Friday, October 03, 2014

Tolerância Zero

Esses dias deparei-me com essa montagem no FB (é, só entro pra ver tosqueiras, atualizações dos sites da Lominha, do J-Storm Station e Rotaroots)...

Page do FB Disney Ironica
De uns bons tempos pra cá, ando muito sem paciência. Eu sei que muitos vão dar aqueles velhos sermões, do tipo, "pra que tanto ódio nesse seu coração, se é que você tem", "ah, toma aquele chazinho infalível de camomila", "olha aqui, porque não toma Maracujina, que passa?" e por aí vai, mas vou falar a verdade: tem gente que dá vontade de ir mandar passear de tanto que me torra a paciência (que nem tenho mais).

A gente até tolera certas coisas que a vida nos apronta, mas o duro é quando isso faz com que nossa paciência chega no limite, aí depois nem venham dizer que somos ruins, e tudo o mais. A verdade é que a gente não percebe que a pessoa não tem nada a ver com seus problemas e o motivo do mau humor e a gente não tem culpa se naquele dia acorda com o pé esquerdo e vira a Lei de Murphy: o que tudo tem que dar errado, dá errado. Mas também tem gente que abusa.

Eu tenho uma facilidade incrível de conviver com gente que consegue zerar minha paciência. Muitas vezes eu me pergunto se essas pessoas são irritantes, ou eu que sou muito intolerante, ou as duas coisas, tanto faz. Mas a verdade é que, quando não vou com o gênio da pessoa, nem adianta tentar insistir que eu continuo não me dando bem com ela. A coisa piora no ambiente do trabalho.

Tá, vai ter gente agora pensando que eu não sirvo pra trabalhar em equipe.

Explico melhor: não é que eu goste de trabalhar em grupo (sempre trabalhei), mas o ruim é que, dependendo com quem você trabalha, sua paciência esgota rapidinho. Principalmente quando seu gênio não bate com o da outra pessoa. Pior ainda quando essa pessoa resolve testar o seu grau de tolerância.

Ultimamente só não mando certas pessoas do meu convívio social pro inferno, porque deve estar com falta de lugar, mas que eu ando estourando fácil... Mas sabe quando existem pessoas que conseguem te tirar do sério? Do tipo...

- Gente que cuida mais da sua vida do que a dela própria: Nem minha mãe, que me gerou, criou e até hoje quando telefono pra ela, ainda me dá alguns sermões típicos de mãe é mãe, fica especulando tanto da minha vida como de algumas pessoas que fazem. Eu não tinha tanto contato de gente desse tipo até uns meses atrás.

Não é um dia que tiro folga que no dia seguinte a tal pessoinha fica perguntando o que eu fiz, o que eu deixei de fazer, e ainda diz que folgo demais. Uma vez eu respondi "folgo sim, e se reclamar, eu tiro minhas folgas remuneradas", porque pra aguentar gente assim, prefiro mil vezes tirar meu dia de folga e fazer as coisas que eu gosto do que vir trabalhar no meu dia de folga e acabar tendo um colapso nervoso, porque olha...

- Se der trela, vai continuar torrando a sua paciência: Namorido tem um amigo (se é que posso chamar assim) que é mais folgado que pastel de vento. Logo de cara não gostei dele, e namorido sabe disso e até hoje ele tenta me convencer que fulano é gente boa, mas é "o jeito dele". Não adianta, quando pego birra com a pessoa, pra me convencer o contrário pode levar a eternidade. E' o tipo de pessoa que quer ser o que não é, faz você passar em situações constrangedoras e tudo tem que ser do jeito dele (ok, eu também gosto de fazer as coisas do meu jeito), especialmente quando vai fazer compras e ir em restaurantes. Quando comecei a ignorar tudo o que ele fala/faz (porque descobri que, se travar uma discussão com o cara, ele continuará a torrar minha paciência), bem, comigo ele nem fala mais nada. (Se bem, que, um belo dia ele perguntou pro namorido porque eu estava brava com ele. Namorido bem curto e grosso: "A Kiyomi TE ODEIA, fulano!")

Pensando melhor, eu estou precisando descansar mais e parar de esquentar a cabeça com banalidades, porque eu tenho a certeza de que são essas banalidades que me fazem a perder a paciência, de me irritar por qualquer coisa...

