Wednesday, April 29, 2015

Cada Ingresso conta uma História...

Acho que nos últimos dez anos fui em muitos concertos do que eu não fui quando eu era uma estudante universitária semiperdida no campus.



Desde 2006, fui em 10 concertos e dois eventos (live viewing não coloquei aqui porque foi no cinema). Eram para ser onze, mas infelizmente um foi cancelado. Como consegui essa proeza (ou doideira, como queiram), vou contar pra vocês, mas aviso que o post vai ser looooooongo....



Antes disso, se fui em um show foi muito - talvez o único que fui antes de vir parar aqui no Japão, foi no dia 21 de Abril de 1990, num Maracanã hipermegaultra lotado quando Paul McCartney fez uma turnê mundial e foi a primeira vez que fez um show no Brasil (depois disso, ano vai, ano chega, ele tá lá batendo ponto). E bem que disseram: uma vez que você vai em um show, vai querer ir sempre. Se for de seu artista favorito então...



U2 - Vertigo Tour Japan (Saitama Super Arena, 30 de Novembro de 2006): Na verdade, essa turnê era para ter sido em meados de abril do mesmo ano, mas devido a um problema de saúde da filha de um dos membros da banda (no caso, foi a filha do guitarrista The Edge), cancelaram e remarcaram para final de novembro. Quem tinha comprado o ingresso, teve seu dinheiro de volta. Aí quando remarcaram, minhas amigas do trabalho compraram um a mais - e foi nessa que me chamaram. Acabei indo para ver se me distraía - estava numa fase muito ruim em minha vida e precisava esquecer dos problemas.

Quando chegamos no Saitama Super Arena (em Saitama), meus amigos avisaram que a gente ia ficar na arena... mas em pé!!! Bem, show desse porte ninguém iria ficar parado, mas o que a gente não ia esperar era que a gente acabasse ficando no final da arena, e um monte de gente bem mais alta que você impedindo até parcialmente a visão no telão.

Resultado: a companhia foi excelente, as músicas idem, mas particularmente não consegui ver quase nada.

Um pequeno resumo do que aconteceu aqui.

Masaharu Fukuyama - "WE'RE BROS. TOUR 2007 ~ 17 Nen Mono" (Saitama Super Arena, 20 de Janeiro de 2007): Quase dois meses depois, lá estava eu de novo no Saitama Super Arena, mas desta vez - finalmente depois de anos sendo fã - no show do Masaharu Fukuyama. O show era da tour do lançamento do álbum "5 Nen Mono", depois de cinco anos sem lançar álbum. O ingresso eu comprei bem antecipadamente, pelo site e-plus, um dos mais conhecidos. O ingresso chegou e nem imaginei onde seria o meu lugar. Aquelas: não consultei o site e fui naquelas "seja lá o que Deus quiser". Pro meu desespero, soube que era arena (vide concerto anterior), mas quando fui ver onde era realmente, era quase perto do palco, com cadeira!!!

Um show lindo, com músicas novas e antigas. Bem, não poderia terminar sem antes de cantar "Sakurazaka", um de seus sucessos mais conhecidos...

Masaharu Fukuyama - "WE'RE BROS. TOUR 2007 ~ 17 Nen Mono"  (Yokohama Arena, 25 de março de 2007): Ninguém leu errado, foi isso mesmo. Fui no mesmo show duas vezes, e no Yokohama Arena era o de encerramento da turnê e claro que fui tentar nem que fosse ficar em pé. Foi isso que aconteceu - quando abriram as vendas, restaram 300 lugares em pé, no final do Yokohama Arena, no terceiro andar. Do tipo: quem chegar primeiro, garante lugar melhor.

Esse concerto praticamente não mudou muita coisa, exceto na parte do MC (a hora em que Fukuyama resolve tirar alguns metros de prosa) e divulgação da nova bebida - a Pepsi NEX, que patrocinava a turnê. Ao entrarmos na Arena, ganhamos uma sacolinha contendo a bebida, que ia ser lançada dois dias depois da turnê. E nem preciso dizer quem era o garoto-propaganda.

