Sunday, April 03, 2016

[Roteiro Gastronômico] NOZY Coffee (Kisarazu Shop)

Variando um pouco minhas idas em cafeterias, especialmente o da sereia, resolvi dar uma visitada em uma outra cafeteria que fica dentro do AEON MALL em Kisarazu.

O quiosque onde fica o NOZY Coffee no AEON MALL Kisarazu. Tive que fotografar de longe por falta de coragem e cara de pau da autora aqui.

Dentro desse mall, tem pelo menos cinco cafeterias - Starbucks, Cafe de Crie, Kurashiki, NOZY Coffee, e Fika Cafe. Dos cinco, fui em quatro. Viciada em café tem dessas coisas, acaba indo em quase todos para experimentar, mas acaba indo no mesmo (o da sereia).

Fui no NOZY Coffee por pura curiosidade mesmo - no FB acompanho o site da japonesa radicada em Seattle (EUA), Ryoko Iwata, o "I Love Coffee", como mencionei em alguns posts anteriores e, ela informou sobre um site no Instagram, o ABC Coffee, que traz a lista de várias cafeterias em todo o Japão.

O NOZY Coffee possui duas lojas - a primeira em Sanjuku (Tóquio) e a segunda em Kisarazu (Chiba). Como a maioria das cafeterias espalhadas em todo o país, o NOZY traz grãos exclusivos torrados e moídos na hora e seu preparo é diante do consumidor. O que difere das grandes redes é que oferece, além de um espaço bem confortável, seminários mensais de como preparar um café delicioso.

Como a loja de Kisarazu fica dentro do AEON MALL, o espaço é pequeno (tem o balcão onde eles preparam as iguarias e os sofás com muitas almofadas), mas decorado e confortável, que dá pra saborear numa paz e tranquilidade.

Decoration Latte é muito ♥ gente!


Para não variar, experimentei a novidade do mês de março - Cheese Cream Coffee. Café com cheese cream, aquele mesmo que a gente usa para fazer bolos. Não sei se eu estava com o paladar ruim (porque sofro d kafunshoo e, dependendo do que como ou bebo, parece que o sabor está estranho), mas achei que combinar cheese cream com café, ficou algo meio... como posso dizer? Ruim, não ficou, mas sabe quando fica um gosto amargo no final? (O que não sinto quando bebo café expresso, americano ou pingado) Também, se eu não experimentar, nunca vou saber.

O bom mesmo é o ambiente, confortável e decoração que possui itens norte-americanos dos anos 50.


Ao lado esquerdo da foto, tem uma estante com livros e revistas pra os consumidores, com a finalidade de relaxar ao saborear as iguarias da casa.





NECESSITO um aviso desses em minha casa!!!
Obviamente que irei mais algumas vezes para provar outras especialidades da casa. Podem acreditar, mas até mesmo o café expresso comum tem sabor bem diferente de cada loja (depende muito do preparo, torrefação e até procedência dos grãos, sim, tudo isso influencia no aroma e paladar).

Muitas pessoas podem dizer que "compensa mais comprar o pó e fazer em casa", mas de vez em quando ir em algum lugar para poder relaxar, vale a pena.

A loja também vende café das mais diversas procedências. Sim, tem café do Brasil, obviamente (no blog da loja, eles falam sobre o São Judas Tadeu, procedência da Chapada Diamantina) Geralmente, o café servido é "o do dia", mas eles informam qual é o tipo que está sendo servido.

Para quem quer variar um pouco, visitar diferentes cafeterias vale a pena (quem não quer arriscar os sazonais logo de cara, recomendo provar o café tradicional).

Fotos: todas da autora.


No comments:

Post a Comment