Troque "setembro" para "este mês" que pra mim virou um mantra (foto via HP "B1TOUM4NIA" do FB)




4 comments:

  1. Acho que tb estou nessa vibe, aliás, não acho, tenho certeza! De um tempo pra cá, é o que eu vivo dizendo, as redes sociais estão um porre, cheio de gente que passa o dia sentado numa cadeira, fazendo porra nenhuma além de encher o saco dos outros. Facebook virou Muro das Lamentações (pra que ir até Israel? Entrar no Facebook é mais barato... ¬¬) Aliás, nem só Facebook, é tudo, né? Twitter tb...
    E fora da internet tb, o que mais se vê é gente folgada, sem simancol, com falta de louça na pia, pq olha...

    Esse povo que fica cuidando da vida alheia também é um saco. De um tempo pra cá, dependendo do que for, eu evito de comentar ou postar foto ou comentar no Face, no Instagram, Twitter, pq sei que sempre vai ter um mala pra ficar enfiando a colher no que não lhe diz respeito. Ok, sei que quando a gente se expõe está sujeito a esse risco, mas penso também que querer compartilhar um momento da sua vida publicamente, não dá direito do outro pentelhar ou te julgar. Mas vai falar isso... quem vira a chata é você. ¬¬

    Dizem que pessoas dos nosso signos são explosivas (sei bem pq convivo com um leonino aqui em casa - meu pai) mas tem gente que consegue mesmo só com a simples presença, irritar a gente absurdamente. Te entendo nesse quesito do santo não bater e pegar birra, pq eu sou igualzinha, hahaha Qto embirro, esquece!

    Não queira me matar pq vou dizer isso, mas: fica assim não, que não vale a pena, a gente só ganha gastrite, dor de cabeça (literalmente) e músculos todos retraídos... :\ Se eu pudesse, te dava um abraço pessoalmente <3 Pq, olha, te entendo perfeitamente!
    *dá as mãos e sai andando procurando pela paciência perdida, pq eu tb não sei onde foi parar a minha XD*

    Brincadeiras a parte, fica bem, viu? <3 Bjooos!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Tathy ~ realmente, de uns tempos pra cá, entrar nas redes sociais está um porre. Se não é gente postando coisa que não se deve, é gente comentando, lamentando e até partindo pra baixaria. Ok, confesso que no Twitter de vez em nunca acabo desabafando, mas tem gente que é toda hora, pelamor...

      Nem me fale de gente que cuida mais da nossa vida do que dela própria. Em todo lugar do mundo sempre vai ter esse tipo de pessoa. Parece que tudo o que a gente faz é algo assustador para outras ao ponto de sermos julgadas por isso. Mesmo quando a gente compartilha algum momento/link util/ novidade, vira motivo de discussão calorosa para algumas. Assim não dá!!!

      Pior que eu nem disfarço quando não vou com a cara da pessoa. Mais ainda se a dita cuja vem trabalhar no mesmo lugar que você.

      E'... meu signo também é triste ~ também, quem manda ser regido pelo Sol??? Bem que o pessoal anda dizendo pra mim que eu sou pessoa difícil de lidar... quem não me conhece.

      E é verdade: não vale a pena esquentar a cabeça com essas coisas porque nada de bom chega. E como consequências, dores de cabeça e expectativa de vida cada vez menor.

      *vamos nos abraçar, dar as mãos e sermos as caçadoras da paciência perdida*

      Beijao!!! <3<3

      Delete
  2. A melhor coisa q vc faz é não esquentar com isso. Tá, vc vem me dizer que é dificil e tals.. mas se questione: vale a pena estragar a sua saúde, se estressar com coisas que vc não pode mudar? Se vc puder mudar, ótimo... se não pode... let it go.

    K!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Romina, ultimamente estou deixando de esquentar a cabeça com coisas que nem valem mais a pena. O jeito é ignorar e ficar no meu cantinho. Porque realmente, nem vale a pena mais se estressar e ganhar dor de cabeça, gastrite e ir parar no hospital.

      E deixar os outros que se virem, fico com uma dor de cabeça a menos e ganho mais pontos na vida XDDD

      Beijao!!!

      Delete