Foi o show mais longo que teve. E ninguém queria voltar pra casa. Mas foi um dos shows que valeu ter ficado 5 horas em pé e sendo espremida pelo pessoal do fundo que também queria ver.

Sobre momentos lindos e emocionantes nos dois shows da tour, vide Saitama Super Arena e Yokohama Arena.

Masaharu Fukuyama - "20th Anniversary WE'RE BROS. TOUR 2009 ~ Michirube" (Kokuritsu Yoyogi Kyougijo - Dai ichi Taishoukan, 24 de Setembro de 2009): Foi na época do lançamento do álbum "Zenkyo". "Michirube" era a música que foi usada no encerramento do noticiário "News ZERO", em 2009. Quando abriram as vendas dos ingressos da turnê dos 20 anos de carreira do Masaharu, tentei mas só recebi resposta de que já estavam esgotados. Quando abriram shows extras em Yoyogi, logo fui tentar e consegui - só que a lesada aqui deveria ter pedido arena, porque na arquibancada, tive que acompanhar pelo telão.

Por ter sido em dia de semana (numa quinta-feira), o show foi curto - três horas (normalmente ele faz em quatro horas, contando com as pausas pra conversar com a platéia), mas só o ponto alto na música "Peach!!" foi o suficiente para mais de 13 mil pessoas caírem na gargalhada (vamos resumir: um fio dental roxo berrante).

Foi a partir daí que comecei a me preparar melhor para os shows seguintes, mas perguntem se consigo cumprir a lista...

Franz Ferdinand - Japan Tour 2009 (Tokyo International Forum Hall A, 9 de Novembro de 2009): Pouca gente sabe que eu gosto também desta banda escocesa, tudo por causa do anime "Paradise Kiss" e "G no Arashi", que ambos usaram a música "Do You Want To". Pra completar, o Forum Beatles Brasil, que eu frequentava, postaram alguns vídeos do quarteto e aí o estrago estava feito. Quem pensou que a banda faz shows em grandes lugares...

A banda ficou mais conhecida no Brasil porque eles abriram os shows do U2 na época da Vertigo Tour. Mas eu conhecia os caras desde 2006 mais ou menos. E eu gosto do estilo deles - tocam rock sem perder a característica indie de ser. Tocam em pequenos lugares e em festivais. E você sem querer acaba gostando. E', acontece.

Eles já tinham vindo antes na época do lançamento do terceiro álbum "Tonight", mas fizeram duas apresentações - em Toquio e Osaka. Depois, foi no Fuji Rock em julho. Mas quando abriram as vendas pra uma segunda tour, não perdi tempo e garanti meu ingresso. O Tokyo International Forum geralmente é usado para fazerem pequenas apresentações, palestras e mostra de cinema (algumas edições do Festival do Cinema Brasileiro no Japão foram feitas lá). O Hall A é o maior, com capacidade de 10 mil pessoas (tem dois andares).

O show foi muito bom, teve uma hora que consegui ver bem de perto e iria de novo, mas quando lançaram "Right Thoughts, Right Words, Right Actions" em 2013, não consegui ingresso porque esgotaram MUITO rápido e agora esperar nova tour de lançamento do álbum novo em parceira com a dupla Sparks, previsto em junho.

Mais sobre o show, conferido brevemente aqui.


SMAP - "We are SMAP! - 2010 SMAP Concert Tour" (Tokyo Dome, 19 de Setembro de 2010): Um dos primeiros grupos da JE que conheci logo que cheguei no Japão - tudo porque a minha companheira de apartamento gostava de j-pop e na época "Yozora no Mukou", do quinteto SMAP tinha acabado de ser lançado e tocava em quase o que era programa musical (até hoje figura entre as mais tocadas e o single mais vendido em 1998). Há quem torça o nariz para o grupo, mas ainda continua sendo um dos mais populares do Japão.

