Thursday, April 14, 2016

Moving day



Tentar explicar o motivo de eu estar frequentando muito pouco as redes sociais (Twitter, por exemplo), não fiz o #thefabulousproject da segunda quinzena de maço nem de abril, e até este Empório anda mais devagar quase parando...

Esta semana estarei mudando de cidade. Sério.

Motivo, transferência. Isso mesmo.

Nunca havia imaginado que mais dia ou menos dia, iria acontecer. Quando a demanda diminui, resolvem transferir alguns funcionários para as filiais. Pois é, quase entrei em choque quando me comunicaram que estariam transferindo a gente para outra cidade. Ou aceitava ou estaria na rua.

E na idade que eu estou, encontrar outro emprego ficaria muito difícil (*experiência própria, ou "porque cargas d'água eu não estudei e prestei pra passar no N2 do JLPT").

Eu tenho que ver o lado positivo dessa mudança.

Ok, eu gosto da região de Kanto porque muita coisa eu tenho acesso, mas eu também deveria conhecer outras regiões, como Aichi (onde será nosso novo lar a partir da semana que vem), Osaka e, quem sabe desta vez conseguir ir pra Nagasaki e Kumamoto.

Mas também não impedirá que eu continue frequentando eventos como eu sempre faço nos Comic City da vida.

Pela localização, desta vez acredito que eu volte a estudar.

Pra conseguir logo o N2 que tanto me pedem quando vou fazer entrevista.

E essa mudança estava desde quarta-feira da semana anterior encaixotando tudo o que temos que levar e jogando fora o que já deu o que tinha que dar.

Vida nova dentro de alguns dias. E será como foi mudar de Yokohama para Kisarazu uns 3 anos atrás, mas eu tenho esperança de que as coisas precisam ir pra melhor.

Só agora estou postando? Pois é, depois das seis da tarde a gente encerra a missão para descansar, comer e tentar ter uns momentos de distração.

Cansa, dá trabalho? Verdade.

E que no nosso novo lar, um novo ciclo se inicie.

2 comments:

  1. Hoe, Kiyomi-chan! Tudo bem?

    Oxi, mudança nunca é mole, né? Eu sei porque passei por várias mudanças na infância e até nessa fase adulta senti parte do transtorno de volta ao fazer uma grande reforma em casa... Mas imagino que seja bem maluquete o esquema por aí, já que você amanhece um belo dia no trabalho com uma bomba de transferência - e em um prazo meio absurdo, acredito. @_@

    Me dei a liberdade de pesquisar um pouquinho sobre Aichi e... Tem bastante castelo até, né? Podem ser lindos cenários para novas fotos e recordações! E eu nem fazia ideia que a capital era Nagoya, caramba!

    Tomara que o novo local lhe reserve muitas surpresas agradáveis, com lindas paisagens, boas opções para lazer, passeios e ótimos momentos com o parceiro amado, nurufufufu~ ♥

    Beijos e tudo de bom! :D

    ReplyDelete
    Replies
    1. Karupin, realmente foi uma bomba mesmo, porque num dia estava mais ou menos na boa (apesar que a gente estava ouvindo muitos rumores em Kisarazu), e no dia seguinte o Roberto me aparece com a notícia. Mas ao menos tivemos 10 dias para arrumar tudo e ir na prefeitura pedir o documento para avisar a mudança de cidade.

      Eu já conhecia Aichi de outras vezes (leia-se: três shows no Nagoya Dome e no NGK), mas nunca ia imaginar um dia acabar morando nessa província.

      Ah, sim. Só pra constar, onde moro, Inazawa, tem um dos templos mais conhecidos da cidade (Kounomiya Shrine) e um dos matsuri mais famosos, o Hadaka Matsuri, que acontece em janeiro.

      Hahaha, pode ter certeza que sim, farei o possível para tirar fotos, aproveitar o passeio e, bem, Nagoya, a capital, fica a 15 minutos de trem!

      Beijão!

      Delete