a onda de que todo mundo da idade dele queria aprender a tocar algum instrumento. No caso do Nino, era que ele era muito sozinho e queria montar uma banda, o que nem saiu do papel.

Paul e Nino através dos anos. No caso do Nino, pegaram desde o debut do Arashi.

4. Não aparentam a idade que possuem:
Sem comentários. E ainda por cima, Ninomiya é conhecido no fandom (e até entre os amigos) como "Forever 17" e só faz personagens que tem menos do que sua idade real. Quem foi que roubou a fonte da juventude de quem?!




5. Pertence(u) em um dos maiores grupos/banda do mundo:
Mais no caso do Paul, que foi baixista, guitarrista de uma das maiores bandas, e metade da dupla de um dos maiores compositores da música moderna, que todo mundo conhece pelo nome de The Beatles. (Não estou desmerecendo o Nino, o problema é que o grupo Arashi ainda é muito mais conhecido na Asia, embora o grupo tenham fãs em pouca escala nos outros continentes. Pouca escala, eu quero dizer cerca de 1000 a 2000 fãs.)



6. Um de seus melhores amigos é/era o líder do grupo:
Todo mundo possui uma horda de amigos, colegas, mas sempre temos aquele amigo que podemos confiar, brigar, dizer desaforos na cara dura, chorar no ombro, fazer as pazes e começar tudo de novo. Por mais que tivessem personalidades opostas, um ter magoado o outro (a ponto de partir pra xingamento mesmo), mas até que a morte os separasse, continuaram amigos. Podem discordar, mas até hoje John Lennon foi o melhor amigo (há controvérsias, cof cof cof, pode ter sido muito mais além do que uma linda e duradoura amizade cof cof cof) de Paul McCartney.

Bem, no caso Satoshi Ohno e Kazunari Ninomiya...

7. Dedicando uma música à progenitora:
Para quem pensou que a frase "When I find myself in time of trouble/ Mother Mary comes to me/ speaking words of wisdom/ let it be" tivesse cunho religioso, engana-se. Paul escreveu parte da letra devido a um sonho que teve de sua falecida mãe na época final dos Beatles. Pra quem não sabe, o nome da mãe de Paul era Mary Patricia Mohin McCartney.

"20825日目の曲" ("Canção dos 20825 dias"), solo de Kazunari Ninomiya no álbum "LOVE", foi dedicado à sua mãe, agradecendo por ter-lhe dado a vida e pedindo para que ela descansasse pois ela trabalhou demais (ou seja, Nino deu muito trabalho à ela). Algumas fãs mais fanáticas do Nino, fizeram a contagem a partir da data do lançamento do álbum, e chegaram na data de nascimento da mãe dele - dia 17 de Outubro de 1956.

8. Mensagens subliminares ou pra quebrar a cabeça mesmo?
Até hoje não lembro se as músicas solo de McCartney possuiam mensagens subliminares, ou se tal música realmente era dedicada a tal pessoa. Sei que, por exemplo, "Maybe I'm Amazed" foi dedicada a primeira mulher, Linda; "My Valentine", para a atual, Nancy; "Here Today" foi para John Lennon após sua morte; "Little Willow" (do álbum "Flaming Pie"), teve gente que pensou que era para a Linda, já que na época da gravação da música, ela estava bem doente, mas foi dedicada a primeira mulher de Ringo Starr, que falecera anos antes, de leucemia (no encarte, Paul não menciona o nome, mas na época do lançamento, foi comentado na revista Billboard). "Venus and Mars", música do álbum homônimo de 1975, dizem que seriam Paul (Marte) e Linda (Venus), mas o próprio Paul nega.

"Gimmick Game", solo de Nino na versão limitada do álbum "Dream 'A' live", de 2008, deu muito no que falar na performance desta música (procurem no iuchubi ou no DVD "AraFes 2012"), maaaaaaaas segundo os mais puristas, seria o ponto de vista de uma mulher. Sei... "1992*4##111" (solo do álbum "Boku no Miteiru Fukei") significa "Arigatou" (Obrigado), quando usado o teclado japonês de um celular. Muita gente deve ter quebrado a cabeça na época, mas Nino explicou em seu programa semanal de rádio. (Isso no que dá gente viciada em game, e depois muita gente reclamava que John Lennon colocava um monte de mensagens subliminares nas músicas só pros tradutores e professores de linguísticas fundirem a cuca.)

9. Construiram fama e fortuna sem depender de herança:
Todo mundo sabe que Paul é um dos músicos mais ricos da Inglaterra e nem precisa explicar mais. Mas, pouca gente sabe que ele é de origem humilde (classe média baixa, pai comerciante e mãe enfermeira), começou do nada, tocando em festas de bairro, muquifos e lugares suspeitos, para depois ganhar fama nacional e mundial. Teve que começar do zero quando a banda acabou, tocando em universidades e teatros, altos e baixos, perdas e ganhos, até se tornar o superstar que continua sendo hoje. E nem mostra ostentação.

Apesar dos pais de Nino serem chefs de cozinha, ele teve uma infância normal como qualquer um (no padrão japonês, claro). Ele nem pensava em ser membro de uma das agências mais populares do país, quem mandou o currículo foi a prima. Quando foi chamado pra fazer o teste, ele não queria ir (queria era mais jogar baseball e ser profissional). Foi convencido pela sua mãe que lhe pagou 5 mil ienes para que ele fosse. E deu no que deu. Detalhe: Nino é extremamente pão-duro e não esconde isso de ninguém. Evita de sair com os kouhais da agência pra não ter que pagar; mesmo com os próprios amigos do grupo, faz de tudo pra não ter que pagar toda a conta (e quando paga, vira notícia nacional).

10. Agradam a uma boa parte da população mundial:
Preciso dizer mais?


Só eles podem sentar desse jeito e continuarem fofos mesmo assim.

Fotos: twitter, tumblr, David Bailey HP, MPL Communications, NTV, Everyone Matters, JStorm, TBS, Saturday Evening Post, Paul Get Back to SP, e se faltou alguém, me avisem que eu credito porque no twitter e tumblr foram muitas fotos aleatórias.

Nota da autora: Era para este post ser publicado em junho...!!!

Nota 2: No momento que publico este post, felizmente Paul voltou a continuar a segunda parte da turnê "Out There", que foi interrompida devido a uma virose em maio. Seu primeiro show, em Albany, foi o maior sucesso, segundo os sites Paul Get Back in SP, The Beatles College e Paul in Rio 2014, O Maraca é Nosso (todos pages do FB)

No comments:

Post a Comment