Em 2010, a convite de uma amiga minha na época do orkut, entrei no fã clube, porque era através dele que eu consegui ingresso para ir no concerto deles. (Na verdade, para ir nos concertos de qualquer artista da JE, temos duas alternativas: ou entra no fã clube ou consegue através de algum(a) amigo(a) que faça parte do fã clube, porque através de outros pontos de venda, como Lawson Ticket, Seven Ticket, Ticket Pia e/ou e-plus etc., é MUITO difícil).

E foi a primeira vez que fui no Tokyo Dome, um dos lugares mais disputados pelos artistas do Japão e do mundo. Como o ingresso consegui no sorteio, nem tive como escolher o lugar, mas só o fato de ter conseguido, já estava no lucro.

Era para ter continuado, se não fosse o problema que eu tive em 2011 onde eu tive que cortar quase tudo o que era despesa, incluindo a renovação da anuidade.

Revendo alguns concertos anteriores, muita gente diz que os melhores do grupo foram "Drink! SMAP!" (2002) e "SAMPLE BANG!" (2004). Mas o concerto que eu fui valeu a pena.

Arashi - "Arashi no Waku Waku Gakkou 2012 ~ Mainichi ga motto Kagayaku goutsu no Jigyou" (Tokyo Dome, 17 de Junho de 2012): Como mencionei anteriormente, no ano de 2011 nem pude ir em concerto algum devido a problemas particulares. Quando eu consegui dar um jeito na situação, confesso que 2012 foi um dos piores anos que passei. O que me salvaram foram minhas idas ao cinema e ter conseguido ir no evento realizado por um dos grupos mais populares do Japão.

O evento que fui consistia de cinco "aulas" ministradas pelo grupo Arashi, com matérias como economia, esportes, gastronomia, vida social. Ilusão de ótica. Quanto gastamos de água quando tomamos banho? Os benefícios de alimentos cultivados naturalmente. A alegria do nascimento de uma nova vida.

Esse evento começou em 2011, para angariar fundos devido ao terremoto de Tohoku. O sucesso foi tanto que resolveram repetir a dose no ano seguinte. Como era um evento em que todos poderiam participar (não foi exclusivo para membros do FC), e foram em dois dias, os ingressos foram postos a venda no site do Lawson Ticket, o que obviamente gerou congestionamento na internet e sorteio.

Consegui para o dia 17 de junho, coincidentemente no dia em que Kazunari Ninomiya fazia aniversário. Uma das surpresas que ele teve - além da carta que sua mãe escreveu, um bolo feito por ela e trazido no palco - decorado lindamente com... umeboshi!!!!

O evento provou que eles não são somente artistas que cantam e atuam, mas que sabem fazer muitas coisas interessantes, algo que eles faziam desde os tempos do "Mago Mago Arashi", em que junto com as pessoas mais velhas, faziam atividades diferentes do usual.

Arashi - "Arashi no Waku Waku Gakkou 2013 ~ Mainichi ga motto Kagayaku goutsu no Jigyou" (Tokyo Dome, 30 de Junho de 2013): Novamente, eu de novo no Tokyo Dome. Desta vez, o ingresso eu consegui via uma amiga minha do Twitter, pois ela tinha conseguido ingresso nos dois eventos no mesmo dia, mas ela não teve como ir no segundo. Daí pra perguntar pra mim se eu tinha conseguido e se eu queria ir, foi questão de uma hora - eu não consegui no sorteio e acabei comprando o dela.

Seja como for, fui assistir ao segundo dia do evento, última aula. Cada membro já tinha sua disciplina determinada. Um dos destaques foi na aula de Ninomiya, que era o comportamento de cada pessoa na forma de dormir (detalhe para a cama que desliza até o ponto final com o Jun deitado nela).

As aulas são interessantes, há interatividade. Mas uma coisa a gente lamenta - infelizmente não foram lançadas em DVD (somente a primeira edição). Como eles fizeram filmagens em empresas (no caso das aulas de Sakurai e Aiba) e com outras pessoas (caso que foi do Matsumoto, no ano anterior), pode ser que elas autorizem somente para o evento mas não para serem usadas para fins comerciais (talvez devido a informações e privacidade dos envolvidos).

Paul McCartney - "OUT THERE JAPAN TOUR 2013" (Tokyo Dome, 21 de Novembro de 2013): Depois de ONZE ANOS de espera, os fãs residentes no Japão finalmente puderam ter a alegria de ver novamente o ex-Beatle em ação. A última vez foi em 2002, na turnê "Driving Rain", e depois... Nem quando teve o "Up and Coming Tour", incluiu Japão na lista (nota: quando eu estava no Brasil, ele não fez shows, mas quando vim pra cá, começou a bater ponto, assim não dá). Quando "Out There Tour" começou em abril de 2013, no Brasil, logo pensei "quer ver que Japão vai ficar de fora de novo?". Ledo engano - quando recebi no Twitter um RT sobre o anúncio que Paul incluiu os três Domes em novembro, já fui logo garantindo o meu. Mesmo sabendo que ia sair caro, nem quis saber: desde 1990 estava tentando ver novamente meu ídolo.

Minha sorte 1: consegui no sorteio pro último dia. Minha sorte 2: na arena quase perto do palco!!! Meu azar: deveria ter levado alguma placa pra chamar a atenção - quando o canal pago da Sky Perfect TV passou a reprise do show, foi justo o do dia que eu fui e durante a música "Hey Jude", a câmara passou bem perto de mim.

Seja como for, consegui assistir no iuchubi porque uma boa alma caridosa postou o show que foi transmitido em março do ano seguinte pela TV paga. E mal consigo me ver na música "Hey Jude", mas valeu a pena rever tudo o que passei no Tokyo Dome!!!

Claro, um dos pontos altos do show, são os efeitos pirotécnicos em "Live and Let Die", como comentei neste texto aqui.

Arashi - "Live Tour 2013 - LOVE" (Tokyo Dome, 12 de Dezembro de 2013): Eis que vinte dias depois do show do Paul, estava eu de novo no Tokyo Dome, mas desta vez para mais um outro concerto.

Depois de ANOS procrastinando pra entrar no fã clube do Arashi, criei vergonha na cara e fiz minha inscrição um ano antes (isso porque eu acompanho o grupo desde o debut) e rezar pra conseguir ser sorteada pro ingresso. Parece que depois de 2008, ficou mais difícil de conseguir ingresso mesmo sendo do FC e ultimamente eles só fazem o 5-Dome-tour. Quando consegui, somente as amigas mais chegadas que também conseguiram que sabiam, porque falar que conseguiu ser sorteada...

Muita gente só ficou sabendo que eu tinha conseguido o ingresso no dia que eu já estava na entrada do Tokyo Dome. Aquelas que postou no Instagram... (Muitas vezes a gente evita de ficar comentando de que a gente conseguiu o ingresso nas redes sociais porque aí gera um monte de discórdias do que qualquer outra coisa.)

Seja como for, se assistir aos antigos shows, percebe-se que o nível aumentou e não ficaram restritos às arenas. E cada concerto que passava, a dificuldade de conseguir ingresso - mesmo sendo membro - aumentava, ao ponto de muita gente apelar para sites de ingressos (aka "cambista") e pagar até vinte vezes mais o valor original!!!

Mas quem consegue, já sai no lucro - não importa se for arena ou arquibancada - o importante era assistir ao show e ouvir as músicas. Porque cada show reserva uma surpresa inusitada.

Momentos divertidos e emocionantes eu contei aqui!!!

Masaharu Fukuyama - "WE'RE BROS. TOUR 2014 HUMAN" (Tokyo Dome, 6 de Abril de 2014): Depois de eu ter me conformado em ter perdido de ir no show The Best BANG! e nos Daikanshasai, quando anunciaram novo show do Masaharu Fukuyama, perguntem se eu perdi tempo.

Ingresso pago e tudo bonitinho, fui eu de novo no Tokyo Dome. Mas que posso fazer se era o lugar mais perto de casa? Bem, mesmo eu estando num lugar longe da visão do palco, o importante era aproveitar o momento. Mesmo porque o último álbum - "HUMAN" - era um dos melhores que eu tinha ouvido (não que os outros não sejam, mas sabe aquele álbum que logo que te emociona na primeira ouvida? Então...).

Falando em emocionar, acho que essa turnê foi a mais marcante do Fukuyama - ele não parava de dizer que estava emocionado em voltar a tocar no Tokyo e Kyocera Dome depois de ANOS, muitos ANOS sem fazer. Ainda mais que ele iria fazer o famoso "Five Dome Tour" e shows em Taiwan e Hong Kong... PELA PRIMEIRA VEZ EM SUA CARREIRA!!!

Masha merece muito mais, ele deveria ter feito no Estádio Olímpico se este não tivesse sido fechado pra reformas, mas quem sabe em 2020, né?

Sobre o concerto, contei aqui. E sim, teve "Sakurazaka" (mas não teve a surpresa em "Peach!!")

Arashi - "Live Tour 2014 - THE DIGITALIAN" (Nagoya Dome, 6 de Dezembro de 2014): Ninguém leu errado - foi isso mesmo que vocês leram. Eu não consegui ingresso no sorteio do fã clube, já estava me conformando, depois de ter um show cancelado em maio, mas com através de uma amiga de uma amiga minha, que a gente se comunicava pelo Twitter. Foi em Nagoya (Aichi), mas valeu muito a pena.

Era o "Five Dome Tour" do álbum "The Digitalian", lançado alguns meses antes do início da turnê. Como sempre, pra conseguir ingresso mesmo quem é do fã clube, só milagre. Mas muitos fãs apelam pra outros meios, como eu mencionei...

Como consegui o ingresso, chegar em Nagoya e apreciar o show que teve momentos divertidos, fiz um breve resumo. Momentos de sexy-pero-so-funny em "Disco Star".

Entramos em 2015, e neste mês de fevereiro tive uma boa notícia e assim que eu voltar, vai ter novamente uma postagem sobre isso.

2 comments:

  1. Olá! Achei muito legal vc ter conseguido ir em tantos show... Minha namorada é fã do Arashi, e o sonho dela é ir em um show deles um dia. Gostaria de saber como funciona a venda de ingressos para os shows no Nihon. Qualquer pessoa pode comprar? Ou apenas o pessoal dos fãs-clubes?
    Arigatou! =]

    ReplyDelete
    Replies
    1. renner-san, olha que teve alguns que eu queria ter ido, mas quando soube da venda de ingressos, os mesmos já tinham se esgotado. Nem quando eu estava no Brasil eu ia tanto assim.
      Sobre venda de ingressos, dependendo do artista, consegue comprar nos sites de ingressos, como Ticket Pia (onde consegui os ingressos dos shows do Paul McCartney e Franz Ferdinand), e-plus (Masaharu Fukuyama) e Lawson Ticket (Waku Waku Gakkou). No caso de grupos da JE, como SMAP e Arashi, tem que fazer parte do fã clube, e ter muita, mas muita sorte, porque é muito associado para pouco ingresso. Ou ter algum conhecido que seja do fã clube e conseguir ser sorteado (como aconteceu comigo no ano passado).
      Eu posso pensar em fazer um post sobre os ingressos (bem, baseado em experiência própria).

      Qualquer dúvida, não hesite em perguntar! =]

      Arigatou pela visita! ^^

      Delete